Siga o OTD

Laser Radial

Jogos Pan-Americanos – Lima 2019 – Vela – Laser Radial

Chances do Brasil

Na classe Laser Radial feminina, Gabriella Kidd é a representante brasileira nos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019. Kidd conquistou a vaga através da segunda colocação do Sul-Americano da categoria, no início de março. Detalhe importante: a competição já aconteceu em Paracas, logo as velejadoras já chegaram adaptadas ao mar peruano. O Brasil tem cinco medalhas na história da Laser Radial feminina e chega com grandes chances de subir ao pódio.

Local da competição

Yacht Club Peruano

Local: Paracas, cerca de 3 horas de carro de Lima, no Peru

A estrela dos Jogos

Foto: Divulgação

Sem dúvidas, o destaque da Laser Radial feminina na história dos Jogos Pan-Americanos é Tanía Elias Calles. A mexicana tem em seu currículo três medalhas da competição. Conquistou o ouro na edição de Santo Domingo 2003, na República Dominicana. Calles depois ficou com a prata no Pan-Americano do Rio de Janeiro 2007, no Brasil. E, fechando os pódios, a mexicana voltou a ficar com o segundo lugar em Guadalajara 2011, no México.

Nossos pódios

Foto: William Lucas/Inovafoto

Última brasileira a subir ao pódio na classe Laser Radial, Fernanda Decnop conquistou o bronze em Toronto 2015. O Brasil tem boa tradição na modalidade e na categoria também. Na primeira edição, em 1991, Mónica Schell ficou com a prata e foi a responsável pela primeira medalha do Brasil na Laser Radial. Na sequência duplo bronze: 1995 (Maria Krahe) e 1999 (Isabela Maruccui). O Brasil não apareceu no pódio em 2003 e voltou a conquistar o bronze com Adriana Kostiw, no Rio de Janeiro 2007. Guadalajara 2011 passou em branco e, pra fechar, Fernanda deixa o hábito de subir ao pódio pronto para 2019… Será que vem medalha?

Medalhistas

ANO Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze
1991 Shona Moos
Canadá
Mónica Schell
Brasil
Karen Long
EUA
1995 Maria Betina Marcone
Argentina
Jennifer Coolidge
EUA
Maria Krahe
Brasil
1999 Kelly Hand
Canadá
Sara Wright
Bermudas Bermuda
Isabela Maruccui
Brasil
2003 Tanía Elias Calles
 México
Kemia Rasa
Canadá
Florencia Cerutti
Argentina
2007 Paige Railey
EUA
Tania Elias Calles
 México
Adriana Kostiw
Brasil
2011 Cecilia Carranza Saroli
Argentina
Tania Elias Calles
 México
Paige Railey
EUA
2015 Paige Railey
EUA
Dolores Moreira
 Uruguai
Fernanda Decnop
Brasil

Quadro de medalhas

Ordem País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze Total
1 EUA 2 1 2 5
2  Canadá 2 1 0 3
3  Argentina 2 0 1 3
4  México 1 2 0 3
5  Brasil 0 1 4 5
6 Bermudas Bermudas 0 1 0 1
7  Uruguai 0 1 0 1

A prova

A classe Laser Radial feminina é composta por um barco de casco simples, uma vela e uma tripulante. A embarcação tem área velica de 5,76m², pesa 59kg e tem 4,23m de comprimento. A prova é disputada nos Jogos Olímpicos e figura entre as provas do Pan-Americano desde Havana 1991, em Cuba.

Nos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019 a classe 49er será disputada através de doze regatas iniciais e depois concluindo com a regata da medalha, que consistirá em 50% dos melhores barcos (mínimo de cinco). No início, acontecerão duas regatas diariamente e nos últimos dois dias de competição terão cinco regatas de medalha por dia.