Siga o OTD

C1 200 m feminino

Chances do Brasil

Valdenice do Nascimento foi a 12ª no Mundial de 2019, não conseguindo uma das nove vagas para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 na prova do C1 200 m feminino. A última chance para tentar uma vaga será na 2ª etapa da Copa do Mundo de canoagem velocidade, que será realizada de 19 a 23 de maio, em Barnaul, na Rússia. 

A realocação de cotas que favoreceu Vágner Souta, tirou a chance de Valdenice e a vaga das Américas acabou indo para a Bulgária.

+ Veja a lista dos brasileiros classificados para a Olimpíada

Favoritas no Canoa Individual (C1) 200 m feminino em Tóquio

A norte-americana Nevin Harrison é atual campeã mundial e pan-americana da prova e chega como a principal candidata. Contudo, não se pode descartar a russa Olesia Romasenko, que conquistou a prata nos dois últimos mundiais (2018 e 2019).

A canadense Laurence Vincent-Lapointe já ganhou 13 medalhas de ouro em mundiais, mas foi flagrada no doping e ainda está atrás de uma vaga para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

Mas como a prova é uma novidade no programa olímpico, tudo pode acontecer nas raias do Sea Forest Waterway.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Sea Forest Waterway canoagem velocidade tóquio jogos olímpicos
Sea Forest Waterway, local das provas olímpicas da canoagem e do remo

Canoa Individual (C1) 200 m feminino nos Jogos Olímpicos

A prova estreia em Jogos Olímpicos. Sendo assim, conheceremos a primeira campeã olímpica no C1 200 m feminino.