Siga o OTD

Gabriela Chibana

Gabriela Chibana – judô – peso ligeiro – -78kg – Olimpíada de Tóquio 2020

Ficha TécnicaMedalhas
Nascimento: São Paulo (SP)
Idade: 27 anos (07/08/1993)
Altura: 1,57kg
Peso: 48kg
Pan: 0
Olimpíada: 0

Gabriela Chibana é uma atleta do judô da categoria peso ligeiro (-48kg) feminino que pertence ao o Time Ajinomoto e que representará o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

+ Favoritos, datas e chances de Gabriela e mais; Confira tudo sobre a categoria – 48kg em Tóquio

A atleta venceu uma forte disputa interna entre Natália Brígida. Ambas foram muito regulares no Circuito Mundial, mas a vaga na categoria -48 kg feminino.

Coisa de família

Gabriela Chibana é oriunda de família japonesa e que respira judô. Ela e seu primo Charles Chibana, também judoca, tiveram contato com a modalidade desde muito cedo. O esporte é tão enraizado entre os familiares que Gabriela tem até um tatame em sua casa para os membros lutarem durante as confraternizações.

+ Confira TUDO sobre TODAS as categorias do judô na Olimpíada de Tóquio 2020

O judô é um assunto automático na família Chibana. A maioria dos integrantes já passou pela vida de judoca e isso faz com que se torne uma linguagem comum entre eles. O tema é facilmente discutido desde os primos mais novos até os parentes com mais de 30 anos.

Gabriela começou em uma academia de bairro, na Associação Vila Carrão. Em seguida, foi treinar no Corinthians e depois recebeu o convite do Pinheiros, clube que defende desde  2012.

Principais feitos

A judoca disputou seu primeiro Campeonato Mundial adulto em 2018, em Baku, no Azerbaijão. Apesar disso, ela já tinha certa experiência com a competição, tendo ido a outros mundiais nas categorias de base. E foi depois de seu primeiro Mundial juvenil que a competidora sentiu que realmente desejava seguir carreira no judô e vontade de representar o Brasil e conquistar medalhas.

A atleta tem como principais conquistas o Grand Prix em Abu Dhabi (2012) e o Grand Prix em Cancun (2017), ambos na categoria até 48kg.

+ Confira TUDO sobre TODAS as provas de TODAS as modalidades dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Além dessas, a judoca ganhou várias medalhas internacionais na Copa do Mundo, sendo campeã no Pan-Americano Aberto de Santiago, no Chile, em 2017, e na edição de Lima, no Peru, em 2018.

Gabriela subiu ao pódio também no Campeonato Mundial Militar de 2018, no Rio de Janeiro, saindo com a medalha de bronze. Em 2020, a competidora ficou em terceiro no Aberto da Europa, em Bratislava, na Eslováquia. 

Gabriela Chibana ligeiro até 48kg Jogos Olímpicos de. Tóquio 2020 judô
Maria Portela, judoca brasileira da categoria peso médio (Roberto Castro/rededoesporte.gov.br)

Enfermeira

Além do judô, Gabriela se dedica a outra atividade. A judoca acha importante ter uma formação paralela à carreira de atleta, já que a vida no esporte é algo que pode acabar mais cedo do que em outras profissões. Com o objetivo de ampliar seus horizontes, a judoca buscou um curso que saísse um pouco do universo esportivo. Ela começou a cursar enfermagem de forma meio aleatória e acabou gostando. A esportista completou sua formação acadêmica no Centro Universitário São Camilo. 

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Gabriela acredita que o judô lhe ensinou valores importantes, sendo um deles o Jita Kyoei, que pode ser traduzido como benefício mútuo. A judoca aprendeu que, mesmo o judô sendo um esporte individual, a atleta precisa do outro para se desenvolver. Para conciliar o esporte com a enfermagem, Gabriela precisou se superar e só conseguiu por sua coragem, calma e disciplina, virtudes adquiridas no dojô. 

Gabriela Chibana judô enfermagem
(arquivo pessoal)

Em 2021

A atleta teve resultados pouco exrpesssivos no ano olímpico. Nos três torneios Grand-Slams disputados ( Tashkent, Tbilisi e Kazan), Gabriela Chibana caiu por na primeira luta em todos.

O melhor feito da atleta no ano foi a medalha de prata no Campeonato Pan-Americano de judô, realizado em abril no México.

Em junho, Chibana participou do Mundial de Judô na categoria ligeiro ( -48kg) e novamente caiu no primeiro combate.

A confirmação de que Gabriela seria a representante da categoria ligeiro nos Jogos Olímpicos de Tóquio veio na metade de junho.

RESULTADOS

DataProvaHorário/ResultadoLigaTemporada
48 kg - Distria Krasniqi (KOS) x Gabriela Chibana (BRA)Jogos Olímpicos - Judô2020
48 kg - Harriet Bonface (MWI) x Gabriela Chibana (BRA)Jogos Olímpicos - Judô2020
48 kg x Gabriela Chibana (BRA)Mundial de Judô2021
48 kg - Gabriela Chibana (BRA)Grand Slam de Kazan de judô2021
Final - 48 kg - Gabriela Chibana (BRA) x Nathalia Brígida (BRA)Open Pan-Americano de Guadalajara de judô2021
48 kg - Semifinal - Jacqueline Solis (GUA) x Gabriela Chibana (BRA)Open Pan-Americano de Guadalajara de judô2021
48 kg - Mary Dee Vargas Ley (CHI) x Gabriela Chibana (BRA)Pan-Americano de judô2021
48 kg - Estefania Soriano (DOM) x Gabriela Chibana (BRA)Pan-Americano de judô2021
48 kg - Nemesis Candelo (PAN) x Gabriela Chibana (BRA)Pan-Americano de judô2021
48 kg - Gabriela Chibana (BRA)Grand Slam de Tbilisi de judô2021
48kg - Gabriela Chibana (BRA)Grand Slam de Tashkent2021
48kg x Gabriela Chibana (BRA)Grand Slam de Dusseldorf de judô2020
48kg x Gabriela Chibana (BRA)Aberto Europeu de Bratislava de judô2020
Gabriela Chibana (BRA) x Francesca Milani (ITA)Grand Prix de Tel Aviv de judô – 1ª rodada2020
48kg x Gabriela Chibana (BRA)World Masters de Judô2019
48kg - Gabriela Chibana (BRA)Grand Slam de Osaka de judô2019
Judô – 48kg - Gabriela Chibana (BRA)Jogos Mundiais Militares2019
48kg x Gabriela Chibana (BRA)Grand Prix de Montreal de judô2019
48kg x Gabriela Chibana (BRA)Grand Slam de Baku de judô2019