Siga o OTD

800m livre masculino

Jogos Pan-Americanos – Lima 2019 – Natação – 800m livre masculino

Chances do Brasil

Na atual temporada, Miguel Leite Valente é o único atleta brasileiro a figurar o top 50 dos melhores tempos do ano na categoria dos 800m livre. Ele garantiu a vaga para o torneio na capital peruana após o bom desempenho no Troféu Maria Lenk. Em 2016, alcançou a melhor da carreira com o resultado no Troféu José Finkel: 7m42s79. Brigando diretamente contra os adversários estadunidenses, a tendência é de que o nadador mineiro marque presença no pódio. Vale ressaltar que a prova será estreante no programa oficial da competição para o naipe masculino.

Local da competição

Centro Aquático Pan-Americano
Local: Videna – Vila Deportiva Nacional (Lima)
Capacidade: 4.000 torcedores

O esporte

Nesta prova, o nadador fica em posição horizontal, com a face voltada para o fundo da piscina e respira quando vira a cabeça para as laterais. As pernas agem no movimento parecido com uma tesoura, batendo os pés sobre a água e ao mesmo tempo gira os braços na linha do corpo, alternando-os em batida sobre a superfície da água. Por incrível que pareça, as provas de nado livre, o atleta pode escolher qual o estilo deseja nadar. Porém, todos preferem o crawl porque é o nado que alcança maior velocidade, logo, o crawl é chamado de nado livre e vice-versa.

Nas viradas de cada prova, o nadador deve tocar a parede da piscina com alguma parte do corpo e nas saídas destas viradas, o nadador pode ficar submerso até os primeiros 15 metros, do qual a partir deste ponto a cabeça deve cortar a superfície da água. Vence quem finalizar o percurso primeiro, consequentemente em menos tempo.

X