Siga o OTD

800m feminino

Jogos Pan-Americanos – Lima 2019 – Atletismo – 800m feminino

Chances do Brasil

Brasil não terá representantes na prova

Local da competição

Estádio Atlético Pan-Americano

Local: Lima

Capacidade: 12.000 torcedores

A estrela dos Jogos

Abby Hoffman ganhou quatro medalhas nos 800m rasos em Jogos Pan-Americanos

A maior vencedora da história dos 800m rasos nos Jogos Pan-Americanos é a canadense Abby Hoffman. Ao todo, ela subiu quatro vezes no pódio com duas medalhas de ouro, uma de prata e uma de bronze. O primeiro pódio foi na primeira edição em que a prova foi disputada, em São Paulo 1963, quando ela venceu os 800m rasos com o tempo de 2min10s3. Em 1967, ela ficou em terceiro lugar com 2min04s8. No Pan seguinte, em Cali, ela voltou ao lugar mais alto do pódio com a marca de 2min05s5. Hoffman encerrou sua história em Pan no ano de 1975, quando ficou em segundo lugar com 2min06s9. A canadense disputou quatro edições dos Jogos Olímpicos e teve como melhor resultado o sétimo lugar na Cidade do México 1968. Depois que se aposentou, teve um papel importante para seu país. Por dez anos, entre 1981 e 1991, ela foi diretora geral da agência de esportes do governo do Canadá.

Nossos pódios

Flávia de Lima foi a quarta brasileira a subir no pódio dos 800m rasos feminino com o bronze conquistado em Toronto

O Brasil foi ao pódio apenas quatro vezes na história dos 800m rasos feminino nos Jogos Pan-Americanos. O melhor resultado foi a medalha de prata de Luciana Mendes em Mar Del Plata 1995. Além do segundo lugar conquistado por ela, o país comemorou três bronzes, com Soraya Telles em Indianápolis 1987, Christiane dos Santos em Havana 1991 e com Flávia de Lima (foto) em Toronto 2015

Medalhistas

ANO Medalha de ouro TEMPO Medalha de prata TEMPO Medalha de bronze TEMPO
1963 Abby Hoffman
Canadá
02:10.3 Leah Bennett Ferris
EUA
02:13.8 Noreen Deuling
Canadá
02:15.0
1967 Madeline Manning
EUA
02:02.4 Doris Brown
EUA
02:03.0 Abby Hoffman
Canadá
02:04.8
1971 Abby Hoffman
Canadá
02:05.5 Doris Brown
EUA
02:05.9 Penny Werthner
Canadá
02:06.3
1975 Kathy Weston
EUA
02:04.9 Abby Hoffman
Canadá
02:06.9 Joan Wenzel
Canadá
02:06.9
1979 Essie Kelley
EUA
02:01.2 Julie Brown
EUA
02:01.2 Aurelia Pentón
Cuba
02:02.1
1983 Nery McKeen
Cuba
02:02.2 Ranza Clark
Canadá
02:02.4 Alejandra Ramos
Chile
02:03.7
1987 Ana Fidelia Quirot
Cuba
01:59.1 Delisa Walton-Floyd
EUA
02:00.5 Soraya Telles
Brasil
02:00.6
1991 Ana Fidelia Quirot
Cuba
01:58.7 Alisa Hill
EUA
02:00.0 Celeste Halliday
EUA
02:01.4
1995 Meredith Rainey
EUA
01:59.4 Luciana Mendes
Brasil
02:01.7 Letitia Vriesde
 Suriname
02:02.3
1999 Letitia Vriesde
 Suriname
02:00.0 Zulia Calatayud
Cuba
02:00.7 Meredith Valmon
EUA
02:01.5
2003 Adriana Muñoz
Cuba
02:02.6 Marian Burnett
Guiana Guiana
02:03.6 Christiane dos Santos
Brasil
02:04.4
2007 Diane Cummins
Canadá
01:59.8 Rosibel García Mena
Colômbia Colômbia
02:00.0 Zulia Calatayud
Cuba
02:00.3
2011 Adriana Muñoz
Cuba
02:04.1 Gabriela Medina
  México
02:04.4 Rosibel García
Colômbia Colômbia
02:04.5
2015 Melissa Bishop
Canadá
01:59.6 Alysia Montaño
EUA
01:59.8 Flávia de Lima
Brasil
02:00.4

Quadro de medalhas

Ordem País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze Total
1  EUA 4 7 2 13
2  Cuba 5 1 2 8
3  Canadá 4 2 4 10
4  Suriname 1 0 1 2
5  Brasil 0 1 3 4
6  Colômbia 0 1 1 2
7  Guiana 0 1 0 1
 México 0 1 0 1
9  Chile 0 0 1 1

A prova

A tcheca Jarmila Kratochvilovades é a recordista mundial dos 800m rasos feminino desde 1983

800 metros é uma distância olímpica clássica do atletismo, disputada desde os primeiros Jogos Olímpicosrealizados em Atenas 1896. Consiste em duas voltas na pista oficial de atletismo, que mede 400 metros. É considerada uma prova de meio-fundo. É uma prova que exige grande capacidade psicológica e mental para suportar e aumentar com eficiência a alta velocidade que a distância exige.

O atual recorde mundial e olímpico da prova é do queniano David Rudisha, ao conquistar a medalha de ouro em Londres 2012 com a marca de 1m40s91; nesta final olímpica, considerada a maior prova de 800 m da história, sete dos oito atletas fizeram a sua melhor marca pessoal e vários recordes nacionais foram batidos. Ela é considerada pela Federação Internacional de Atletismo – IAAF, a prova pela qual os Jogos Olímpicos de Londres de 2012 serão lembrados no futuro. Entre as mulheres, o recorde mundial – 1:53.28 – pertence à tcheca Jarmila Kratochvilovades (foto) de 26 de julho de 1983 e é o mais antigo recorde mundial existente no atletismo; o recorde olímpico, da soviética Nadiya Olizarenko – 1:53:43 – de Moscou 1980, se mantém em vigor há 35 anos.

O brasileiro Joaquim Cruz foi campeão olímpico nesta mesma prova em Los Angeles 1984 e medalha de prata em Seul 1988. Cruz é o quinto atleta mais rápido nesta distância. A atleta lusófona mais destacada nos 800 metros é a moçambicana Maria de Lurdes Mutola, três vezes campeã do mundo e campeã olímpica em Sydney 2000.

AGENDA DO DIA

jan 22 07:15 Torneio Strandja de boxe Iulia Coroli (MDA) Grazieli de Jesus (BRA) jan 22 08:00 Etapa de João Pessoa do Circuito Brasileiro de vôlei de praia Pré-Qualifying e Qualifying masculino e feminino jan 22 08:30 ITF de Monastir Erika Pereira (BRA)/Sophia Intert (ALE) 0 Darja Suvirdjonkova (SER)/Qinwen Zheng (CHN) 2 jan 22 09:30 Torneio Strandja de boxe Luiz Fernando da Silva (BRA) Alianksandr Radzionau (BLR) jan 22 10:30 Super 300 da Tailândia de badminton Ygor Coelho (BRA) 0 Soong Joo Ven (MAS) 2 jan 22 11:00 ITF de Cancún Nick Chappell (EUA) Mateus Alves (BRA) jan 22 11:00 ITF de Cancún José Pereira (BRA) 2 Zane Khan (EUA) 1 jan 22 11:30 Torneio Strandja de boxe Damian Durkacz (POL) 0 Wanderson Oliveira (BRA) 5 jan 22 11:30 Champions League de vôlei feminino Eczacibasi (TUR) LP Salo (FIN) jan 22 12:00 Torneio Strandja de boxe Kristiyan Dimitrov (BUL) Abner Teixeira (BRA) jan 22 12:15 Torneio Strandja de boxe Michael Nevin (IRL) 1 Hebert Conceição (BRA) 4 jan 22 13:00 Etapa de Miami da Copa do Mundo de vela Finn Fabiano Vivacqua jan 22 14:00 Campeonato Húngaro de handebol feminino Siofok (HUN) Gyori (HUN) jan 22 14:00 Champions League de basquete masculino Gaziantep (TUR) Iberostar Tenerife (ESP) jan 22 15:00 Campeonato Sul e Centro-americano de handebol masculino Argentina Uruguai jan 22 15:00 ITF de Cancún Mateus Alves (BRA)/Genaro Olivieri (ARG) David Fox (GBR)/Mark Whitehouse (GBR) jan 22 15:30 Campeonato Húngaro de handebol feminino Ferencvaros (HUN) Érd (HUN) jan 22 15:30 Torneio Strandja de boxe Sonia Lather (IND) Jucielen Romeu (BRA) jan 22 16:15 Torneio Strandja de boxe Kurt Walker (IRL) Carlos Rocha (BRA) jan 22 16:30 Champions League de basquete masculino San Pablo Burgos (ESP) AEK (GRE) jan 22 17:00 Campeonato Sul e Centro-americano de handebol masculino Paraguai Chile jan 22 17:30 ITF de Vero Beach Gabriela Cé (BRA) Françoise Abanda (CAN) jan 22 17:30 Copa São Paulo de Juniores - Semifinal Grêmio Oeste jan 22 17:30 Torneio Strandja de boxe Amre Allman (DIN) Keno Machado (BRA) jan 22 19:00 Campeonato Sul e Centro-americano de handebol masculino Brasil Bolívia jan 22 19:30 Superliga de vôlei masculino - Primeira Fase Maringá Vôlei EMS Taubaté Funvic jan 22 20:00 Pré-Olímpico de futebol masculino - Grupo B Paraguai Bolívia jan 22 20:00 NBB Minas Tênis Clube Basquete Rio Claro jan 22 21:00 NBA Toronto Raptors Philadelphia 76ers jan 22 21:30 NBA Boston Celtics Memphis Grizzlies jan 22 22:00 NCAA - Basquete feminino universitário Texas Kansas jan 22 22:00 NBA Houston Rockets Denver Nuggets jan 22 22:00 NBA Chicago Bulls Minnesota Timberwolves jan 22 22:30 Pré-Olímpico de futebol masculino - Grupo B Brasil Uruguai