Siga o OTD

125 kg masculino estilo livre

Chances do Brasil

Infelizmente, o Brasil não terá representante até 125 kg masculino estilo livre dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. No masculino, o único brasileiro classificado para a olimpíada é Eduard Soghomonyan, que vai competir na luta greco-romana até 130 kg. No wrestling feminino, Aline Silva (até 76 kg) e Laís Nunes (até 62 kg) serão as representantes do Brasil.

+ Veja a lista dos brasileiros classificados para a Olimpíada

Favoritos 125 kg masculino estilo livre

A briga pelo pódio no super peso-pesado promete demais em Tóquio 2020. O turco Taha Akgül vem para defender o ouro conquistado na Rio-2016. Desde 2012, são sete títulos europeus e mais dois mundiais (2014 e 2015), fora duas pratas, a última no Mundial de 2019.

Por sua vez, o georgiano Geno Petriashvili vem de um bronze na Rio-2016 e de um tricampeonato mundial (2017, 2018 e 2019). No último Campeonato Europeu, em Varsóvia-2021, Petriashvili faturou o ouro, mas o turco Taha Akgül não competiu.

Tudo leva a crer que o ponto mais alto do pódio ficará entre Turquia e Georgia. Correndo por fora, outros quatro atletas querem bagunças as coisas no super peso-pesado. O norte-americano Nick Gwiazdowski, a novidade russa Sergey Kozyrev, e os mais veteranos Oleksandr Khotsianivskyi, da Ucrânia, e Deng Zhiwei, da China. O uzbeque Yusup Batirmurzaev e o mongol Mönkhtöriin Lkhagvagerel também querem aprontar.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Histórico até 125 kg masculino nos Jogos Olímpicos

Uma das categorias mais novas do wrestling, o super peso-pesado vai para sua 13ª edição de Jogos Olímpicos. A Ex-União Soviética dominou nos primórdios, com quatro ouros nas cinco primeiras disputas. Destaque para Soslan Andiyev, que foi bicampeão com as conquistas de Montreal-1976 e Moscou-1980.

Na sequência, temos a Rússia com três ouros e os Estados Unidos com duas medalhas douradas. Aliás, o norte-americano Bruce Baumgartner também é bicampeão olímpico, com os título em Los Angeles-1984 e Barcelona-1992, fora uma prata e um bronze.

A Turquia também tem duas conquistas, a última delas com Taha Akgül na Rio-2016 e o turco estará em Tóquio 2020 para tentar o bicampeonato.

Makuhari Messe Hall wrestling jogos olímpicos tóquio
Makuhari Messe Hall, Chiba (Reprodução/olympics.com)

Quadro de medalhas – até 125 kg estilo livre – Jogos Olímpicos

JogosOuroPrataBronze
Munique-1972Aliaksandr Miadved (URS)Osman Duraliev (BUL)Chris Taylor (EUA)
Montreal-1976Soslan Andiyev (URS)József Balla (HUN)Ladislau Șimon (ROM)
Moscou-1980Soslan Andiyev (URS)József Balla (HUN)Adam Sandurski (POL)
Los Angeles-1984Bruce Baumgartner (EUA)Bob Molle (CAN)Ayhan Taşkın (TUR)
Seul-1988Davit Gobejishvili (URS)Bruce Baumgartner (EUA)Andreas Schröder (GDR)
Barcelona-1992Bruce Baumgartner (EUA)Jeff Thue (CAN)Davit Gobejishvili (EUN)
Atlanta-1996Mahmut Demir (TUR)Aliaksei Miadzvedzeu (BLR)Bruce Baumgartner (EUA)
Sydney-2000David Musulbes (RUS)Artur Taymazov (UZB)Alexis Rodríguez (CUB)
Atenas-2004Artur Taymazov (UZB)Ali Reza Rezaei (IRA)Aydın Polatçı (TUR)
Pequim-2008Bakhtiyar Akhmedov (RUS)David Musuľbes (SVK)Marid Mutalimov (KAZ)
Disney Rodríguez (CUB)
Londres-2012Komeil Ghasemi (IRA)
Bilyal Makhov (RUS)
Tervel Dlagnev (EUA)
Daulet Shabanbay (KAZ)
Rio-2016Taha Akgül (TUR)Komeil Ghasemi (IRA)Ibrahim Saidau (BLR)
Geno Petriashvili (GEO)
PaísOuroPrataBronzeTotal
União Soviética4004
Rússia3003
Estados Unidos2136
Turquia2024
Irã1203
Uzbequistão1102
Canadá0202
Hungria0202
Bielorrússia0112
Bulgária0101
Eslováquia0101
Cuba0022
Cazaquistão0022
Alemanha Oriental0011
Georgia0011
Polônia0011
Romênia0011
Equipe Unificada0011