Siga o OTD

Peso superpesado masculino +91kg

Peso superpesado masculino +91kg – Boxe – Jogos Olímpicos Tóquio 2020 

 

Chances do Brasil no peso superpesado masculino +91kg nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020

O Brasil não terá representantes no superpesado masculino em Tóquio-2020

+ Veja a lista dos brasileiros classificados para os Jogos

O Brasil no peso superpesado masculino +91kg dos Jogos Olímpicos

Na categoria mais nova do boxe olímpico, presente desde a edição de Los Angeles-1984, o Brasil nunca teve representantes.

Favoritos do peso superpesado masculino +91kg nos Jogos de Tóquio-2020

Boxe Kamshybek Kunkabayev
O cazaque Kamshybek Kunkabayev chega em Tóquio como um dos candidatos ao ouro no superpesado (Divulgação/AIBA)

Kamshybek Kunkabayev, do Cazaquistão, desembarcará em Tóquio como um dos principais favoritos ao pódio entre os superpesados. Único atleta presente nas duas finais dos mundiais disputados no ciclo, o cazaque tentará mudar a cor das medalhas que vem conquistando ao longo dos últimos anos. Tanto no Campeonato Mundial de 2017 quanto no de 2019 o boxeador acabou com a medalha de prata. Também nos campeonatos asiáticos de 2017 e 2019 o cazaque também foi vice-campeão.

A principal pedra no sapato de Kunkabayev deverá ser Bakhodir Jalolov, do Uzbequistão. Os dois se enfrentaram nesses mesmos quatro torneios, Mundial e Campeonato Asiático de 2017 e 2019, e em apenas uma vez Kunkabayev saiu vencedor. Nas outras três vezes o uzbeque levou a melhor. No Campeoanto Mundial de 2017 Kunkabayev derrotou o seu maior rival na semifinal, deixando Jalolov com o bronze. Já nos Asiáticos de 2017 e 2019, bem como no Mundial do mesmo ano, Jalolov levou a melhor sobre Kunkabayev. O tira-teima entre as duas principais forças deve mesmo ficar para a final olímpica de Tóquio.

Também aparecem com boas chances de estarem no pódio o australiano Justis Huni, campeão mundial júnior em 2016 e medalhista de bronze no Mundial de 2019, e o russo Maksin Babanin, também medalhista de bronze na mesma competição. O campeão europeu de 2017 e dos Jogos Europeus de 2019, Victor Vykhryst, da Ucrânia, também pode pintar no pódio. Já o alemão Nelvie Tiafack e o azeri Mahammad Abdullayev correm por fora nessa disputa.

Boxe Bakhodir Jalolov
Bakhodir Jalolov, do Uzbequistão, é o atual campeão mundial dos superpesados e deve brigar pelo ouro em Tóquio (Divulgação/AIBA)

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Histórico do peso superpesado masculino +91kg nos Jogos Olímpicos

A categoria dos superpesados só entrou no programa olímpico na edição de Los Angeles-1984. Ao longo de nove edições, o equilíbrio marca a categoria, sendo a Grã-Bretanha a líder do quadro de medalhas, com dois ouros. As outras seis edições foram vencidas por diferentes países, entre eles as potências Estados Unidos, Cuba e Rússia.

Em Los Angeles-1984, sem a presença dos países socialistas devido ao boicote organizado pela União Soviética, muitas das potências do boxe acabaram ficando de fora da estreia dos superpesados. Assim, os Estados Unidos ficaram com a medalha de ouro, através de Tyrell Biggs, campeão mundial em 1982, que na final bateu o italiano Francesco Damiani.

Quatro anos depois, em Seul-1988, era a vez do Canadá de Lennox Lewis conquistar a medalha de ouro. Campeão dos Jogos da Comunidade Britânica de 1986 e vice-campeão pan-americano em Indianápolis-1987, o canadense bateu na final o estadunidense Riddick Bowe.

A edição de Barcelona-1992 foi vencida pelo cubano Roberto Balada, que derrotou com folga na final o nigeriano Richard Igbineghu. Já a edição de Atlanta-1996 foi vencida pelo ucraniano Wladimir Klitschko, um dos maiores nomes do boxe mundial. Na disputa do ouro, ele derrotou Paea Wolfgram, de Togo.

boxe anthony joshua
Atual campeão mundial dos pesados no profissional, Anthony Joshua ficou com o ouro nos superpesados em Londres-2012 (Divulgação/Team GB)

O primeiro ouro da Grã-Bretanha britânico foi conquistado por Audley Harrison em Sydney-2000, quando venceu na final o cazaque Mukhtarkhan Dildabekov. Quatro anos, em Atenas-2004, era a vez da Rússia alcançar o topo do pódio com Alexander Povetkin, que bateu o egípcio Mohamed Aly na final. Após levar o bronze na Grécia, o italiano Roberto Camarelle se sagrou campeão olímpico em Pequim-2008, vencendo na final o chinês Zhang Zhilei.

Quatro anos, em Londres-2012, outra conquista britânica, com Anthony Joshua, batendo na final justamente o italiano Camarelle. Após os Jogos, Joshua tornou-se profissional e hoje é o campeão mundial dos pesos pesados em três entidades diferentes (Federação Internacional de Boxe, Organização Mundial de Boxe e Associação Mundial de Boxe). O mais recente campeão olímpico nos superpesados foi o francês Tony Yoka, que chegou à Rio-2016 como favorito e superou na final o britânico Joe Joyce.

Medalhistas do peso superpesado masculino +91kg nos Jogos Olímpicos

JogosOuroPrataBronze
Los Angeles 1984Tyrell Biggs (USA)Francesco Damiani (ITA)Bobby Wells (GBR)
Aziz Salihu (YUG)
Seul 1988Lennox Lewis (CAN)Riddick Bowe (USA)Alex Miroshnichenko (URS)
Janusz Zarenkiewicz (POL)
Barcelona 1992Roberto Balado (CUB)Richard Igbineghu (NGR)Brian Nielsen (DEN)
Svilen Rusinov (BUL)
Atlanta 1996Wladimir Klitschko (UKR)Paea Wolfgramm (TGA)Aleksey Lezin (RUS)
Duncan Dokiwari (NGR)
Sydney 2000Audley Harrison (GBR)Mukhtarkhan Dildabeko (KAZ)vPaolo Vidoz (ITA)
Rustam Saidov (UZB)
Atenas 2004Aleksandr Povetkin (RUS)Mohamed Aly (EGY)Roberto Cammarelle (ITA)
Michel López (CUB)
Pequim 2008Roberto Cammarelle (ITA)Zhang Zhilei (CHN)Viacheslav Hlazkov (KKR)
David Price (GBR)
Londres 2012Anthony Joshua (GBR)Roberto Cammarelle (ITA)Məhəmmədrəsul Məcidov (AZE)
Ivan Dychko (KAZ)
Rio 2016Tony Yoka (FRA)Joe Joyce (GBR)Filip Hrgović (CRO)
Ivan Dychko (KAZ)

Quadro de medalhas geral do peso superpesado masculino +91kg nos Jogos Olímpicos

PaísOuroPrataBronzeTotal
Grã-Bretanha2125
Itália1225
Estados Unidos1102
Cuba1012
Rússia1012
Ucrânia1012
Canadá1001
França1001
Cazaquistão0123
Nigéria0112
Egito0101
China0101
Tonga0101
Azerbaijão0011
Bulgária0011
Croácia0011
Dinamarca0011
Polônia0011
União Soviética0011
Uzbequistão0011
Iugoslávia0011