Siga o OTD

Guilherme Antonio Arana Lopes

Guilherme Arana – futebol masculino – Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Ficha TécnicaMedalhas
Nascimento: São Paulo/SP
Idade: 24 anos (14/04/1997)
Altura: 1,76m
Clube: Atlético/MG

Guilherme Antonio Arana Lopes, mais conhecido como Guilherme Arana, é lateral-esquerdo do Atlético Mineiro e representará a seleção brasileira de futebol masculino nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

+ CONFIRA TUDO SOBRE O FUTEBOL NOS JOGOS OLÍMPICOS DE TÓQUIO 2020

Uma década de Corinthians

Criado em Sapopemba, na Zona Leste de São Paulo, Guilherme Arana tem uma relação especial com o Corinthians. Afinal, chegou ao Parque São Jorge com apenas 10 anos de idade, em 2007, ano do primeiro e único rebaixamento do clube na história. Passou por todas as categorias de base até chegar ao elenco principal, depois de idas e vindas.

Com apenas 16 anos, em 2014, foi promovido por Mano Menezes para integrar o time profissional. Chegou a ficar no banco de reservas em partidas válidas pela Copa do Brasil e pelo Campeonato Brasileiro. Mais tarde, retornou ao sub-20 para disputar a Copa São Paulo de Futebol Júnior no ano seguinte, quando o Timão bateu o Botafogo de Ribeirão Preto por 1 a 0 e ficou com a taça.

Guilherme Arana - futebol masculino - Jogos Olímpicos de Tóquio 2020
Hoje no Atlético Mineiro, Guilherme Arana foi revelado e campeão pelo Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians)

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

A partir dali, o lateral-esquerdo começou a se destacar e aparecer para o cenário nacional. Passou um curto período de empréstimo no Athletico Paranaense, mas retornou repentinamente em função da saída de Fábio Santos, então titular, para o Cruz Azul, do México.

Arana teve sequência interessantes de jogos pelo Corinthians ao longo do Brasileirão de 2015, ano em que a equipe faturou o hexacampeonato. O primeiro gol entre os profissionais aconteceu justamente diante do Palmeiras, o maior rival, em um empate em 3 a 3 no Allianz Parque. Mais tarde, foi titular absoluto com o treinador Fábio Carille, em 2017, ano em que o clube levantou as taças do Paulistão e do Campeonato Brasileiro.

Passagens pelo futebol europeu

Os três títulos e as boas atuações naturalmente chamaram a atenção do futebol europeu. Amadurecendo na carreira, Guilherme Arana fechou com o Sevilla, da Espanha, ainda em 2017. Ao todo, contabiliza 25 partidas pelo time espanhol e dois gols marcados.

+ CONFIRA TUDO SOBRE AS PARTIDAS DA SELEÇÃO MASCULINA NOS JOGOS OLÍMPICOS DE TÓQUIO 2020

Para ter mais espaço, o atleta foi emprestado à Atalanta, em mais uma passagem rápida. Sem receber oportunidades para ‘provar o seu valor’, lamentou a frustração no futebol italiano e as poucas oportunidades que recebeu com o treinador Gian Piero Gasperini. Foram apenas 4 jogos. A ideia era ser protagonista em uma grande liga da Europa, coisa que não aconteceu.

Destaque no Galo no retorno ao Brasil e convocações

Em janeiro de 2019, o lateral conversou com o Corinthians e esteve bem próximo de fechar contrato, mas as negociações não se concretizaram. A experiência negativa na Itália abriu o caminho para um retorno ao Brasil, despertando o interesse do Atlético Mineiro.

O Galo garantiu contratação ao conversar com o Sevilla acerca de um empréstimo com opção de compra, o que animou os espánhois. Arana desembarcou em Belo Horizonte no início de 2020. Ao longo do ano, foi um dos grandes destaques da temporada, sendo eleito como o melhor lateral-esquerdo do Brasileirão.

Guilherme Arana - futebol masculino - Jogos Olímpicos de Tóquio 2020
Arana em sua apresentação no Galo, no início de 2020. (Foto: Bruno Cantini/Agência Galo/Atlético)

Durante a disputa do torneio, em novembro, mais precisamente, ele foi convocado para defender a seleção brasileira em duas partidas das Eliminatórias da Copa do Mundo do Catar. Mesmo sem entrar em campo, valorizou a ‘lembrança’ de Tite:

“É um dia inesquecível. Até agora, a minha ficha não caiu. Já tinha vestido a camisa da Seleção, na seleção de base, a pré-olímpica. Mas agora é um gostinho diferente, é um sonho realizado. Agradeço a Deus, à minha família que sempre me apoiou e que sempre torceu por mim, por chegar nesse momento. Eu devo muito a eles. É um sonho desde criança vestir essa camisa, representar o meu país. É uma felicidade imensa. A ficha nem caiu ainda.”

Em 2021

O calendário de 2020 do futebol brasileiro sofreu muitas alterações e adiamentos. Com isso, muitos compromissos aconteceram já neste ano. Sendo assim, fazendo o balanço geral, Guilherme Arana registra 69 partidas com a camisa do Galo (21 na atual temporada) e 9 gols marcados (3 na atual temporada). Além disso, faturou o título do Campeonato Mineiro diante do América na grande final.

Guilherme Arana - futebol masculino - Jogos Olímpicos de Tóquio 2020
Lateral-esquedo Guilherme Arana durante o amistoso entre Brasil e Emirados Árabes. (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Os números são relevantes e as atuações também. Em junho, André Jardine, técnico da olímpica, colocou o jogador de 24 anos na lista dos 23 nomes escolhidos para representar a seleção masculina do Brasil nos Jogos de Tóquio. O ex-Corinthians foi titular no último teste da equipe, quando goleou os Emirados Árabes por 5 a 2, o que ressalta a manutenção de Arana na lateral-esquerda para a estreia na Olimpíada.