Siga o OTD

Eduard Soghomonyan

Eduard Soghomonyan – wrestling masculino – categoria até 130kg luta greco-romana -Tóquio 2020

Ficha TécnicaMedalhas
Nascimento:. Yerevan/Armênia
Idade: 31 anos (19/02/1990)
Altura: 1,90m
Peso: 125kg
Pan: 0
Olimpíada: 1 (Rio-2016)

Eduard Soghomonyan é uma atleta armênio naturalizado brasileiro do wrestling – modalidade que também é conhecida como luta olímpica – que representará o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 na categoria até 130kg da luta greco romana.

+ Rivais, chances de Soghomonyan, favoritos e mais: Saiba TUDO sobre a categoria até 130kg em Tóquio

Na capital japonesa, terá a companhia de Aline Silva, que competirá na categoria até 76kg e Laís Nunes, que competirá na categoria até 62kg.

Fugindo da guerra

Nascido em Yerevan, capital da Armênia, Eduard Soghomonyan veio para o Brasil em 2011, se naturalizou e se consolidou como principal nome do país na categoria até 130 kg do wrestling.

+ Confira TUDO sobre TODAS as categorias do wrestling na Olimpíada de Tóquio 2020

Os conflitos sociais na Armênia e a falta de prestígio para fazer parte da seleção local fizeram Eduard Soghomonyan decidir em vir para o Brasil em busca de uma qualidade de vida melhor. A passagem foi comprada com o dinheiro da venda de um carro e o lutador encarou a chegada no Brasil como uma “guerra vencida”.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK 

No Brasil, Eduard Soghomonyan buscou o apoio da Confederação Brasileira de Wrestling (CBW) para representar o país na modalidade. O lutador, entretanto, precisou passar quatro anos sem defender a Armênia em competições para, a partir de então, poder lutar pelo Brasil.

Resultados após ‘quarentena’

Após o período focado nos treinos e uma verdadeira luta para conseguir o passaporte, Eduard Soghomonyan, enfim, voltou às lutas em 2015, quando se classificou para o wrestling dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016. Com várias viagens para definir a burocracia do processo de naturalização a poucas semanas do evento, o armênio-brasileiro perdeu ainda na primeira luta, em menos de dois minutos.

+ Confira TUDO sobre TODAS as provas de TODAS as modalidades dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Buscando melhorar o rendimento e treinar com os melhores atletas, Eduard Soghomonyan se mudou para Los Angeles, nos Estados Unidos, no segundo semestre de 2016. Em solo americano, conheceu sua esposa, com quem teve um filho, batizado de Ricardo, o nome do brasileiro que ajudou Soghomonyan quando ele chegou ao país em 2011.

Em março de 2020, Eduard Soghomonyan foi finalista da Seletiva Olímpica Pan-Americana de Wrestling, realizada em Ottawa, no Canadá, e conseguiu a vaga para a categoria até 130kg da luta greco-romana nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Com o processo de naturalização consolidado, o lutador quer ir mais longe do que foi no Rio de Janeiro.

Eduard Soghomonyan - wrestling - até 130kg - Olimpíada de Tóquio 2020 luta olímpica greco-romana
Eduard Soghomonyan competindo na Rio-2016 na categoria até 130kg da luta greco-romana (Flávio Florido/Exemplus/COB)