Siga o OTD

Peso pena feminino 57kg

Peso pena feminino 57kg – Boxe – Jogos Olímpicos Tóquio 2020 

 

Chances do Brasil no peso pena feminino 57kg nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020

Jucielen Romeu representará o Brasil na categoria peso pena feminino em Tóquio (Jonne Roriz/COB)

A estreia da modalidade em Jogos Olímpicos contará com a participação da brasileira Jucielen Romeu. Paulista de Rio Claro, Jucielen conquistou a medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos de Lima-2019 na categoria peso-galo, que não é olímpica, se tornando naquele momento a primeira brasileira a alcançar uma final do evento no boxe feminino.

A boxeadora passou boa parte do ciclo nas categorias -51 kg e -54 kg, tendo mudado de peso para a categoria olímpica -57 kg no Mundial de 2019. Ao longo da carreira, entre as diversas medalhas, Jucielen conquistou o ouro na Cologne World Cup de 2021, a prata no Torneio dos Balcãs de 2020 e vice-campeã dos Jogos Mundiais Militares de 2019. Embora não entre com favoritismo no torneio olímpico, um bom chaveamento pode colocar Jucielen Romeu na rota de uma medalha olímpica.

+ Veja a lista dos brasileiros classificados para os Jogos

O Brasil no peso pena feminino 57kg dos Jogos Olímpicos

A categoria está estreando no programa olímpico em Tóquio-2020

Favoritas do peso pena feminino 57kg nos Jogos de Tóquio-2020

Uma das estreantes do boxe feminino em Jogos Olímpicos, a categoria peso-pena feminino tem como atual campeã mundial a filipina Nesthy Petecio, que derrotou na final do mundial de 2019 a russa Liudimila Vorontsova. Ambas boxeadoras estão entre as cotadas para conquistarem uma medalha em Tóquio. Nesthy inclusive é a atual vice-líder do ranking mundial e quinta colocada no ranking olímpico. 

Nesthy Petecio boxe
A atual campeã mundial do peso pena é a filipina Nesthy Petecio, que chega como uma das favoritas ao ouro em Tóquio (Reprodução)

O ranking mundial é liderado pela taiwanesa Lin Yu-ting, de 25 anos. A pugilista foi medalhista de bronze no mundial de 2019 e campeã mundial em 2018, mas na categoria peso-galo, que não é olímpica, mas conta pontos para o ranking da categoria pena. A taiwanesa ainda detém o título de campeã asiática no peso-pena.

A pugilista Karriss Artingstall, da Grã-Bretanha, foi medalhista de bronze no mundial de 2019 e vice-campeã europeia no mesmo ano e vem em um crescente na categoria. Quem também teve destaque no ciclo foi a indiana Sonia Chahal. Vice-campeã mundial de 2018, Sonia conquistou ainda o bronze no Campeonato Asiático de 2019 e também ocupa um dos primeiros lugares no ranking mundial.

Campeã mundial de 2018, a alemã Ornella Wahner não teve muito destaque no final do ciclo olímpico, mas também pode pintar no pódio. Outra pugilista que teve destaque no mundial de 2018 é a holandesa Jemyma Betrian, quando conquistou a medalha de bronze. Medalhista de prata nos Jogos Europeus de 2019, a holandesa tentará sua primeira medalha olímpica em Tóquio.

Atletas como a japonesa Sena Irie, a argentina Leonela Sanchez, a italiana Irma Testa e a brasileira Jucielen Romeu tentarão surpreender os grandes nomes da categoria e cavar um lugar no pódio.

Histórico do peso mosca feminino 57kg nos Jogos Olímpicos

A categoria estará estreando no programa olímpico em Tóquio-2020

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK