Siga o OTD

Jacky Godmann

Jacky Godmann – canoagem velocidade – C2 1000m masculino – Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Ficha TécnicaMedalhas
Nascimento:. Ubaitaba/BA
Idade: 22 anos
Altura: 1,74m
Peso: 78kg
Olimpíada: 0
Pan: 0

Jacky Godmann é uma jovem talento da canoagem velocidade brasileira e competirá ao lado de Isaquias Queiroz na prova do C2 1000m masculino dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

+ Rivais, chances de Jacky e Isaquias e mais: Saiba TUDO sobre o C2 1000m masculino em Tóquio

Influenciado pela cidade e pela família

Apesar de ter apenas 22 anos de idade, a história de Jacky Godmann é de “longa data” na canoagem velocidade. A tia do atleta é Valdenice Conceição, medalhista no Pan de Toronto, em 2015, e atleta olímpica no Rio de Janeiro, em 2016. Além dela, o tio Vilson Conceição do Nascimento também foi medalhista olímpico, ao conquistar a prata nos Pan do Rio, em 2007.

+ Confira TODAS as provas da canoagem velocidade masculina e feminina nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Além da influência familiar forte para a escikha da canoagem velocidade, Jacky Godmann tem outro fator que o ajudou na escolha da modalidade. O jovem atleta é natural de Ubaitaba, a mesma cidade de Isaquias Queiroz. Com isso, Jacky treina constantemente com Isaquias durante sua preparação para as competições.

Seguindo os passos da família

Por caminhos não esperados, Jack Godmann seguirá os passos dos tios. Aos 22 anos, o atleta contou com Erlon de Souza, medalhista olímpico e mundial ao lado de Isaquias Queiroz, não conseguir se recuperar a tempo dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 para fazer sua estreia olímpica.

Desta forma, Jacky seguirá os passos da tia Valdenice, representará o Brasil em uma Olimpíada e poderá colocar a família no pódio pela primeira vez.

Isaquias Queiroz e Jacky Godmann canoagem velocidade c2 1000m Jogos Olímpicos de Tóquio Olimpíada
Isaquias Queiroz e Jacky Godmann (CBCa)

Em 2021

Podemos dizer que a reta final do ciclo olímpico de Jacky Godmann foi totalmente diferente do normal.

Com os problemas físicos do medalhista olímpico Erlon de Souza, o brasileiro passou a fazer dupla com Isaquias Queiroz nas competições internacionais, conquistando a medalha de bronze em uma etapa da Copa do Mundo de canoagem velocidade. Com a vaga olímpica herdada de Erlon de Souza, o atleta espera manter o nível do país nas provas do C2 que vai participar.

“Espero representar bem e trazer os melhores resultados para o Brasil. O mais importante é fazer uma boa prova, pensar primeiro na semifinal para depois pensar na final e brigar por uma medalha”, comentou Jacky Godmann.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK 

Isaquias Queiroz e Jacky Godmann vão competir pela primeira vez nos Jogos Olímpicos de Tóquio no dia 2 de agosto. Caso se classifiquem para a semifinal, os brasileiros voltam para a água no dia 3.