Siga o OTD

5000m masculino

Jogos Pan-Americanos – Lima 2019 – Atletismo – 5000m masculino

Chances do Brasil

O índice exigido para participar dos 5000m rasos masculino dos Jogos Pan-Americanos Lima 2019 é 14min10s e apenas um brasileiro conseguiu bater esse tempo em 2018. Altobelli Santos Silva, cuja especialidade atual são os 3000m com obstáculos, conseguiu o melhor tempo da carreira ao cravar 13min23s85. O resultado foi o melhor da América do Sul na temporada, mas apenas o 15º. das Américas. Apesar disso, se repetir o desempenho em Lima 2019, terá grandes chances de medalha. Nem todos os países levam seus principais atletas e o tempo de Altobelli teria sido ouro em qualquer uma das edições anteriores dos 5000m em Jogos Pan-Americanos. O atleta disputou a prova em Toronto 2015 e terminou na sexta colocação com 13min49s00.

Local da competição

Estádio Atlético Pan-Americano

Local: Lima

Capacidade: 12.000 torcedores

A estrela dos Jogos

O argentino Osvaldo Suárez e o mexicano Juan Luís Barrios (foto) são os maiores vencedores da história dos 5000m rasos nos Jogos Pan-Americanos com duas medalhas de ouro e uma de prata cada um.

Oswaldo Suarez ganhou ouro pela primeira vez em 1955. Quatro anos depois, foi derrotado por Bill Dellinger, dos Estados Unidos. Em 1963, em São Paulo, voltou a ser campeão com sua melhor marca em Pans: 14min25s81.

Já o mexicano José Luís Barrios é o atual bicampeão dos 5000m rasos dos Jogos Pan-Americanos. Ele foi ouro em Guadalajara 2011 e em Toronto 2015. A primeira medalha dele, no entanto, foi prata no Rio de Janeiro 2007.

Nossos pódios

O maior momento do Brasil na história da prova dos 5000m rasos nos Jogos Pan-Americanos aconteceu em Santo Domingo 2003. Dois brasileiros subiram no pódio: Hudson de Souza com a medalha de ouro e Marilson Gomes da Silva com o bronze. A conquista impediu que o México chegasse pela sexta vez seguida ao lugar mais alto do pódio na prova.

Para ficar com o ouro, Hudson completou a prova em 13min50s71, pouco mais de dois segundos à frente do mexicano José David Galván.

Antes da dobradinha histórica, o Brasil já tinha subido ao pódio com as pratas de Adauto Domingues em Indianápolis 1987, Wander Moura em Mar Del Plata 1995 e Elenilson da Silva em Winnipeg 1999. No Rio de Janeiro 2007, Marilson Gomes da Silva voltou ao pódio para ser bronze, mesma medalha conquistada por Joilson da Silva em Guadalajara 2011.

Medalhistas

ANO Medalha de ouro TEMPO Medalha de prata TEMPO Medalha de bronze TEMPO
1951 Ricardo Bralo
Argentina
14:57.2 John Twomey
EUA
14:57.5 Gustavo Rojas
Chile
15:06.4
1955 Osvaldo Suárez
Argentina
15:30.6 Horace Ashenfelter
EUA
15:31.4 Jaime Correa
Chile
15:39.2
1959 Bill Dellinger
EUA
14:28.4 Osvaldo Suárez
Argentina
14:28.6 Doug Kyle
Canadá
14:33.0
1963 Osvaldo Suárez
Argentina
14:25.81 Charley Clark
EUA
14:27.16 Bob Schul
EUA
14:29.21
1967 Van Nelson
EUA
13:47.4 Lou Scott
EUA
13:54.0 Juan Martínez
 México
13:54.0
1971 Steve Prefontaine
EUA
13:52.53 Steve Stageberg
EUA
14:00.76 Mario Pérez
 México
14:03.98
1975 Domingo Tibaduiza
Colômbia Colômbia
14:02.00 Theodore Castaneda
EUA
14:03.20 Rodolfo Gómez
 México
14:05.25
1979 Matt Centrowitz
EUA
14:01.0 Herb Lindsay
EUA
14:04.1 Rodolfo Gómez
 México
14:05.0
1983 Eduardo Castro
 México
13:54.11 Gerardo Alcalá
 México
13:54.37 Domingo Tibaduiza
Colômbia Colômbia
13:59.68
1987 Arturo Barrios
 México
13:31.40 Adauto Domingues
Brasil
13:46.41 Omar Aguilar
Chile
13:47.86
1991 Arturo Barrios
 México
13:34.67 Ignacio Fragoso
 México
13:35.83 Antonio Silio
Argentina
13:45.15
1995 Armando Quintanilla
 México
13:30.35 Wander Moura
Brasil
13:45.53 Silvio Guerra
Equador
13:52.29
1999 David Galván
 México
13:42.04 Elenilson da Silva
Brasil
13:43.13 Jeff Schiebler
Canadá
13:43.66
2003 Hudson de Souza
Brasil
13:50.71 José David Galván
 México
13:52.92 Marílson Gomes dos Santos
Brasil
13:56.90
2007 Ed Moran
EUA
13:25.60 Juan Luis Barrios
 México
13:29.87 Marílson Gomes dos Santos
Brasil
13:30.87
2011 Juan Luis Barrios
 México
14:13.77 Byron Piedra
Equador
14:15.74 Joílson da Silva
Brasil
14:16.11
2015 Juan Luis Barrios
 México
13:46.47 David Torrence
EUA
13:46.60 Víctor Aravena
Chile
13:46.94

Quadro de medalhas

Ordem País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze Total
1  México 7 4 4 15
2  EUA 5 8 1 14
3  Argentina 3 1 1 5
4  Brasil 1 3 3 7
5  Colômbia 1 0 1 2
6  Equador 0 1 1 2
7  Chile 0 0 4 4

A prova

5000 metros é uma modalidade olímpica de atletismo é uma das corridas de fundo disputadas em pista, com um total de 12½ voltas em torno da pista padrão de 400 metros do estádio.

Os antigos gregos já organizavam corridas de resistência semelhantes às corridas de longa distância atuais. Durante o século XIX, corridas em distâncias semelhantes eram realizadas como apostas nos Estados Unidos e na Inglaterra.[1] A prova entrou no programa olímpico em Estocolmo 1912, com a vitória do finlandês Hannes Kolehmainen.

Introduzida no programa olímpico para mulheres em Atlanta 1996, em substituição aos 3000 metros e equiparando as mulheres aos homens, a primeira campeã olímpica foi a chinesa Wang Junxia.

Os atuais campeões olímpicos são Mo Farah, da Grã-Bretanha – um somali naturalizado britânico – e Vivian Cheruiyot, do Quênia. O recorde mundial pertence a Kenenisa Bekele – 12:37.35 – e entre as mulheres a Tirunesh Dibaba – 14:11.15 – ambos da Etiópia.

AGENDA DO DIA

jun 18 01:00 Mundial Sub-21 de vôlei de praia Brailko/Namike (LET) Thamela/Ingridh jun 18 01:50 Mundial Sub-21 de vôlei de praia Lyan/Zuliani (BRA) Pfretzschner/Sowa (ALE) jun 18 04:00 Liga das Nações de vôlei feminino - Primeira Fase Japão Polônia jun 18 05:00 Liga das Nações de vôlei feminino - Primeira Fase Bulgária Sérvia jun 18 05:00 Challenger de Blois Pedro Sakamoto (BRA) Geoffrey Blancaneaux (FRA) jun 18 05:20 Copa do Mundo de basquete 3x3 - Grupo B Porto Rico Ucrânia jun 18 05:50 Copa do Mundo de basquete 3x3 - Grupo B Rússia Mongólia jun 18 06:00 ITF de Stare Splavy Nicoleta-Catalina Dascalu (ROM) Teliana Pereira (BRA) jun 18 07:00 ITF de Klosters Barbara Gatica (CHL)/Rebeca Pereira (BRA) Lea Alche (SUI)/Eva-Maria Rimil (AUT) jun 18 07:00 Liga das Nações de vôlei feminino - Primeira Fase Coreia do Sul República Dominicana jun 18 07:00 ITF de Figueira da Foz Alison Bai (AUS) Laura Pigossi (BRA) jun 18 08:00 Liga das Nações de vôlei feminino - Primeira Fase Holanda Tailândia jun 18 08:20 Copa do Mundo de basquete 3x3 - Grupo B Estônia Porto Rico jun 18 08:30 ITF de Klosters Nathaly Kurata (BRA)/Vanda Lukacs (HUN) Mana Ayukawa (JAP)/Nina Stadler (SUI) jun 18 08:30 Liga das Nações de vôlei feminino - Primeira Fase China Alemanha jun 18 08:50 Copa do Mundo de basquete 3x3 - Grupo B Ucrânia Rússia jun 18 09:50 Copa do Mundo de basquete 3x3 - Grupo B Estônia Mongólia jun 18 10:00 ITF de Tabarka Karolayne Rosa (BRA)/Nicole Huergo (ITA) Eugenia Ganga (ARG)/Raphaelle Lacasse (CAN) jun 18 10:00 Liga das Nações de vôlei feminino - Primeira Fase Brasil Itália jun 18 11:00 Liga das Nações de vôlei feminino - Primeira Fase Rússia Estados Unidos jun 18 11:00 Challenger de Ilkley Paul Jubb (GBR) Thiago Monteiro (BRA) jun 18 11:25 Copa do Mundo de basquete 3x3 - Grupo D Austrália Brasil jun 18 11:30 Challenger de Parma Maverick Banes (AUS)/Guilherme Clezar (BRA) Alessandro Bega (ITA)/Andrea Collarini (ARG) jun 18 11:30 ATP 500 de Halle Oliver Marach (AUT)/Jurgen Melzer (AUT) Marcelo Demoliner (BRA)/Divij Sharan (IND) jun 18 11:30 ITF de Figueira da Foz Laura Pigossi (BRA)/Moyuka Uchijima (JAP) Fatma Al Nabhani (OMÃ)/Angelina Gabueva (RUS) jun 18 12:55 Copa do Mundo de basquete 3x3 - Grupo D Japão Letônia jun 18 13:00 Liga das Nações de vôlei feminino - Primeira Fase Turquia Bélgica jun 18 13:00 ITF de Padova Paula Gonçalves (BRA)/Rasheeda McAdoo (EUA) Martina Colmegna (ITA)/Dalila Spiteri (ITA) jun 18 13:30 ITF de Ilkley Bia Haddad Maia (BRA) Ann Li (EUA) jun 18 14:05 Copa do Mundo de basquete 3x3 - Grupo D Polônia Austrália jun 18 14:15 Copa América Sub-16 de basquete feminino - Grupo A Brasil Equador jun 18 14:30 ITF de Padova Yuliana Lizarazo (COL)/Maria Camila Serrano (COL) Carolina Meligeni (BRA)/Gabriela Cé (BRA) jun 18 15:05 Copa do Mundo de basquete 3x3 - Grupo D Brasil Japão jun 18 16:00 Copa do Mundo de futebol feminino - Grupo C Itália Brasil jun 18 16:00 Copa do Mundo de futebol feminino - Grupo C Jamaica Austrália jun 18 16:05 Copa do Mundo de basquete 3x3 - Grupo D Polônia Letônia jun 18 16:30 Copa América Sub-16 de basquete feminino - Grupo B México El Salvador jun 18 19:00 Copa América Sub-16 de basquete feminino - Grupo A Canadá Porto Rico jun 18 21:00 Paulista de handebol masculino - Primeira Fase Hebraica Taubaté/FAB/UNITAU jun 18 21:15 Copa América Sub-16 de basquete feminino - Grupo B Estados Unidos Chile