Siga o OTD

130 kg greco-romana

Felizmente, o Brasil terá representante até 130 kg na luta greco-romana dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. No wrestling, o único brasileiro classificado para a olimpíada é Eduard Soghomonyan. No wrestling feminino, Aline Silva (até 76 kg) e Laís Nunes (até 62 kg) serão as representantes do Brasil.

+ Veja a lista dos brasileiros classificados para a Olimpíada

Favoritos até 130 kg masculino greco-romana

E que favorito! Mijaín López, de Cuba, é o atual tricampeão do super peso-pesado. Embora não tenha participado do Mundial de 2019, que distribuiu vagas para os seis primeiros colocados, o Mijaín López deve herdar a vaga conquistada por Óscar Pino, prata em 2019.

Isso porque no wrestling, a vaga é do país e não do atleta. Mijaín López já relatou diversas vezes que a participação em Tóquio 2020 seria a sua última vez. Fora os três ouros (2008, 2012 e 2016), o cubano também competiu em Atenas-2004, onde terminou no quinto lugar.

Rıza Kayaalp, da Turquia, quer destronar o cubano e conquistar sua terceira medalha olímpica. O turco, quatro vezes campeão do mundo, foi bronze em Londre-2012 e prata na Rio-2016. Em mundiais e Jogos Olímpicos, Kayaalp e López se enfrentaram seis vezes, com o cubano levando a melhor em quatro oportunidades.

Prata em Londres-2012 e com dois títulos mundiais, o estoniano Heiki Nabi irá tentar roubar a cena e desbancar os dois principais favoritos.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Histórico até 130 kg greco-romana nos Jogos Olímpicos

O super peso-pesado é relativamente novo no programa olímpico e irá para sua 13ª edição na Olimpíada de Tóquio. A União Soviética foi suprema nas primeiras cinco edições olímpicas, com quatro ouros. A Rússia manteve o legado e teve o primeiro tricampeão da categoria. Aleksandr Karelin ganhou o ouro em Seul-1988, lutando pela União Soviética.

Depois, em Barcelona-1992, Aleksandr Karelin lutou pelo Time Unificado e foi campeão. O tri veio já sob bandeira russa em Atlanta-1996.

Outro tricampeão, aliás atual, é o cubano Mijaín López. Após um quinto lugar em Atenas-2004, a estrela de Cuba venceu as três últimas edições olímpicas, coroando o tricampeonato na Rio-2016.

Makuhari Messe Hall wrestling jogos olímpicos tóquio
Makuhari Messe Hall, Chiba (Reprodução/olympics.com)

Quadro de medalhas – até 130 kg greco-romana – Jogos Olímpicos

JogosOuroPrataBronze
Munique-1972Anatoly Roshchin (URS)Aleksandar Tomov (BUL)Victor Dolipschi (ROM)
Montreal-1976Aleksandr Kolchinsky (URS)Aleksandar Tomov (BUL)Roman Codreanu (ROM)
Moscou-1980Aleksandr Kolchinsky (URS)Aleksandar Tomov (BUL)Hassan Bechara (LIB)
Los Angeles-1984Jeff Blatnick (EUA)Refik Memišević (IUG)Victor Dolipschi (ROM)
Seul-1988Aleksandr Karelin (URS)Rangel Gerovski (BUL)Tomas Johansson (SUE)
Barcelona-1992Aleksandr Karelin (EUN)Tomas Johansson (SUE)Ioan Grigoraș (ROM)
Atlanta-1996Aleksandr Karelin (RUS)Matt Ghaffari (EUA)Sergei Mureico (MDA)
Sydney-2000Rulon Gardner (EUA)Aleksandr Karelin (RUS)Dzmitry Dziabelka (BLR)
Atenas-2004Khasan Baroyev (RUS)Georgy Tsurtsumia (KAZ)Rulon Gardner (EUA)
Pequim-2008Mijaín López (CUB)Mindaugas Mizgaitis (LIT)Yury Patrikeyev (ARM)
Yannick Szczepaniak (FRA)
Londres-2012Mijaín López (CUB)Heiki Nabi (EST)Johan Eurén (SUE)
Rıza Kayaalp (TUR)
Rio-2016Mijaín López (CUB)Rıza Kayaalp (TUR)Sabah Şəriəti (AZE)
Sergey Semyonov (RUS)
PaísOuroPrataBronzeTotal
União Soviética4004
Cuba3003
Rússia2114
Estados Unidos2114
Equipe Unificada1001
Bulgária0404
Suécia0123
Turquia0112
Estônia0101
Cazaquistão0101
Lituânia0101
Iugoslávia0101
Romênia0044
Armênia0011
Azerbaijão0011
Bielorrússia0011
França0011
Líbano0011
Moldávia0011