Siga o OTD

Ana Cristina Menezes Oliveira de Souza

Ficha TécnicaMedalhas
Nascimento:. Rio de Janeiro (RJ)
Idade: 17 anos (07/04/2004)
Altura: 1,80m
Peso: 60kg
Clube: Fenerbahçe/Turquia
Pan: 0
Olimpíada: 0

Ana Cristina Menezes Oliveira de Souza, mais conhecida como Ana Cristina, é uma jóia do esporte brasileiro de apenas 17 anos que estará com a seleção brasileira de vôlei feminino nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

+ Tabela, favoritos, datas, chances do Brasil e mais; Confira TUDO sobre vôlei feminino em Tóquio 2020

Dona de um ataque poderoso a 3,09m do chão e de um bloqueio a 2,96m, a jovem, que atua tanto como ponteira como oposta, deve ser uma das armas secretas de José Roberto Guimarães na Olimpíada do Japão.

De família

A jovem carioca da capital fluminense que começou a destoar no vôlei nacional só poderia praticar essa modalidade. Isso porque é filha de Alex Souza, ex-jogador de basquete e Cecília Menezes, a Ciça, campeã mundial sub-20 na seleção de base e com passagem pela seleção adulta e por clubes como Flamengo e Minas.

+ Confira TUDO sobre TODAS as provas de TODAS as modalidades dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Ana Cristina cresceu vendo a mãe Ciça jogar juntas com craques do vôlei como Jaqueline e Paula Pequeno. Não haveria mesmo outro jeito de praticar um outro esporte. Rapidamente, chamou a atenção em uma peneira no São Caetano.

“Sempre assisti aos treinos da minha mãe, às vezes eu batia bola com ela. Até que um dia uma amiga me chamou para fazer escolinha de vôlei, eu nunca tinha pensado em levar a sério até então. Via a minha mãe jogando, comecei a jogar. Em casa ela me dá dicas até hoje, me ajuda com ataque, com o passe. É um sonho defender a seleção brasileira. Eu comecei a jogar em São Caetano, primeiro como central, já joguei como oposta e agora foco na ponta. Meu pai também foi jogador de basquete, então o esporte é algo que está no sangue”, contou Ana.

Ana Cristina - seleção brasileira de vôlei - Olimpíada de Tóquio 2020
Ana Cristina, em um passado não muito distante, com a mãe Ciça (arquivo pessoal)

Títulos e prêmios

Ana Cristina explodiu como a principal revelação das quadras do país. Filha da ex-ponteira , a jovem foi descoberta em uma peneira em São Caetano em 2014, quando tinha apenas 10 anos. Quatro anos depois, já foi chamada para integrar o elenco da seleção brasileira de vôlei feminino sub-18.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

De cara, conquistou a medalha de bronze no Campeonato Sul-Americano, seu primeiro título com a seleção, sendo inclusive eleita a melhor oposta da competição. Um ano depois, a atleta então com 15 anos de idade levou a medalha de bronze no Mundial do Egito de 2019, vencendo o prêmio de melhor ponteira.

Ana Cristina Zé Roberto Garota de 16 anos Brasil Sesc - Ana Cristina - seleção brasileira de vôlei - Olimpíada de Tóquio 2020
Ana Cristina recebe prêmio no Mundial do Egito (FIVB/Divulgação)

Cobiçada

Ana Cristina começou a chamar a atenção do vôlei nacional, como também do internacional. Rumores diziam que a França estava interessada em naturalizar a jovem garota para a disputa dos Jogos Olímpicos de Paris em 2024, algo que foi desmentido pelo seu empresário.

+ Tabela, favoritos, datas, chances do Brasil e mais; Confira TUDO sobre vôlei MASCULINO em Tóquio

Clubes do Brasil e do exterior passaram a cobiçar a jogadora, que quase acertou sua transferência para o Le Canet, da França. Por conta da pandemia no entanto, Ana Cristina mudou os planos e então optou por defender o Sesc-RJ do técnico Bernardinho.

Em 2021

Na equipe carioca comandada pelo técnico bicampeão e cinco vezes medalhista olímpico, Ana Cristina destoou com apenas 16 anos de idade.

Os números alcançados foram incríveis: 9ª maior pontuadora com 316 pontos (ficando à frente de jogadoras consagradas como Tiffany Abreu, Dani Cuttino, dentre outras), 9ª maior média de pontos por set (3,66), 12ª melhor sacadora com 18 aces e 19ª melhor recebedora com 60% de acerto nas recepções.

Ao final da temporada, foi anunciada pelo tradicional Fenerbahçe, da Turquia, como reforço para a temporada 2021/22. Com moral ,recebeu até vídeo do ex-jogador de futebol e ídolo absoluto do clube turco, Alex. No país europeu, será rival de Gabi, que joga no VakifBank, atual campeão nacional em cima justamente do Fenerbahçe.

Com apenas 16 anos, foi convocada por Zé Roberto para a disputa da Liga das Nações Feminina em junho com a seleção brasileira de vôlei feminino. Com personalidade, entrou bem quando solicitada e ajudou o Brasil a conquistar a medalha de prata.

Logo após a conclusão da Liga das Nações, José Roberto divulgou a lista de convocadas para a Olimpíada com o nome de Ana Cristina A ponteira de 17 anos disputará sua primeira Olimpíada e deve ser uma das armas secretas do técnico tricampeão olímpico para surpreender as rivais em Tóquio.

Confira o perfil de TODOS os jogadores que representarão o Brasil em Tóquio

Levantadoras:
Macris
Roberta

Oposta:
Tandara

Oposta/Ponteira:
Rosamaria

Ponteiras:
Gabi
Natália
Fernanda Garay
Ana Cristina

Centrais:
Carol
Carol Gattaz
Bia

Líbero:
Camila Brait