Siga o OTD

Jaqueline Mourão

Jaqueline Mourão – Ciclismo Moutain Bike – cross country (XCO) – Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Ficha TécnicaMedalhas
Nascimento:. Belo Horizonte/MG
Idade: 45 anos (27/12/1975)
Altura: 1,70m
Peso: 54kg
Olimpíada: 2 (Atenas 2004, Pequim-2008)
Pan: 2 (Lima-2019)

PAN

– Lima 2019

Jaqueline Mourão é uma atleta que representará o Brasil no cross country (XCO) do ciclismo Mountain Bike feminino nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Experiente, o atleta de 45 anos participa de sua terceira Olimpíada de Verão e seu sétimo evento olímpico na carreira, já que disputou 4 Olimpíadas de Inverno.

+ Rivais, chances de Jaqueline, favoritos e mais: Saiba TUDO sobre o moutain bike em Tóquio

A definição de atleta olímpica

Se tem uma pessoa que pode dizer com todas as letras que é uma verdadeira atleta, esta pessoa é Jaqueline Mourão. Aos 45 anos, a atleta vai participar de sua oitava edição de Jogos Olímpicos tendo dividido estas participações entre as edições de verão e inverno e pelo mountain bike e no esqui e no biatlo.

+ Confira TUDO sobre TODAS AS PROVAS do ciclismo mountain bike na Olimpíada de Tóquio

E este amor pelo esporte vem de cedo. Desde criança, a mineira de Belo Horizonte preservou a prática esportiva viva em sua vida, tendo iniciado a sua trajetória em outras modalidades, como natação, ginástica artística e atletismo.

Com o ciclismo, a história de Jaqueline começou aos 15 anos, quando começou a competir nas modalidades cross country e downhill. Com o tempo, a atleta preferiu focar nas provas aeróbicas e focou no moutain bike.

A projeção no alto nível do esporte veio no início dos anos 2000. Com ótimos resultados na carreira, a atleta emendou boas temporadas no ciclismo, mesmo atuando de maneira paralela também em competições do esqui. Os bons resultados fizeram com que Jaqueline estreasse em Jogos Olímpicos em Atenas 2004.

Jogos Olímpicos de Tóquio 2020
Jaqueline Mourão tem uma carreira de mais de 30 anos no esporte (Jonne Roriz/COB)

Idas e vindas

Alternando bons resultados nas duas modalidades, a atleta decidiu se afastar da bicicleta em 2008, logo após a dispuia dos Jogos Olímpicos de Pequim, que era o terceiro na sua carreira. Naquele momento, Jaqueline optou por focar suas atenções nos esportes de gelo, que já haviam lhe rendido a participação dos Jogos Olímpicos de Inverno de Torino de 2006.

Moutain bike Olimpíada Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 cross country (XCO)
Jaqueline Mourão foi porta-bandeira do Brasil nos Jogos Olímpicos de Inverno (Divulgação)

Durante os dez anos em que esteve focada nas disputas na neve, a atleta participou de mais três edições do evento olímpico de inverno: Vancouver, no Canadá, 2010, Sochi, na Rússia, 2014, e PyongChang, na Coreia do Norte em 2018. Apesar disso, a frustação de ter perdido a medalha durante os Jogos Pan-Americanos no Rio 2007, em que finalizou na quarta colocação, ainda perseguiam a atleta, que decidiu retomar as pedaladas em 2018 para tentar apagar aquele resultado frustrante conquistado no Brasil.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK 

E a redenção veio rápido. Disputando os Jogos Pan-Americanos de Lima 2019, Jaqueline Mourão conseguiu cumprir o seu objetivo de subir ao pódio ao conquistar a medalha de bronze na disputa do ciclismo mountain bike. O bom retorno da atleta nas competições da modalidade renderam ao país uma cota olímpica entre as mulheres no esporte. Melhor brasileira ranqueada, Jaqueline ficou com a vaga.

Busca pela oitava

Prestes a disputar a sua sétima edição de Olimpíada, Jaqueline Mourão já tem traçado o seu objetivo para o futuro próximo: a oitava. Com estreia marcada para fevereiro de 2022, os Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim estão nos planos da atleta, que passaria a ser a atleta brasileira com mais participações em eventos deste nível.

+ Saiba TUDO sobre TODAS AS PROVAS de TODAS AS MODALIDADES da Olimpíada de Tóquio 2020

Atualmente, Jaqueline Mourão divide o posto com o velejador Robert Scheidt, a jogadora de futebol Formiga, o cavaleiro Rodrigo Pessoa e o jogador de tênis de mesa Hugo Hoyama, com seis Olimpíada cada. Em Tóquio, a atleta chegará a sua sétima campanha, porém deverá ser acompanha de Scheidt, Formiga e Rodrigo Pessoa, que também devem viajar até a capital japonesa. Caso consiga a sua classificação para a China pelo esqui, Jaqueline passará a ser isolada a líder deste ranking.

Jaqueline Mourão - Mountain Bike - cross country (XCO) - Tóquio 2020
Jaqueline Mourão lutará para participar de sua oitava Olímpiada (Abelardo Mendes Jr/ rededoesporte.gov.br)

Em 2021

Por conta da pandemia, Jaqueline participou de poucos eventos no ciclismo na atual temporada. Os principais destaques foram as duas etapas da Copa do Mundo de Mountain Bike. A ciclista não conseguiu bons resultados em ambos, ficando na 88ª colocação em Nova Mesto e na 93ª em Albstadt.

RESULTADOS

DataProvaHorário/ResultadoLigaTemporada
Cross country feminino x Jaqueline MourãoJogos Olímpicos - Ciclismo Mountain Bike2020
XCO feminino x Jaqueline MourãoEtapa de Nove Mesto da Copa do Mundo de Mountain Bike2021
XCO feminino - Jaqueline MourãoEtapa de Albstadt da Copa do Mundo de Mountain Bike2021
Final – 10 km feminino - Jaqueline MourãoMundial de Esqui Cross Country2021
Skiathlon feminino - Jaqueline MourãoMundial de Esqui Cross Country2021
5 km feminino - Jaqueline MourãoMundial de Esqui Cross Country2021
Elite feminino x Jaqueline MourãoEtapa de Snowshoe da Copa do Mundo de mountain bike2019
Cross Country feminino x Jaqueline MourãoMundial de mountain bike2019
Cross Country feminino x Jaqueline MourãoEtapa de Lenzerheide da Copa do Mundo de mountain bike2019
Cross Country feminino - Jaqueline MourãoJogos Pan-Americanos - Ciclismo Mountain Bike2019
Cross Country feminino x Jaqueline MourãoEtapa de Nove Mesto da Copa do Mundo de Mountain Bike2019
Cross Country Olímpico feminino x Jaqueline MourãoEtapa de Albstadt da Copa do Mundo de Mountain Bike2019
Jaqueline MourãoJogos Olímpicos de Inverno - Esqui Cross Country - 10km feminino