Siga o OTD

Giovana Queiroz Costa

Giovana Queiroz – seleção brasileira de futebol feminino – Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Ficha TécnicaMedalhas
Nascimento: São Paulo/SP
Idade: 18 anos (21/06/2003)
Altura:
Clube: Barcelona/ESP

Giovana Queiroz Costa, mais conhecida como Giovana Queiroz ou Gio, é uma atacante que atualmente atua no Barcelona e que foi convocada como suplente para a seleção brasileira de futebol feminino nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

+ Tabela, chances do Brasil, favoritos e mais: Saiba TUDO sobre o futebol feminino em Tóquio 2020

Tripla nacionalidade e a dúvida por qual seleção seguir

Giovana Queiroz nasceu em São Paulo, em 2003. Quatro anos mais tarde, se mudou para os Estados Unidos juntamente com os pais e o irmão. Em 2014, outra mudança, desta vez para a Espanha. Os brasileiros André Luiz Costa e Viviany Queiroz Costa, pais da jovem atleta, trabalham com comércio exterior, o que torna comum estas mundanças de localidades, como contaram ao ‘ge’ em entrevista.

Por conta da vivência em terras estadunidenses, Gio foi convocada duas vezes para a equipe sub-17 do país em 2019, além de participar de um período de treinamentos. Praticamente dois meses depois, em agosto, recebeu o chamado da Espanha para a mesma categoria. Curiosamente, desafiou os Estados Unidos em um torneio amistoso na Suécia, marcando três gols na vitória espanhola por 4 a 3.

+ Confira TUDO sobre TODAS as provas de TODAS as modalidades dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Vendo a concorrência aumentar, assim como a possibilidade de perder a atacante para outras nações, a seleção feminina do Brasil agiu rapidamente. Em fevereiro de 2020, ainda pelo sub-17, realizou duas partidas pelo Brasil, contra Áustria e Portugal, anotando um gol no primeiro compromisso.

Pia Sundhage, treinadora da equipe principal, deu oportunidades para ela. Giovana participou de treinamentos em Portugal e estreou pela seleção feminina profissional em dezembro daquele ano, vinda do banco de reservas na goleada sobre o Equador, por 8 a 0, no estádio do Morumbi.

A vontade de trabalhar com Pia Sundhage

Em junho, em entrevista à ‘TNT Sports’, Giovana Queiroz disse que teve ótimas experiências em todas as seleções que passou. Se sente feliz, valorizada e acolhida no Brasil, tendo orgulho de representar o time. Quanto à relação com Pia, comemorou as chances recebidas e espera aprender muito:

É super importante, para mim, contar com a confiança da Pia. Desde a primeira vez, ela sempre me incentivou a ser eu dentro do campo. Eu acho que posso aprender bastante com ela, tanto tecnicamente, como taticamente”, afirmou ao canal.

Início da (curta) carreira no futebol espanhol

Por mais que ainda seja muito jovem, Gio já teve experiências de gente grande no futebol feminino. Com apenas 11 anos de idade, começou a sua trajetória nas categorias de base do Atlético de Madrid, permanecendo até 2017. De lá, recebeu a oportunidade de defender as cores do Madrid CFF, clube que disputa a primeira divisão da Espanha. Foram 14 partidas realizadas como profissional, a primeira delas com apenas 15 anos, diante do Barcelona, justamente o seu atual time.

Giovana Queiroz - seleção brasileira de futebol feminino - Jogos Olímpicos de Tóquio 2020
Grande promessa da seleção feminina brasileira, Gio chegou ao Barcelona em julho de 2020. Foto: Reprodução/Barcelona

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK 

No verão europeu de 2020, em julho, ela, que é uma das grandes promessas do futebol mundial, assinou com o Barcelona. À época, através das redes sociais, o clube publicou um vídeo da assinatura de contrato e apresentação da brasileira, que falou em bom espanhol.

“É um sonho jogar no Barça, porque é uma oportunidade muito boa de continuar crescendo e ter sucesso. Espero vencer tudo e, acima de tudo, contribuir muito para a equipe. Treinar com pessoas com muita experiência me ajudará a crescer e será útil. Minha referência é a Marta. Eu a acompanho há muitos anos e gosto muito do jeito que ela joga”, comentou.

Em 2021

Na atual temporada, Giovana Queiroz vivia a expectativa pela convocação para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Recém-chegada à Catalunha, o desejo é crescer no Barcelona, clube com quem tem contrato até junho de 2023. A ideia é aproveitar os treinos fortes e o trabalho de alto nível promovido pelos blaugranas.

No dia 18 de junho, Pia Sundhage anunciou a lista de jogadoras escolhidas para representar a seleção feminina no Japão. Gio está entre as suplentes e pode disputar a competição caso haja algum corte ou lesão. Aos 18 anos e com um futuro brilhante pela frente, não deve morar para que ela apareça até no time titular em alguns poucos anos.

Confira o perfil de TODAS as jogadoras que representarão o Brasil em Tóquio

Goleiras: Bárbara (Avaí/Kindermann), Letícia Izidoro (Benfica-POR) e Aline Reis (Tenerife-ESP)

Defensoras: Poliana (Corinthians), Bruna Benites (Internacional), Rafaelle (Palmeiras), Erika (Corinthians), Tamires (Corinthians), Jucinara (Levante-ESP) e Letícia Santos (Frankfurt-ALE)

Meio-Campistas: Marta (Orlando Pride-EUA), Formiga (São Paulo), Andressinha (Corinthians), Júlia Bianchi (Palmeiras), Duda (São Paulo), Debinha (North Carolina Courage), Angelina (Ol Reign-EUA) e Andressa Alves (Roma-ITA)

Atacantes: Ludmila (Atlético de Madrid-ESP), Bia Zaneratto (Palmeiras), Geyse (Madrid CFF) e Giovana Queiroz (Barcelona-ESP).

viagra