Siga o OTD

Peso pena masculino 68kg

Peso pena masculino 68kg – Taekwondo – Jogos Olímpicos Tóquio 2020 

 

Chances do Brasil no peso pena masculino 68kg nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020

Edival Pontes, o Netinho, comemora a conquista da medalha de ouro no Pan de Lima no peso pena 68kg (Jonne Roriz/COB)

Em Tóquio o Brasil vai contar com Edival Pontes, o Netinho no peso pena 68kg, para tentar conquistar a sonhada medalha que passou muito perto por duas vezes com Diogo Silva. Nono colocado no ranking olímpico, o paraibano foi campeão dos Jogos Pan-Americanos Lima-2019, além de ter conquistado três medalhas de bronze em Grand Prix durante o ciclo olímpico, os bronzes nas etapas de Moscou e Taoyuan em 2018, e de Chiba em 2019.

Nascido em João Pessoa, Netinho sempre foi uma grande promessa do taekwondo brasileiro, tendo conquistado a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos da Juventude de Nanjing-2014, quando tinha 17 anos. Agora o jovem paraibano corre por fora na briga por uma inédita medalha olímpica para o Brasil em Jogos Olímpicos na categoria peso pena masculino 68kg.

+ Veja a lista dos brasileiros classificados para os Jogos

O Brasil no peso pena masculino 68kg dos Jogos Olímpicos

A categoria -68 kg do Brasil teve apenas um representante, o paulista Diogo Silva. Para muitos Diogo Silva natural da cidade de São Sebastião, é o melhor taekwondista masculino da história do Brasil, tendo sido o primeiro campeão Pan-Americano da modalidade, no Rio de Janeiro em 2007. Em Olimpíadas sua medalha passou muito perto de ser conquistada por duas vezes.

A primeira edição disputada por Diogo foi em Atenas-2004. O paulista estreou vencendo Luis García, da Venezuela, e em seguida foi derrotado pelo iraniano Hadi Saei, por 8 a 6, que viria a ser o campeão olímpico. Deslocado para a repescagem, Diogo venceu sua primeira luta contra Carlos Molfetta, da Itália, por WO, e em seguida venceu o guatemalteco Gabriel Sagastume por 12 a 10, se credenciando para a disputa do bronze.

Naquela edição o taekwondo ainda distribuía apenas uma medalha de bronze ao contrário das duas que são distribuídas atualmente. No combate contra o sul-coreano Song Seob o brasileiro acabou sendo derrotado por 12 a 7, se despedindo em quarto lugar.

Após ficar ausente da edição de 2008, Diogo Silva retornou nos Jogos Olímpicos de Londres-2012 e novamente conquistou um quarto lugar. O paulista venceu duas lutas, contra um uzbeque e contra um jordaniano, até chegar nas semifinais contra o iraniano Mohammad Motamed. Após estar perdendo até os segundos finais o brasileiro conseguiu empatar o confronto em 5 a 5 com um golpe improvável.

Diogo Silva peso péna masculino
Digo Silva é considerado o melhor taekwondista masculi no do Brasil e esteve duas vezes perto de subir ao pódio olímpico (Reprodução)

No Golden Score o empate permaneceu, sendo a luta decidida pela arbitragem em favor do iraniano. Eliminado da luta final pelo ouro, Diogo foi em busca do bronze contra o americano Terrence Jennings. Novamente o brasileiro saiu perdendo e conseguiu empatar a luta em 5 a 5, mas faltando apenas três segundos para o final do confronto, o norte-americano conseguiu um chute na cabeça do brasileiro, levando o placar para 8 a 5 a seu favor. Novamente Diogo acabava derrotado em uma luta pela medalha de bronze, dessa vez passando ainda mais perto do que fora em Atenas-2004.

Histórico do peso pena masculino 68kg nos Jogos Olímpicos

O peso pena masculino 68kg é outra categoria masculina que também tem seus campeões divididos em vários países. São cinco diferentes nas cinco edições disputadas. Estados Unidos, Coreia do Sul, Irã, Turquia e Jordânia formam o quinteto de países campeões, sendo que Estados Unidos, irã e Coreia do Sul possuem ainda uma medalha de prata e uma de bronze cada.

O primeiro campeão olímpico foi Steven López, americano de origem guatemalteca, que muitos consideram como o melhor atleta da modalidade na história. Multimedalhista em mundiais, Jogos Pan-Americanos e Grand Prix, Stiven chegou a Sidney-2000 para a estreia da modalidade em jogos Olímpicos como o grande favorito ao ouro.

Após confrontos difíceis nas quartas e semifinal, o estadunidense enfrentou o sul-coreano Sin Joon-sik na final, vencendo pelo placar mínimo: 1 a 0. A medalha de bronze nessa primeira edição ficou com o iraniano Hadi Saei, outra lenda do taekwondo mundial.

O americano Steven Lopez (de azul) foi o primeiro campeão olímpico do peso pena masculino (Crédito: USA Team)

Na edição seguinte foi a vez de Hadi Saei brilhar. Steven López em Atenas-2004 já havia subido de categoria, deixando o caminho livre para os outros taekwondistas, e Saei não desperdiçou a oportunidade. Ouro para o iraniano contra o atleta de Taiwan, Huang Chih-hsiung, por 4 a 3. Huang já havia sido medalhista de bronze em Sydney-2000 na categoria de baixo (58 kg).

O bronze nessa edição ficou com Song Myeong-seob, da Coreia do Sul, que derrotou o brasileiro Diogo Silva no confronto decisivo. O fato curioso é a troca de postos no primeiro lugar entre Stiven López, campeão em 2000, e Hadi Saei, em 2004, já que o fato se repetiu na mesma ordem na categoria acima, com López vencendo a edição de 2004 na categoria 80 kg e Saei vencendo em 2008.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Son Tae-jin foi o responsável por dar à Careia do Sul sua medalha de ouro da categoria peso pena 68kg. Na final o sul-coreano derrotou o norte-americano Mark López, irmão do meio de Stiven López. Bronzes para Sung Yu-chi, de Taiwan, e para o jovem turco Servet Tazegül, de 20 anos.

Quatro anos depois o “Turco Louco” se tornaria campeão olímpico na edição de Londres-2012. Servet Tazegül era um dos principais favoritos ao ouro e não decepcionou. O turco passou por taekwondistas dos Estados Unidos, Ucrânia e Grã-Bretanha, até se classificar para a final contra o iraniano Mohammad Bagheri Motamed.

Campeão mundial em 2009 e medalhista de prata em 2011, Mohammad era um dos maiores rivais de Servet e como o esperado, o confronto final foi muito apertado, com vitória do “Turco Louco” por 6 a 5. Os bronzes ficaram com o afegão Rohullah Nikpai, medalhista de bronze na categoria 58 kg quatro anos antes, e com o americano Terrence Jennings, que derrotou o brasileiro Diogo Silva nos últimos segundos da luta.

Ahmad Abughaush conquistou a primeira medalha de ouro olímpica da Jordânia ao vencer o peso pena masculino na Rio-2016 (Wikipedia)

A edição de 2016 marcou a primeira medalha de ouro da história da Jordânia em Jogos Olímpicos.  O responsável pelo feito foi Ahmad Abughaush, que venceu a edição do Rio de Janeiro na categoria peso-pena batendo na final o russo Aleksey Denisenko por 10 a 6.

Denisenko, medalhista de bronze na categoria 58 kg em Londres-2012, havia eliminado o turco Servet Tazegül, então campeão olímpico, nas quartas de final. As medalhas de bronze ficaram com o belga Jaouad Achab e com o espanhol Joel González, campeão olímpico em Londres-2012 na categoria de baixo.

Medalhistas do peso pena masculino 68kg nos Jogos Olímpicos

JogosOuroPrataBronze
Sydney-2000Steven LopezUSASin Jun-SikKORHadi SaeiIRI
Atenas-2004Hadi SaeiIRIHuang Chih-HsiungTPESong Myeong-SeopKOR
Pequim-2008Son Tae-JinKORMark LopezUSASung Yu-Chi
Servet Tazegül
TPE
TUR
Londres-2012Servet TazegülTURMohammad B. MotamedIRIRohullah Nikpai
Terrence Jennings
AFG
USA
Rio-2016Ahmad AbughaushJORAleksey DenisenkoRUSJoel González
Lee Dae-Hun
ESP
KOR

Quadro de medalhas geral do peso pena masculino 68kg nos Jogos Olímpicos

PaísOuroPrataBronzeTotal
Coreia do Sul1124
Irã1113
Estados Unidos1113
Peru1012
Jordânia1001
Taipei Chinês0112
Rússia0101
Afeganistão0011
Espanha0011