Siga o OTD

3000m com obstáculos feminino

Jogos Pan-Americanos – Lima 2019 – Atletismo – 3000m com obstáculos feminino

Chances do Brasil

Tatiane Raquel da Silva é a brasileira com mais chances de sucesso nos 3000m com obstáculos feminino dos Jogos Pan-Americanos Lima 2019. Nesta temporada, ela baixou duas vezes o melhor tempo da carreira. Primeiro, em marçou cravou 9min46s39. No Sul-Americano, em maio, disputado no mesmo local onde vai acontecer o Pan ela fez 9min45s52. Esse tempo daria a ela a medalha de ouro em todas as edições dos Jogos Pan-Americanos em que a prova foi disputada.

Além de Tatiane Raquel da Siva, o Brasil será representado por Simone Ponte Ferraz, que fez o índice no Campeonato Sul-Americano em Lima ao marcar 10min05s88.

Local da competição

Estádio Atlético Pan-Americano

Local: Lima

Capacidade: 12.000 torcedores

A estrela dos Jogos

Sabine Heitling, do Brasil, é a maior vencedora da história dos 3000m com obstáculos nos Jogos Pan-Americanos. A prova começou a ser disputada no Rio de Janeiro 2007 e teve a atleta como campeã. Em Guadalajara 2011, ela voltou ao pódio ao conquistar a medalha de bronze.

Hoje, aos 31 anos, Sabine Heitiling está aposentada. A gaúcha de Santa Cruz do Sul foi suspensa por doping em 2013 e só voltou a competir em 2015. Ela foi defender a Associação Pé de Vento em Petrópolis visando se classificar para a Olimpíada do Rio de Janeiro em 2016, mas acabou desistindo do plano olímpico ao engravidar e resolveu se aposentar definitivamente.

Nossos pódios

Além das duas medalhas conquistadas por Sabine Heitling, o Brasil faturou bronze com Zenaide Viera, que ficou em terceiro lugar nos 3000m com obstáculos feminino nos Jogos Pan-Americanos Rio 2007. Ao todo, o país soma um ouro e dois bronzes e só está atrás dos Estados Unidos no quadro de medalhas da prova. As americanas venceram as duas últimas edições com Sara Hall em Guadalajara 2011 e Ashley Higginson em Toronto 2015, fazendo sobradinha com a compatriota Shalaya Kipp, que ficou com a medalha de prata.

Medalhistas

ANO Medalha de ouro TEMPO Medalha de prata TEMPO Medalha de bronze TEMPO
2007 Sabine Heitling
Brasil
9:51.13 Talis Apud
 México
9:55.43 Zenaide Vieira
Brasil
9:55.71
2011 Sara Hall
EUA
10:03.16 Angela Figueroa
Colômbia Colômbia
10:10.14 Sabine Heitling
Brasil
10:10.98
2015 Ashley Higginson
EUA
9:48.12 Shalaya Kipp
EUA
9:49.96 Geneviève Lalonde
Canadá
9:53.03

Quadro de Medalhas

Ordem País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze Total
1  EUA 2 1 0 3
2  Brasil 1 0 2 3
3  Colômbia 0 1 0 1
 México 0 1 0 1
5  Canadá 0 0 1 1

A prova

3000 metros com obstáculos é uma prova olímpica de meio-fundo disputada em uma pista de atletismo entre barreiras e fossos de água e deriva seu nome original, steeplechase, da antiga e tradicional corrida de cavalos disputada entre obstáculos em campo aberto.

A prova é originária das Ilhas Britânicas, onde corredores corriam de uma cidade para a outra se orientando pelos campanários de suas igrejas, usados como marcos por serem visualizados à grande distância. Durante o percurso, eles tinham inevitavelmente que pular sobre córregos e pequenos obstáculos e muros de pedra separando as propriedades no caminho.

A largada é dada com os atletas lado a lado ou em bloco ocupando toda a largura da pista, sem marcação de raia. O número de voltas na pista padrão de 400 metros depende da posição do fosso d’água obrigatório – fora ou dentro da segunda curva da pista – mas os atletas precisam saltar um número total de 28 barreiras e sete fossos d’água durante a duração da corrida.

As barreiras da prova masculina tem altura de 91,4 cm e as da feminina de 76,2 cm, com uma largura mínima de 3,94 m; o fosso d’água de superfície inclinada tem 3,66 m de comprimento com uma profundidade de 70 cm em sua parte mais funda, exatamente em baixo da barreira até chegar ao mesmo nível da pista ao final do comprimento, o que significa que quanto mais longe o atleta que a ultrapassa conseguir saltar, menos água e pressão contrária pela frente terá nos pés e tornozelos, o que dá vantagem aos melhores saltadores entre os corredores. Diferente das provas de velocidade com barreiras, que caem a qualquer toque, os obstáculos do steeplechase são mais sólidos e pesados e os atletas muitas vezes os usam para pegar impulso da passada na corrida ao invés de apenas saltá-los, especialmente o obstáculo do fosso.

AGENDA DO DIA

jan 22 07:15 Torneio Strandja de boxe Iulia Coroli (MDA) Grazieli de Jesus (BRA) jan 22 08:00 Etapa de João Pessoa do Circuito Brasileiro de vôlei de praia Pré-Qualifying e Qualifying masculino e feminino jan 22 08:30 ITF de Monastir Erika Pereira (BRA)/Sophia Intert (ALE) 0 Darja Suvirdjonkova (SER)/Qinwen Zheng (CHN) 2 jan 22 09:30 Torneio Strandja de boxe Luiz Fernando da Silva (BRA) Alianksandr Radzionau (BLR) jan 22 10:30 Super 300 da Tailândia de badminton Ygor Coelho (BRA) 0 Soong Joo Ven (MAS) 2 jan 22 11:00 ITF de Cancún Nick Chappell (EUA) Mateus Alves (BRA) jan 22 11:00 ITF de Cancún José Pereira (BRA) Zane Khan (EUA) jan 22 11:30 Torneio Strandja de boxe Damian Durkacz (POL) Wanderson Oliveira (BRA) jan 22 11:30 Champions League de vôlei feminino Eczacibasi (TUR) LP Salo (FIN) jan 22 12:00 Torneio Strandja de boxe Kristiyan Dimitrov (BUL) Abner Teixeira (BRA) jan 22 12:15 Torneio Strandja de boxe Michael Nevin (IRL) Hebert Conceição (BRA) jan 22 13:00 Etapa de Miami da Copa do Mundo de vela Finn Fabiano Vivacqua jan 22 14:00 Champions League de basquete masculino Gaziantep (TUR) Iberostar Tenerife (ESP) jan 22 14:00 Campeonato Húngaro de handebol feminino Siofok (HUN) Gyori (HUN) jan 22 15:00 Campeonato Sul e Centro-americano de handebol masculino Argentina Uruguai jan 22 15:00 ITF de Cancún Mateus Alves (BRA)/Genaro Olivieri (ARG) David Fox (GBR)/Mark Whitehouse (GBR) jan 22 15:30 Campeonato Húngaro de handebol feminino Ferencvaros (HUN) Érd (HUN) jan 22 15:30 Torneio Strandja de boxe Sonia Lather (IND) Jucielen Romeu (BRA) jan 22 16:15 Torneio Strandja de boxe Kurt Walker (IRL) Carlos Rocha (BRA) jan 22 16:30 Champions League de basquete masculino San Pablo Burgos (ESP) AEK (GRE) jan 22 17:00 Campeonato Sul e Centro-americano de handebol masculino Paraguai Chile jan 22 17:30 ITF de Vero Beach Gabriela Cé (BRA) Françoise Abanda (CAN) jan 22 17:30 Copa São Paulo de Juniores - Semifinal Grêmio Oeste jan 22 17:30 Torneio Strandja de boxe Amre Allman (DIN) Keno Machado (BRA) jan 22 19:00 Campeonato Sul e Centro-americano de handebol masculino Brasil Bolívia jan 22 19:30 Superliga de vôlei masculino - Primeira Fase Maringá Vôlei EMS Taubaté Funvic jan 22 20:00 Pré-Olímpico de futebol masculino - Grupo B Paraguai Bolívia jan 22 20:00 NBB Minas Tênis Clube Basquete Rio Claro jan 22 21:00 NBA Toronto Raptors Philadelphia 76ers jan 22 21:30 NBA Boston Celtics Memphis Grizzlies jan 22 22:00 NCAA - Basquete feminino universitário Texas Kansas jan 22 22:00 NBA Houston Rockets Denver Nuggets jan 22 22:00 NBA Chicago Bulls Minnesota Timberwolves jan 22 22:30 Pré-Olímpico de futebol masculino - Grupo B Brasil Uruguai