Siga o OTD

200m livre masculino

200m livre masculino – Natação – Jogos Olímpicos Tóquio 2020 

 

Recordes dos 200m livre masculino

Recorde mundial: 1m42s00 – Paul Biedermann (GER) – Roma (ITA) – 28/07/2009
Recorde olímpico: 1m42s96 – Michael Phelps (USA) – Pequim (CHN) – 12/08/2008
Recorde Brasileiro: 1m45s51 – Fernando Scheffer – Porto Alegre (BRA) – 21/12/2018

Chances do Brasil nos 200m livre masculino nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020

Breno Corrêa competirá nos 200m livre nos Jogos de Tóquio (Reprodução/Instagram)

Fernando Scheffer será um dos representante do Brasil nos 200m livre nos Jogos de Tóquio. Ele é o atual recordista sul-americano da prova, com 1m45s51, e pode não só garimpar uma final olímpica como pode brigar também por uma medalha.  O outro representante do Brasil na prova será Breno Corrêa, com boas chances de grandes feitos nas piscinas japonesas.

+ Veja a lista dos brasileiros classificados para os Jogos

O Brasil nos 200m livre masculino dos Jogos Olímpicos

O resultado mais importante da história do Brasil nos 200m livre masculino é a medalha de prata de Gustavo Borges em Atlanta-1996. O paulista fez 1m48s08, chegando atrás do neozelandês Danyon Loader. A marca de Gustavo foi recorde sul-americano até os Jogos de Pequim em 2008, quando Rodrigo Castro fez 1m47s87 para chegar às semifinais da prova naquela ocasião.

Gustavo Borges
Natação
200m livre
Gustavo Borges levou a prata nos 200m livre em Atlanta-1996 (Reprodução)

Alfredo Machado e Ruy de Oliveira foram os primeiros representantes do Brasil na prova, ficando nas eliminatórias da prova em Munique-1972. Em Moscou-1980, o Brasil teve Jorge Fernandes (16º), Marcus Matiolli (17º) e Cyro Delgado (19º).

Cristiano Michelena e Júlio César Rebolal representaram o Brasil em Seul-1988, também ficando nas eliminatórias. Antes de ser semifinalista em Pequim, Rodrigo Castro foi 33º em Sydney-2000 e 20º em Atenas-2004. Nos Jogos Rio-2016 o Brasil teve dois atletas inscritos, sendo o melhor resultado de João de Lucca em 25º com 1m47s63. Nicolas Oliveira, que também competiu com a equipe de revezamento, não largou.

Favoritos do 200m livre masculino nos Jogos de Tóquio-2020

Dos dez atletas com as melhores marcas da história da prova, apenas um estará em Tóquio-2020, o lituano Danas Rapsys. Atleta em constante crescimento, ele chegou a vencer os 200m livre no Mundial de Gwangju em 2019, mas foi desclassificado devido a um movimento irregular de milésimos de segundos na saída do bloco de largada. Já declarou que irá buscar o ouro em Tóquio-2020 para provar que é o melhor da atualidade.

Danas Rapsys natação 200m livre
Danas Rapsys está entre os favoritos para o ouro em Tóquio (Reprodução)

O trabalho de Rapsys se tornara um pouco menos difícil pois Sun Yang, atual bicampeão mundial e campeão olímpico, não estará em Tóquio após ter tomado uma punição por violação no controle antidopagem de oito anos. Em 2019 o chinês não aceitou fazer um exame antidoping surpresa pois alegou que um dos fiscais da agência mundial antidoping que foram a sua casa estava sem credencial. A corte arbitral do esporte julgou isso como infração gravíssima e o suspendeu pelos próximos oito anos, o que praticamente significa sua aposentadoria.

Vice-campeão em Gwangju-2019, Katsuhiro Matsumoto do Japão é uma das principais apostas da casa. Martin Malyutin da Rússia e Duncan Scott do Reino Unido empataram com o bronze em Gwangju e são boas apostas para o ouro olímpico.

A tradicional equipe americana não teve representantes na final do último Mundial, mas isso em nada exclui esses atletas de quaisquer projeções de medalhas para os Jogos. Andrew Seliskar, Townley Haas, Blake Pieroni e Zach Apple brigarão internamente para ver qual será a dupla de nadadores que vai nadar a prova. Qualquer um que for será favorito à medalha.

Classificado para Tóquio, Fernando Scheffer está bem cotado para brigar pelo pódio nos 200m livre (Divulgação)

Outras apostas para o pódio são Fernando Scheffer do Brasil, nono colocado no Mundial de Gwangju; Chad Le Clos, sul-africano e atual vice campeão olímpico; Filippo Megli, da Itália; Clyde Lewis da Austrália; Dominik Kozma da Hungria; Ji Xinjie da China; e James Guy, da Grã-Bretanha.

Histórico dos 200m livre masculino nos Jogos Olímpicos

Uma das mais tradicionais provas do programa olímpico, os 200m livre masculino estreou nos Jogos Olímpicos de Paris-1900 e tem a Austrália, com quatro ouros, sua maior vencedora. É do país, aliás, o primeiro campeão olímpico, com Freddy Lane ganhando a prova e cravando o primeiro recorde mundial da distância (2m25s20). Após Paris, o evento ficou de fora do programa olímpico por 68 anos, regressando apenas na Cidade do México-1968.

Naquela edição, o americano Don Schollander, então recordista mundial, chegou ao México como favorito, mas foi surpreendido pelo australiano Michael Wenden, que venceu a prova.

O mito Mark Spitz levou ouro da prova em Munique-1972 e batendo o recorde mundial. Nas quatro edições olímpicas seguintes, todos os campeões olímpicos também venceram a prova e quebraram o recorde: Bruce Furniss, dos Estados Unidos, em Montreal-76; Sergey Kopliakov, da União Soviética, em Moscou-1980; Michael Gross da Alemanha Ocidental, em Los Angeles-1984; e Duncan Armstrong, da Austrália, em Seul-1988.

Yevgeny Sadovyi, da Comunidade dos Países Independentes, bandeira pela qual competiram atletas da União Soviética que estava em dissolução, venceu os Jogos de Barcelona-1992, enquanto Danyon Loader, da Nova Zelândia levou o ouro em Atlanta-1996, com Gustavo Borges chegando em segundo lugar e conquistando a primeira medalha brasileira na história da prova.

Ian Thorpe é um dos maiores nomes da história dos 200m livre, com uma medalha de ouro e outra de prata (Reprodução)

Sydney-2000 marcou o início de um memorável duelo entre dois dos maiores ídolos na natação, o australiano Ian Thorpe e o holandês Pieter van den Hoogenband. Thorpe era favorito e recordista mundial, baicando o tempo em quatro oportunidades. Mas nem com o apoio da fanática torcida australiana pôde impedir que Pieter levasse o ouro para a Holanda, depois de quebrar o recorde mundial da prova nas semifinais. Thorpe foi prata e o italiano Massimiliano Rosolino ficou com o bronze.

Na revanche em Atenas-2004, Thorpe confirmou o favoritismo e venceu o ouro, deixando Pieter com a prata. A rivalidade entre os dois era restrita as piscinas, pois fora dela os dois tinham uma boa amizade. O bronze em Atenas-2004 ficou para Michael Phelps. Na ocasião, o evento foi chamado pela imprensa internacional como a “prova do século”.

Phelps, maior nadador de todos os tempos, dominou os 200m livre no ciclo seguinte e nos Jogos de Pequim-2008 confirmou seu favoritismo, faturando um dos oito ouros que conquistou naquela edição. O francês Yannick Agnel fez a terceira melhor marca da história (1m43s14) para ficar com o título olímpico de Londres-2012. Prata em Londres, o chinês Sun Yang conquistou o ouro na Rio-2016.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Os medalhistas dos 200m livre masculino nos Jogos Olímpicos

JogosOuroPrataBronze
Paris 1900Fred Lane (GBR)Zoltán Halmay (HUN)Karl Ruberl (AUT)
Cidade do México 1968Mike Wenden (AUS)Don Schollander (USA)John Nelson (USA)
Munique 1972Mark Spitz (USA)Steve Genter (USA)Werner Lampe (FRG)
Montreal 1976Bruce Furniss (USA)John Naber (USA)Jim Montgomery (USA)
Moscou 1980Sergey Koplyakov (URS)Andrey Krylov (URS)Graeme Brewer (AUS)
Los Angeles 1984Michael Gross (FRG)Mike Heath (USA)Thomas Fahrner (FRG)
Seul 1988Duncan Armstrong (AUS)Anders Holmertz (SWE)Matt Biondi (USA)
Barcelona 1992Yevgeny Sadovy (EUN)Anders Holmertz (SWE)Antti Kasvio (FIN)
Atlanta 1996Danyon Loader (NZL)Gustavo Borges (BRA)Daniel Kowalski (AUS)
Sydney 2000Pieter van den Hoogenband (NED)Ian Thorpe (AUS)Massimiliano Rosolino (ITA)
Atenas 2004Ian Thorpe (AUS)Pieter van den Hoogenband (NED)Michael Phelps (USA)
Pequim 2008Michael Phelps (USA)Park Tae-Hwan (KOR)Peter Vanderkaay (USA)
Londres 2012Yannick Agnel (FRA)Park Tae-Hwan (KOR)
Sun Yang (CHN)
Rio 2016Sun Yang (CHN)Chad le Clos (RSA)Conor Dwyer (USA)

Quadro de medalhas dos 200m livre masculino nos Jogos Olímpicos

PaísOuroPrataBronzeTotal
Estados Unidos34613
Austrália3126
Holanda1102
China1102
União Soviética1102
Alemanha Ocidental1023
França1001
Grã-Bretanha1001
Nova Zelândia1001
Equipe Unificada1001
Coreia do Sul0202
Suécia0202
Brasil0101
Hungria0101
África do Sul0101
Áustria0011
Finlândia0011
Itália0011