Siga o OTD

87kg feminino

Jogos Pan-Americanos – Lima 2019 – Levantamento de Peso – 87kg feminino

Chances do Brasil

O Brasil será muito bem representado nesta categoria por Jaqueline Ferreira. A atleta já tem uma carreira  bastante vitoriosa e foi medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, em 2015, na categoria até 75kg. Além disso, foi medalha de prata nos Jogos Sul-Americanos de 2010, competição que foi realizada em Medelín, na Colômbia.

A expectativa é de Jaqueline consiga novamente um bom retrospecto e alcance uma das três posições do pódio no torneio que acontecerá neste ano em Lima, no Peru.

Local da competição

Coliseo Mariscal Caceres

Local: Lima

Capacidade: 7.000

Medalhistas

ANO Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze
1999 Cheryl Haworth
EUA
María Isabel Urrutia
Flag of Colombia.svg Colômbia
Carmenza Delgado
Flag of Colombia.svg Colômbia
2003 Carmenza Delgado
Flag of Colombia.svg Colômbia
Seledina Nieve
Equador
María Carvajal
 República Dominicana
2007 Seledina Nieve
Equador
Emmy Vargas
EUA
Yinely Burgos
 República Dominicana
2011 Seledina Nieve
Equador
Yaniuska Espinoza
Venezuela
Tania Mascorro
 México
2015 Yaniuska Espinoza
Venezuela
Naryury Perez
Venezuela
Seledina Nieve
Equador

Quadro de Medalhas

Ordem País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze Total
1 Equador 2 1 1 4
2 Venezuela 1 2 0 3
3  Colômbia 1 1 1 3
4  EUA 1 1 0 2
5  República Dominicana 0 0 2 2
6  México 0 0 1 1

O Esporte

O levantamento de peso surgiu lá atrás como uma maneira simples de determinar quem era o mais forte. Mas a modalidade que se tornaria olímpica também tinha outros propósitos. Em 1.100 a.C., por exemplo, os chineses utilizavam o levantamento de peso como maneira de selecionar novos soldados para o Exército. Levantar diversos pesos era um pré-requisito para ser aceito.

Embora não tenha entrado como esporte nos Jogos da Grécia Antiga, o levantamento de peso já era praticado à época, principalmente como forma de preparação para outras modalidades. A primeira escola de levantamento de peso, no entanto, só surgiu no século 19, na Áustria. Antes disso, a prática se tornara popular como apresentação de circo na Europa e nos Estados Unidos.

Em 1887, há registros de concursos de levantamento de peso disputados na Áustria. Começaram a surgir federações — as primeiras na França e na Rússia —, e o esporte foi tomando forma. Em 1891, por exemplo, foi disputado o primeiro Campeonato Mundial de levantamento de peso, com a participação de sete atletas de seis países diferentes.

O levantamento de peso entrou no programa olímpico desde o início da era moderna. Em Atenas-1896, a disputa ainda não era dividida entre categorias de peso. Isso ocorreu pela primeira vez nos Jogos da Antuérpia-1920. As mulheres só começaram a competir nas Olimpíadas de Sydney-2000.

Regras

As competições são constituídas de três disciplinas, com dois movimentos-padrão: o arranco e o arremesso. O somatório dos maiores pesos levantados em cada uma das duas provas, determina o total combinado ou total olímpico e quem levantar mais peso, ganha.

Arranco

O arranco é a primeira prova da competição e consiste em levantar a barra do solo até acima da cabeça num movimento sem pausa, sem apoiá-la no corpo.

A barra é colocada horizontalmente em frente das pernas do levantador. É agarrada, com as palmas das mãos para baixo e puxada em um movimento único da plataforma e erguida até a extensão completa de ambos os braços acima da cabeça, enquanto que o levantador se agacha ou dobra as pernas.

Deve, então, ergue-se, estabilizar-se, durante dois segundos, e esperar o sinal de “abaixar” dos árbitros. Os árbitros dão o sinal de “abaixar” a barra logo que o levantador fique imóvel em todas as partes do corpo.

Arremesso

O arremesso é executado em duas partes. Primeiro, a barra é colocada horizontalmente em frente das pernas do levantador. É agarrada, com as palmas das mãos para baixo e levantada até à altura dos ombros, por cima do peito, enquanto que o levantador se agacha ou dobra as pernas; a seguir, reergue-se e alinha-se.

Na segunda parte, usando a força conjunta de braços e pernas, a barra é levantada acima da cabeça, enquanto que faz um movimento em forma de tesoura com as pernas; a seguir deve realinhar as pernas, com braços estendidos, estabilizar-se, durante dois segundos, e esperar o sinal de “abaixar” dos árbitros. Os árbitros dão o sinal de “abaixar” a barra logo que o levantador fique imóvel em todas as partes do corpo.

O estilo desenvolvimento, que foi abolido, também era feito em duas partes: a primeira era como na primeira parte do arremesso, a segunda era realizado apenas com a extensão do braços, somente em força.

Em cada uma das provas os atletas dispõem de três tentativas para levantar a maior carga possível.

Para qualquer prova, a utilização de carbonato de magnésio nas mãos, pernas etc., é permitido.

AGENDA DO DIA

jul 23 00:30 Mundial de Pólo Aquático Masculino - 9º ao 12º lugar Estados Unidos 20 África do Sul 3 jul 23 02:00 Mundial de Pólo Aquático Masculino - Quartas De Final Sérvia 9 Espanha 12 jul 23 03:30 Mundial de Pólo Aquático Masculino - Quartas De Final Croácia 10 Alemanha 8 jul 23 05:00 Mundial de Pólo Aquático Masculino - Quartas De Final Hungria 10 Austrália 9 jul 23 05:30 Mundial Sub-21 de vôlei masculino - Grupo E Rússia 1 Brasil 3 jul 23 06:30 ATP 500 de Hamburgo Thiago Monteiro (BRA) 0 Jan-Lennard Struff (ALE) 2 jul 23 06:30 Mundial de Pólo Aquático Masculino - Quartas De Final Itália 7 Grécia 6 jul 23 08:00 Mundial de Esportes Aquáticos - Natação 1500m livre feminino – Final jul 23 08:00 Mundial de Esportes Aquáticos - Natação 200m livre masculino – Final jul 23 08:00 Mundial de Esportes Aquáticos - Natação 100m peito feminino – Final jul 23 08:00 Mundial de Esportes Aquáticos - Natação 100m costas masculino – Final Sétimo Guilherme Guido jul 23 08:00 Mundial de Esportes Aquáticos - Natação 100m costas feminino – Final jul 23 08:00 Mundial de Esportes Aquáticos - Natação 50m peito masculino – Semifinal 2º melhor tempo (classificado) Felipe Lima jul 23 08:00 Mundial de Esportes Aquáticos - Natação 200m livre feminino – Semifinal jul 23 08:00 Mundial de Esportes Aquáticos - Natação 200m borboleta masculino – Semifinal jul 23 08:00 Mundial Sub-21 de vôlei masculino - Grupo E Coreia do Sul 0 China 3 jul 23 08:00 Mundial de Esportes Aquáticos - Natação 50m peito masculino – Semifinal 5º melhor tempo (classificado) João Gomes Júnior jul 23 08:30 Challenger de Praga Pedro Sakamoto (BRA) 0 Constant Lestienne (FRA) 2 jul 23 10:30 Mundial Sub-21 de vôlei masculino - Grupo F Itália 3 Irã 1 jul 23 13:00 Mundial Sub-21 de vôlei masculino - Grupo F Bahrein 1 Argentina 3 jul 23 13:00 ITF de Cancún Utaka Kishigami (JAP) Thaisa Pedretti (BRA) jul 23 14:00 WTA de Palermo Alison Bai (AUS)/Nicola Geuer (ALE) Gabriela Cé (BRA)/Paula Gonçalves (BRA) jul 23 17:00 WTA de Palermo Anastasia Grymalska (ITA)/Rosalie Van der Hoek (HOL) Laura Pigossi (BRA)/Giorgia Marchetti (ITA) jul 23 19:00 Brasileiro de futebol feminino - Primeira Fase Audax Sport jul 23 20:00 Amistoso de handebol masculino Brasil Estados Unidos jul 23 22:00 Mundial de Esportes Aquáticos - Natação 200m borboleta feminino jul 23 22:00 Mundial de Esportes Aquáticos - Natação Revezamento 4x100m medley misto jul 23 22:00 Mundial de Esportes Aquáticos - Natação 200m medley masculino Leonardo Santos jul 23 22:00 Mundial de Esportes Aquáticos - Natação 200m medley masculino Caio Pumputis jul 23 22:00 Mundial de Esportes Aquáticos - Natação 100m livre masculino Breno Correia jul 23 22:00 Mundial de Esportes Aquáticos - Natação 100m livre masculino Marcelo Chierighini jul 23 22:00 Mundial de Esportes Aquáticos - Natação 50m costas feminino Etiene Medeiros