Siga o OTD

Peso mosca feminino 51kg

Peso mosca feminino 51kg – Boxe – Jogos Olímpicos Tóquio 2020 

 

Chances do Brasil no peso mosca feminino 51kg nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020

A paulista Graziele de Jesus conquistou mais de dez pódios no atual ciclo e estará em Tóquio representando o Brasil (Reprodução / Facebook)

Em Tóquio o Brasil será representado pela paulista Graziele de Jesus. Natural de Mogi das Cruzes a peso-mosca brasileira começou no esporte seguindo os passos do irmão. Grazi queira ser como ele, lutar como ele. E acabou indo além, se classificando para as Olimpíadas.

Graziele vive o seu melhor momento no boxe, tendo conquistado mais de dez pódios no atual ciclo olímpico. Passou perto de conquistar uma medalha no Mundial de 2018, quando caiu nas quartas de final, uma rodada antes de garantir uma medalha, e foi derrotada na segunda rodada do Mundial de 2019 pela russa Liliya Aetbaeva, que viria a se sagrar campeã do torneio. Grazieli tentará finalmente chegar ao pódio em grandes competições nas Olimpíadas de Tóquio.

+ Veja a lista dos brasileiros classificados para os Jogos

O Brasil no peso mosca feminino 51kg dos Jogos Olímpicos

O peso-mosca foi um dos que deram início ao boxe feminino em Olimpíadas e o Brasil foi representado logo na estreia da categoria. Precursora do boxe feminino brasileiro, a baiana Érica Matos também se tornou a primeira brasileira a subir em um ringue olímpico em Londres-2012, no dia 05 de agosto. Na ocasião a soteropolitana, hoje casada com Robson Conceição, foi derrotada por 15 a 14 em uma luta muito equilibrada contra a venezuelana Kharlha Magliocco. Em 2016 o Brasil não contou com boxeadoras na categoria.

Favoritas do peso mosca feminino 51kg nos Jogos de Tóquio-2020

boxe Mary Kom India
A indiana Mary Kom, bronze em Londres-2012, chega em Tóquio como uma das favoritas (Reprodução)

A experiente boxeadora indiana Mary Kom tenta retornar ao pódio olímpico após ser medalhista de bronze em Londres-2012 e ter passado em branco na Rio-2016. Aos 38 anos Mary chega como atual medalhista de bronze mundial nessa categoria e campeã mundial de 2018 na categoria de baixo, não olímpica.

Quem também tem boas chances de conquistar uma medalha em Tóquio é a turca Buse Naz Çakıroglu. Vice-campeã mundial de 2019, a turca Buse conquistou ainda o título de campeã europeia de 2019 e a medalha de prata da edição de 2018 do mesmo evento. A taiwanesa Huang Hsiao-Wen foi campeã mundial de 2019 na categoria de cima, não olímpica, também aparece com boas chances.

Lutando em casa, a japonesa Tsukumi Namiki, bronze no Mundial de 2018, tentará surpreender as favoritas e conquistar um lugar no pódio. Quem pode surpreender é a cazaque Zhaina Shekerbekova, medalhista de prata no Mundial de 2018. Virginia Fuchs dos Estados Unidos é atual vice-campeã pan-americana, foi bronze no Mundial de 2018 e também corre por fora por um lugar no pódio. Quem também merece destaque é a colombiana Ingrit Valencia, campeã pan-americana de 2019 e quinta colocada no Mundial de 2019.

Histórico do peso mosca feminino 51kg nos Jogos Olímpicos

A Grã-Bretanha venceu as duas edições disputadas no peso-mosca feminino, liderando assim de forma isolada o quadro de medalhas da categoria. A China aparece na segunda posição com uma medalha de prata e uma de bronze. Outros quatro países subiram ao pódio com uma medalha cada.

Boxe Nicola Adams
A britânica Nicola Adams conquistou as duas medalhas de ouro no peso mosca feminino em Olimpíadas (Reprodução)

Os ouros britânicos vieram através da pugilista Nicola Adams, campeã nos Jogos Olímpicos de Londres-2012, na estreia do boxe feminino, e na Rio-2016. Competindo em casa, Nicole precisou vencer duas lutas em Londres-2012 para avançar para a final. Na final a britânica enfrentou a chinesa Ren Canca, bicampeã mundial naquele ciclo e até então a grande favorita ao ouro.

Contando com o apoio da torcida, Nicole derrotou a chinesa por uma larga vantagem, 16 a 7, e se sagrou a primeira campeã olímpica do peso-mosca. Bronzes para a indiana Mary Kom e para a estadunidense Marlen Sparza. Quatro anos depois a britânica Nicole Adams voltou a subir no topo do pódio ao derrotar na final a francesa Sarah Ourahmoune por 3 a 0. Campeã mundial em 2016, a britânica venceu todos os seus confrontos por 3 a 0 no caminho ao ouro da Rio-2016. Os bronzes foram conquistados pela chinesa Ren Cancan, derrotada novamente por Nicole, mas agora nas semifinais, e com Ingrit Valencia, da Colômbia.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Medalhistas do peso mosca feminino 51kg nos Jogos Olímpicos

JogosGoldSilverBronze
Londres 2012Nicola Adams (GBR)Ren Cancan (CHN)Marlen Esparza (USA)
Mary Kom (IND)
Rio 2016Nicola Adams (GBR)Sarah Ourahmoune (FRA)Ren Cancan (CHN)
Ingrit Valencia (COL)

Quadro de medalhas geral do peso mosca feminino 51kg nos Jogos Olímpicos

PaísOuroPrataBronzeTotal
Grã-Bretanha2002
China0112
França0101
Colômbia0011
Índia0011
Estados Unidos0011