Siga o OTD

Kumite +84kg masculino

Jogos Pan-Americanos – Lima 2019 – Caratê – Kumite +84kg masculino

Local da competição

Polideportivo Villa El Salvador

Local: Lima

Capacidade: 6.100 torcedores

Nossos pódios

De azul, Wellington Barbosa levou o bronze em Guadalajara 2011

A categoria acima de 84kg teve sua primeira aparição nos Jogos Pan-Americanos em Guadalajara 2011. O Brasil faturou sua primeira medalha justamente na edição de estreia. Wellington Barbosa subiu no pódio após avançar às semifinais e conquistar a medalha de bronze no México, sendo também o melhor desempenho brasileiro. Apesar de ser uma categoria recente na competição, esta foi a primeira e única vez até aqui em que o Brasil esteve entre os três melhores colocados.

Medalhistas

ANO Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze
2011 Angel Aponte
Venezuela
Alberto Ramirez
 México
Wellington Barbosa
Brasil
Shaun Dhillon
Canadá
2015 Franklin Mina
Equador
Anel Castillo
 República Dominicana
Jander Tiril
Cuba
Brian Irr
EUA

Quadro de medalhas

Posição País Ouro Medalha de ouro Prata Medalha de prata Bronze Medalha de bronze Total
1  Venezuela 1 0 0 1
 Equador 1 0 0 1
3  México 0 1 0 1
 República Dominicana 0 1 0 1
5  Brasil 0 0 1 1
 Canadá 0 0 1 1
 Cuba 0 0 1 1
 EUA 0 0 1 1

O esporte

O objetivo do caratê é derrotar o adversário utilizando socos e chutes para marcar pontos. No final do combate, o competidor com o maior número de pontos é declarado o vencedor (ou antes do fim, caso um deles alcance oito pontos de vantagem sobre o oponente). Os atletas são colocados em categorias de acordo com seu peso.

A duração do kumite é de três minutos para o adulto masculino (individual ou equipe) e de dois minutos para o adulto feminino. A duração nas categorias inferiores depende do critério da organização do evento. A pontuação é limitada às seguintes áreas do corpo do adversário: cabeça, rosto, pescoço, peito, abdômen, lado e costas.