Siga o OTD

Mayra Aguiar da Silva

Ficha TécnicaMedalhas
Nascimento: Porto Alegre (RS)
Idade: 29 anos (03/08/1991)
Peso: 78kg
Pan: 4 (Rio-2007, Guadalajara-2011, Toronto-2015, Lima-2019)
Olimpíada: 4 (Pequim-2008, Londres-2012, Rio-2016 e Tóquio-2020)

OLIMPÍADA
– Londres-2012 (até 78kg)
– Rio-2016 (até 78kg)
– Tóquio-2020 (até 78kg)

MUNDIAL
– Cheilabinsk-2014, Budapeste-2017 (até 78kg)
– Tóquio-2010 (até 78kg), Rio-2013 (equipes)
– Paris-2011, RIo-2013, Tóqui-2019 (até 78kg)

PAN
– Lima-2019 (até 78kg)
– Rio-2007, Toronto-2015 (até 78kg)
– Guadalajara-2011 (até 78kg)

Primeira mulher do Brasil a conquistar três medalhas olímpicas em esportes individuais na história, Mayra Aguiar sacramentou ainda mais o seu nome na história do judô brasileiro ao conquistar a medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 na categoria até 78kg após já ter conseguido o feito em Londres 2012 e Rio-2016. Como se isso já não bastasse, a judoca ainda é bicampeã mundial, sete vezes medalhista na competição e campeã pan-americana.

Medalha de prata sem ter faixa preta

Nascida em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, a atleta iniciou no Judô muito cedo, através de um incentivo dos pais, que buscavam uma forma da filha praticar esportes. O que seria apenas uma atividade extracurricular logo se tornou algo mais sério.

+ Confira TUDO sobre TODAS as provas do judô na Olimpíada de Tóquio 2020

Isso porque logo aos 15 anos, quando ainda cursava o Ensino Médio e ainda não havia pego a faixa preta no judô, Mayra Aguiar surpreendeu ao participar dos Jogos Pan-Americanos de 2007, no Rio de Janeiro. Como se não bastasse isso, a judoca gaúcha conquistou a prata no peso médio, até 70 kg, apos ser derrotada pela americana ROnda Roussey, que viraria estrela do MMA anos mais tarde.

+ Confira TUDO sobre TODAS as provas de TODAS as modalidades dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

A estreia olímpica aconteceu já no ano seguinte, nos Jogos Olímpicos de Pequim-2008, porém a jovem de até então 16 anos acabou sendo eliminada na primeira luta.

Mayra Aguiar - judô - meio-pesado - até 78kg - Jogos Olímpicos de Tóquio 2020
Mayra Aguiar com a medalha ao lado de ROnda ROussey (arquivo)

Evolução, mudança de peso e a 1ª das sete

No ciclo olímpico seguinte, Mayra passou por uma mudança de categoria e começou a disputar entre as meio-pesado.

A evolução da atleta seguiu a todo vapor. Em 2010 recebeu a medalha de prata no Campeonato Mundial de Judô realizado em Tóquio. Essa foi a primeirda de suas sete conquistas no principal torneio do mundo fora a Olimpíada.

Um ano mais tarde, Mayra Aguiar foi medalha de bronze no Mundial realizado na França e também no Pan de Guadalajara.

Em 2012, Mayra chegou ao Jogos Olímpicos rodeada por enormes expectativas por chegar em Londres líder do ranking mundial de sua categoria. A atleta correspondeu e trouxe o Bronze na bagagem.

Mayra Aguiar - judô - meio-pesado - até 78kg - Jogos Olímpicos de Tóquio 2020
Mayra Aguiar, medalha de bronze na categoria meio-peso médio (até 78kg) do judô nos Jogos Olímpicos de Londres-2012 (arquivo)

Campeã mundial e campeã pan-americana

Em agosto de 2014, Mayra Aguiar venceu o seu primeiro título de campeã mundial na categoria ao conquistar o torneio da Rússia. Na temporada seguinte, mais uma conquista de peso: a prata no Jogos Pan-Americanos de Toronto-2015.

Novamente no Rio de Janeiro, desta vez para a disputa dos Jogos Olímpicos, Mayra Aguiar ficou com a terceira colocação do pódio, trazendo mais uma medalha olímpica para o país. Com as duas medalhas de bronze, a judoca foi a primeira atleta brasileira a ganhar duas medalhas olímpicas em um esporte individual.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Em 2019, Mayra fez uma temporada fortíssima, conquistando a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americano de Lima, no Peru, além de ter ganho o Grand Slam de Budapeste e de Dusseldorf Oberwart. Agora, só falta uma medalha: aolímpica da cor dourada.

Mayra Aguiar - judô - meio-pesado - até 78kg - Jogos Olímpicos de Tóquio 2020
Milena Titoneli, a representante do Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 no peso médio (até 67kg) (reprodução/Instagram)

Em 2021

No final de 2020, um susto. Durante a Missão Europa, em Portugal, uma iniciativa do COB (Comitê Olímpico do Brasil) que serviu para os atletas brasileiros retomarem os treinos após meses quase paralisados pela pandemia, Mayra Aguiar sofreu uma lesão no ligamento cruzado do joelho e teve que passar por cirurgia.

Mayra entrou no ano olímpico em processo de recuperação. Em junho, após sete meses longe dos tatames por a brasileira fez sua reestreia em competições, mas acabou eliminada nas oitavas de final do Mundial de judô em Budapeste, na Hungria.

Pouco depois, teve sua convocação para os Jogos Olímpicos de Tóquio confirmada pela Confederação Brasileira de Judô.

RESULTADOS

DataProvaHorário/ResultadoLigaTemporada
78kg x Mayra Aguiar (BRA)Pan-Americano de judô2019
78kg - Mayra AguiarMundial de Judô2018