Siga o OTD

Aline da Silva Rodrigues

Ficha TécnicaMedalhas
Nascimento:. Rio de Janeiro (RJ)
Idade: 26 anos (07/04/1996)
Clube: Minas Tênis Clube (MG)
Pan: 1 Lima 2019
Olimpíada: 0

PAN
– Lima-2019 (4x200m livre feminino)

Outra grande revelação da natação feminina do Brasil, Aline Rodrigues é uma nadadora que representará o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 no revezamento 4x200m feminino.

+ Confira tudo sobre a prova do revezamento 4x200m livre FEMININO nos Jogos Olímpicos de Tóquio

No revezamento, terá a companhia de Larissa Oliveira, Naná Almeida e Gabi Roncatto, três atletas de Flamengo. Intrusa do Minas, Aline foi a mais veloz das quatro na Seletiva Olímpica em abril nos 200m.

Falta de apoio e maiô desgastado

Aline da Silva Rodrigues nasceu no Rio de Janeiro e começou a nadar profissionalmente pelo Tijuca Tênis Clube. Em pouco tempo, chamou a atenção do Botafogo, que a contratou. A atleta sofria para chegar ao treino, uma vez que as piscinas de General Severiano ficavam muito longe de sua casa. Com o apoio do pai, seguiu o sonho e logo virou uma colecionadora de medalhas.

Mesmo com quase nada de apoio financeiro (a atleta vem de família humilde) , começou a se destacar nos torneios de base nacional. Aos 14 anos de idade, já era recordista brasileira dos 50m e 100m livre na categoria Infantil. Em diversas competições, inclusive, teve de nadar com o maiô completamente desgastado, o que não a impediu de levar títulos.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

O primeiro grande resultado apareceu em 2014, com apenas 19 anos. A carioca participou do Troféu José Finkel e ajudou a quebrar o recorde sul-americano no 4×200 metros livre ao lado de Larissa Oliveira, Gabrielle Roncatto e Daniele de Jesus, com o tempo de 7:58.54.

Em 2015, conseguiu mudar de vida ao ser contratada pelo tradicional Esporte Clube Pinheiros, potência do esporte olímpico brasileiro. Em São Paulo, ao lado dos melhores técnicos do país, começou a evoluir. Um ano depois, bateu novamente o recorde sul-americano. Dois anos depois, conseguiu sua primeira medalha internacional: prata no revezamento 4x200m nos Jogos Sul-Americanos

Após quatro anos em São Paulo, mudou-se para Belo Horizonte, onde viu sua carreira decolar no Minas Tênis Clube, outro tradicional clube brasileiro. .

Carioca que virou mineira

‘Chegou chegando’ no Minas e já faturou três medalhas no campeonato mineiro nos 200m, 400m e 800m livre, estabelecendo recordes nacionais. Pouco depois, foi a única a chegar em uma final no Torneio Internacional de Barcelona.

Aline Rodrigues, nadadora do Minas: será a representante do revezamento 4x200m livre em Tóquio (divulgação)

Foi convocada para os Jogos Pan-Americanos de Lima, e não decepcionou. Ao lado de Larissa Oliveira, Manuella Lyrio e Gabrielle Roncatto no 4x200m livre, fechou o revezamento e garantiu a medalha de bronze. Ainda terminou em quinto lugar nos 400m livre.

Pouco depois, defendeu o Minas no Paulista Open e simplesmente destruiu. Venceu todas as quatro provas que disputou e nadou os 200m para 1min58s89, a melhor marca da carreira na distância.

Em 2021

Desde agosto de 2019, quando quebrou a barreira dos 2 minutos nos 200m livre pela primeira vez, Aline Rodrigues vinha lutando para repetir o feito. Como deve se na natação, a carioca deixou para fazer isso na hora que mais importava.

Na Seletiva Nacional, disputada em abril, Aline passou a eliminatória na terceira colocação. Na final, no entanto, fez o melhor tempo de sua vida: 1min59s14, batendo na frente de todas as outras nadadoras. A única decepção foi não ter quebrado o forte índice olímpico para nadar a prova individual: 1min57s28.

Deu bom no rev!

A vitória na Seletiva lhe deu o direito de participar das tomadas de tempo do revezamento 4x200m livre. A equipe feminina do Brasil ainda não possuía a vaga direta em nenhuma prova conjunta. 12 das 16 vagas já estavam definidas e as quatro restantes iriam para os quatro melhores tempos do ranking mundial.

No 4x200m, o Brasil tinha apenas o 7º melhor tempo com 8min07s77. Após fazer 8min00s99 na tomada de tempo, Larissa Oliveira, Nathalia Almeida, Gabrielle Roncatto e Aline Rodrigues tomaram a segunda posição no ranking mundial da Grã-Bretanha.

Revezamento 4x200m livre Brasil natação - Larissa Oliveira, Nathalia Almeida, Gabrielle Roncatto e Aline Rodrigues
Aline Rodrigues, Naná ALmeida, Gabi Roncatto e Larissa oliveira: as quatro do 4x200m livre na Olimpíada de Tóquio 2020.(Satiro Sodré/CBDA)

As quatro então tiveram que secar os outros países e torcer para que o tempo feito na Seletiva ficasse com uma das quatro vagas restantes. Após as outras seletivas nacionais, as brasileiras terminaram na quinta colocação da repescagem da FINA. Mas, com a desistência da Grã-Bretanha, a equipe foi convocada para a disputa dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

Pouco depois, No Torneio SetteColi, na Itália, a última competição antes dos Jogos Olímpicos, a nadadora por pouco não baixou os 2 minutos novamente, fechando os 200m livre com 2min00s15. Chegará embalada para a revezamento 4x200m livre na Olimpíada de Tóquio 2020 junto com suas companheiras.

RESULTADOS

DataProvaHorário/ResultadoLigaTemporada
400 m livre feminino x Aline RodriguesTorneio SetteColli de natação2021
100 m livre feminino x Aline RodriguesTorneio SetteColli de natação2021
200 m livre feminino x Aline RodriguesTorneio SetteColli de natação2021
400m livre feminino – Final A - Aline RodriguesJogos Pan-Americanos - Natação2019
400m livre feminino – Eliminatórias x Aline RodriguesJogos Pan-Americanos - Natação2019
400m livre feminino – Final A x Aline RodriguesEtapa de Barcelona do Mare Nostrum2019
400m livre feminino x Aline RodriguesEtapa de Barcelona do Mare Nostrum2019
200m livre feminino – Final B x Aline RodriguesEtapa de Barcelona do Mare Nostrum2019
200m livre feminino x Aline RodriguesEtapa de Barcelona do Mare Nostrum2019
100m livre feminino x Aline RodriguesEtapa de Canet do Mare Nostrum2019
400m livre feminino x Aline RodriguesEtapa de Canet do Mare Nostrum2019
200m livre feminino – Final B x Aline RodriguesEtapa de Canet do Mare Nostrum2019
200m livre feminino x Aline RodriguesEtapa de Canet do Mare Nostrum2019