Siga o OTD

Marcílio Florêncio Mota Filho

Nino – futebol masculino – Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Ficha TécnicaMedalhas
Nascimento: Recife/PE
Idade: 24 anos (10/04/1997)
Altura: 1,88m
Clube: Fluminense/RJ

Marcílio Florêncio Mota Filho, mais conhecido como Nino, é zagueiro do Fluminense e representará a seleção brasileira de futebol masculino nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

+ CONFIRA TUDO SOBRE O FUTEBOL NOS JOGOS OLÍMPICOS DE TÓQUIO 2020

O início: a dispensa no Sport

Natural de Recife, no Pernambuco, Nino jogou futsal durante a infância, passando pela Associação Atlética Banco do Brasil (AABB) e pelo Santa Cruz. No entanto, as melhores experiências vieram com o professor Barão, do CT Barão, que o preparou da melhor maneira possível para seguir a vida de atleta, como contou em entrevista à ‘TV Jornal’.

Ali nasceram outros jogadores que hoje fazem parte dos grandes centros, nomes como o de Matheus Cunha, do Hertha Berlin, da Alemanha, atacante que estará em Tóquio representando a seleção olímpica nos Jogos. O começo de tudo.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Como volante, resolveu tentar a vida atuando no campo. E a experiência não foi das melhores. Acabou dispensado depois de passar um ano no sub-17 do Sport, onde não se sentia valorizado. Talvez fosse o momento ideal de partir para outro local para manter vivo o sonho de se tornar profissional.

Retomada no Criciúma e chegada ao Fluminense

Com o apoio incondicional da família, viajou do Nordeste ao Sul do país em busca de melhores oportunidades e condições. Era difícil abrir mão dos pais naquele momento, ainda na reta final da adolescência, sem a maturidade ideal. Nino soube como tirar proveito.

Nino - futebol masculino - Jogos Olímpicos de Tóquio 2020
Hoje no Fluminense, Nino viveu bons momentos com a camisa do Criciúma. (Foto: Fernando Ribeiro/Futura Press)

+ CONFIRA TUDO SOBRE AS PARTIDAS DA SELEÇÃO MASCULINA NOS JOGOS OLÍMPICOS DE TÓQUIO 2020

Em Santa Catarina, chegou ao Criciúma muito jovem. O Tigre abriu as portas para que ele finalizasse a categoria de base. Mais tarde, também recebeu a chance de jogar profissionalmente, coisa que o pernambucano gostou muito de fazer. Entre 2017 e 2019, foram 80 partidas realizadas com um gol marcado, sequência que chamou a atenção do Fluminense. O agradecimento ao clube é eterno.

Desembarcou no Rio de Janeiro inicialmente por empréstimo. Agora em um grande centro do futebol brasileiro, o zagueiro que começou como volante tinha uma grande possibilidade em mãos. Tendo o rendimento esperado, vários outros caminhos poderiam aparecer ao longo de sua carreira. E um deles surgiu graças à sua dedicação.

Boas temporadas e seleção olímpica

Comprado em definitivo pelo Flu em 2020, transmitiu segurança na defesa e ganhou aos poucos o apoio da torcida. Já entrou em campo mais de 100 vezes e colocou seis bolas na rede, números expressivos pelo Tricolor das Laranjeiras. Depois de deixar saudades no Criciúma, vem trilhando outro caminho interessante, que o credenciou a brigar por uma vaga na seleção olímpica.

Nino - futebol masculino - Jogos Olímpicos de Tóquio 2020
O zagueiro marcou presença em amistoso diante dos Emirados Árabes, no último teste da seleção antes dos Jogos Olímpicos de Tóquio. (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

+ SAIBA TUDO E MAIS UM POUCO SOBRE OS JOGOS OLÍMPICOS DE TÓQUIO 2020

A confirmação de que o defensor defenderia o Brasil no maior evento do esporte mundial aconteceu em junho, ainda na primeira lista divulgada. Posteriormente, vários nomes sofreram alterações em função de falta de liberação por parte dos clubes ou cortes por lesão. Marcílio Florêncio Mota Filho, o Nino, foi chamado por André Jardine para a Olimpíada de Tóquio 2020. Objetivo alcançado.

Em 2021

Aos 24 anos, vive temporada positiva com a camisa do Fluminense em 2021. Chegou à final do Carioca, mas acabou ficando com o vice após tropeço para o Flamengo. No primeiro turno do Brasileirão, o time é 9º lugar, com 17 pontos conquistados (4 vitórias, 5 empates e 3 derrotas).

Nino - futebol masculino - Jogos Olímpicos de Tóquio 2020
Aos 24 anos de idade, Nino já completou mais de 100 jogos e é titular absoluto no Fluminense. (Foto: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC)

O maior desejo entre os torcedores e os jogadores é naturalmente a Copa Libertadores da América. Com a ajuda fundamental de Nino, a equipe assegurou a primeira colocação do Grupo D, enfrentando inclusive o poderoso River Plate, e largou com vantagem considerável no mata-mata. No Paraguai, pelas oitavas de final, superou o Cerro Porteño por 2 a 0 e terá a chance de confirmar a classificação em casa.