Siga o OTD

Eduardo Yudi Brito Santos

Eduardo – judô – meio-médio – 81kg – Olimpíada de Tóquio 2020

Ficha TécnicaMedalhas
Nascimento: Shimotsuma/Japão
Idade: 26 anos (25/10/1994)
Altura: 1,78kg
Peso: 81kg
Clube: Pinheiros (SP)
Pan: 1 (Lima-2019)
Olimpíada: 0

PAN
–Lima-2019 (-81kg)

Eduardo Yudi Brito Santos é uma atleta do judô da categoria peso meio-médio (-81kg masculino) e que representará o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

+ Favoritos, datas, chances de Yudi e mais; Confira tudo sobre a categoria -81kg masculino em Tóquio

Da faculdade no Japão para tatames no Brasil

Nascido no Japão, na cidade de Shimotsuma, Eduardo Yudi Brito Santos começou a praticar judô logo aos quatro anos de idade. Filho de brasileiros que tentavam a vida no país asiático, Yudi falava português dentro de casa e até comia comida brasileira, mas, fora isso, tinha pouco contato com o país. 

Sem conseguir ingressar na seleção japonesa – por ter nacionalidade brasileira -, Yudi decidiu começar a fazer faculdade de educação física com foco em judô. E foi na faculdade que seu futuro mudou. 

+ Confira TUDO sobre TODAS as categorias do judô na Olimpíada de Tóquio 2020

O judoca descobriu que a Academia Mercadante, da cidade paulista de Araras, fazia uma temporada de treinos em sua faculdade. Três meses depois de conversar com a equipe, o judoca recebeu um convite para participar de uma seletiva no Brasil. Aceitou a proposta, largou os estudos e ainda conseguiu ser campeão da competição.

No ano seguinte, o judoca foi contratado pelo Esporte Clube Pinheiros, de São Paulo, onde treina até hoje.

Jovem com bons resultados

Começou, então, uma lista de bons resultados nos tatames. Em 2015, Yudy foi campeão paulista e brasileiro; em 2016, venceu um evento teste no Rio de Janeiro. 

Depois de convocações para a seleção brasileira de base desde 2013, Eduardo Yudi entrou para a seleção adulta em 2017, no início do novo ciclo olímpico depois dos Jogos do Rio-2016. 

+ Confira TUDO sobre TODAS as provas de TODAS as modalidades dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

No mesmo ano, foi campeão do Pan-Americano de judô e venceu o European Open na Itália. Em 2018, Yudi conquistou o Campeonato Mundial Militar e foi medalha de bronze no Grand Prix de Túnis

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Em 2019, veio sua maior conquista representando o Brasil. Nos Jogos Pan-Americanos de Lima, conquistou a medalha de ouro na categoria meio-médio (até 81 kg).

No mesmo ano, também conseguiu um bronze no Campeonato Pan-Americano de judô. Em janeiro de 2020, o judoca também ficou com a medalha de bronze do Grand Prix de Tel Aviv, em Israel.

Eduardo Yudy, no judô dos Jogos Pan-Americanos - Eduardo Yudi -
Yudi com a medalha de ouro do Pan de Lima-2019 (Wander Roberto/COB)

Em 2021

Eduardo Yudi competiu algumas vezes na temporada mas não obteve grandes resultados.

No Mundial da Hungria em junho, o último teste antes dos Jogos Olímpicos, Yudi venceu duas lutas e acabou caindo nas oitavas de final. Mesmo com a derrota para o belga Matthias Casse, que é o atual líder do ranking mundial da categoria, Eduardo Yudi se classificou para Tóquio de forma direta, abrindo a cota continental, que deverá contribuir para a classificação do também brasileiro Eduardo Barbosa, na categoria até 73kg.

A confirmação de que Daniel seria o representante da categoria meio-leve masculino nos Jogos Olímpicos de Tóquio veio na metade de junho.

RESULTADOS

DataProvaHorário/ResultadoLigaTemporada