Siga o OTD

Skeet masculino

O Brasil no Skeet masculino dos Jogos Olímpicos

Em Montreal-1976, o Brasil fez sua estreia com Athos Pisoni, 22º com 191 pratos, e Romeu Luchiari Filho, 30º com 189 pratos. Essa foi a única participação brasileira, que não terá representantes nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

+ Veja a lista dos brasileiros classificados para a Olimpíada

Favoritos no Skeet masculino

O americano Vincent Hancock segue como um dos favoritos ao ouro. Além de dois títulos olímpicos em 2008 e 2012, ele tem quatro títulos mundiais, entre 2005 e 2018. Ele soma ainda 23 medalhas em Copas do Mundo e é o atleta que mais vezes foi perfeito com 125 pratos na qualificação, conseguindo o feito três vezes.

Os italianos são uma força nas provas de tiro ao prato e terão em Tóquio Tammaro Cassandro, vice-campeão mundial em 2019 e vice europeu no mesmo ano, e Gabriele Rossetti, que busca o bicampeonato olímpico. Campeão europeu em 2021, Rossetti é filho de Bruno Rossetti, que também foi campeão mundial no skeet em 1991 e 1994 e bronze em Barcelona-1992.

Outros fortes nomes da prova são o dinamarquês Jesper Hansen, campeão mundial em 2013 e europeu em 2018, o sueco Stefan Nilsson, ouro nos Jogos Europeus em 2019, o norueguês Erik Watndal e o argentino Federico Gil.

Histórico do Skeet masculino nos Jogos Olímpicos

O skeet é uma das modalidades de tiro ao prato. No skeet, cada atleta faz cinco séries de 25 tiros cada, onde em cada série há uma sequência pré-estabelecida da forma que os pratos são lançados, ora um prato único, ora dois pratos ao mesmo tempo. Os pratos saem de casas nas laterais do campo, ora da casa mais alta, ora da mais baixa. Além disso, a arma deve ser segurada na altura da cintura e só depois do prato sair que o atirador pode mirar.

A prova fez sua estreia nos Jogos na Cidade do México-1968 como mista, mas apenas uma mulher competiu, a mexicana Nuria Ortiz, que ficou em 13º lugar.

A prova de Barcelona-1992 entrou para a história. Ainda disputada por homens e mulheres, esta foi a primeira e única vez que uma mulher levou o ouro numa prova mista de tiro. A chinesa Zhang Shan foi perfeita na qualificação com 150 pratos, depois novamente impecável na semifinal com mais 50 pratos e na final, mesmo errando dois, foi ouro isolada com 223 pratos, contra 222 do peruano Juan Giha, prata, e do italiano Bruno Rossetti, bronze.

Em Atlanta-1996 as mulheres passaram a ter prova separada de tiro ao prato, mas apenas na fossa doublê. Foi só em Sydney-2000 que o skeet feminino fez sua estreia.

Asaka Shooting Range jogos olímpicos de tóquio tiro esportivo
Asaka Shooting Range, local do tiro esportivo na Olimpíada de Tóquio 2020 (Reprodução/pref.saitama.lg.jp)

Medalhistas – Skeet masculino – Jogos Olímpicos

JogosOuroPrataBronze
Atlanta-1996Ennio FalcoITAMirosław RzepkowskiPOLAndrea BenelliITA
Sydney-2000Mykola MilchevUKRPetr MálekCZETodd GravesUSA
Pequim-2008Vincent HancockUSATore BrovoldNORAnthony TerrasFRA
Londres-2012Vincent HancockUSAAnders GoldingDENNasser Al-AttiyaQAT
Rio-2016Gabriele RossettiITAMarcus SvenssonSWEAbdullah Al-RashidiIOA

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Quadro de medalhas – Skeet masculino – Jogos Olímpicos

PaísOuroPrataBronzeTotal
Itália3014
Estados Unidos2013
Ucrânia1001
República Tcheca0101
Dinamarca0101
Finlândia0101
Noruega0101
Polônia0101
Suécia0101
Cuba0011
França0011
Atletas olímpicos individuais0011
Qatar0011
viagra