Siga o OTD

Bárbara Elisabeth Arenhart (Babi)

Babi Arenhart – seleção brasileira de handebol feminino – Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Ficha TécnicaMedalhas
Nascimento:. Novo Hamburgo/RS
Idade: 34 anos (04/10/1986)
Altura: 1,82m
Clube: RK Kirin/ Eslovênia
Olimpíada: 1 (Rio-2016)
Pan: 4 (Guadalajara-2011, Toronto-2015, Lima-2019)

MUNDIAL
– Sérvia-2013

PAN
Guadalajara-2011, Toronto-2015, Lima-2019

Bárbara Elisabeth Arenhart, mais conhecida como Babi Arenhart é uma goleira campeã mundial que defenderá a meta verde-amarela nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. A experiente gaúcha irá em busca da medalha que lhe falta com a seleção brasileira de handebol feminino em sua coleção: a olímpica.

Ruim de linha

Segundo a própria jogadora, “por ser muito ruim na linha”, Babi Arenhart já começou no handebol atuando no gol. Aos 11 anos, a jogadora iniciou os treinamentos na modalidade na escola em que estudava. Com o tempo, Barbara pegou gosto pela posição e, aos 13 passou a jogar pelo Santa/Feevale, de Novo Hamburgo no Rio Grande do Sul. 

+ Tabela, chances do Brasil, favoritos e mais: Saiba TUDO sobre o handebol feminino em Tóquio 2020

Babi Arenhart permaneceu sete anos no clube de sua cidade natal, onde terminou sua formação nas categorias de base e subiu para o time adulto. Em 2007, prestes a completar 21 anos, a goleira se transferir para o Metodista/São Bernardo, que na época era um dos maiores times de todo o país. Contudo, a atleta permaneceu apenas um ano defendendo o clube e a Europa apareceu em sua vida.

O primeiro clube de Babi Arenhart no velho continente foi o BM Sagunto, da Espanha. A goleira permaneceu no time até 2010, quando se transferiu para o Hypo Niederösterreich, da Áustria, e viveu o melhor momento da sua carreira, até então.

Um projeto que lhe deu o mundo

Dois anos depois, a goleira participou de um projeto da Confederação Brasileira de Handebol que a levou ao Hypo Niederösterreich, da Áustria, juntamente com outras estrelas do Brasil como Ana Paula, Deonise, Fabiana, Dara, Fernanda e Alexandra.

Com as colegas, Babi venceu duas edições do Campeonato Austríaco, duas Copas da Áustria e uma Recopa Europeia. Em 2013, além de conquistar o título nacional, Babi Arenhart foi eleita a melhor goleira e a melhor jogadora do campeonato.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK 

Entrosada com as seis companheiras de clube e treinada pelo dinamarquês Morten Soubak, também técnico da seleção feminina à época, viveu o maior momento de sua carreira em 2013, no Mundial da Sérvia. Ao lado das colegas de Hypo, sagrou-se campeã do mundo. O Brasil foi o segundo país não europeu a conquistar tal feito.

Ana Paula Belo Babi Arenhart Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 seleção brasileira de handebol feminino handebol feminino
A seleção feminina de handebol conquistou o histórico título mundial de 2013 (arquivo)

Sucesso na Europa

Em sua carreira por clubes, Babi Arenhart saiu da Hungria e passou por Romênia, Dinamarca, Noruega e Montenegro. Foi vice-campeã norueguesa e romena em suas passagens.

Pela seleção brasileira, a goleira fez parte da equipe que disputou os Jogos Pan-Americanos de 2011, 2015 e 2019, ficando com a medalha de ouro em todas as edições.

Em Mundiais, além do título de 2013, esteve presente em todos desde 2011. Nesse, inclusive, fez o gol da vitória no último minuto contra a Tunísia. Esteve presente nos campeonatos mundiais de 2015, onde o Brasil foi eliminado nas oitavas de final, 2017 e 2019, que as brasileiras foram eliminadas na fase de grupos.

Babi Arenhart Buducnost champions - Babi Arenhart - seleção brasileira de handebol - Olimpíada de Tóquio 2020
Babi jogando a Champions League pelo Buducnost, de Montenegro (Reprodução/EHF.eurohandball.com)

Em 2021

Babi teve uma boa temporada pelo Budcnost. Na Champions League, teve boas atuações defendendo a meta de sua equipe, que acabou caindo nas quartas de final para o Gyori, de Duda Amorim.

Após a eliminação, Babi Arenhart revelou sua transferência para a Eslovênia, onde jogará no RK Krim, time em que também atua a brasileira Samara. O contrato foi de uma temporada, com possibilidade de renovação.

Com a seleção brasileira de handebol feminino, participou em abril da Hep Croatia Cup, torneio amistoso na Croácia que tinha as donas da casa, a seleção feminina e a atual campeã mundial Holanda. Babi foi um dos destaques do Brasil na boa vitória sobre a Holanda. A goleira também esteve em quadra na derrota para a Croácia, que rendeu ao Brasil o segundo lugar.

viagra