Siga o OTD

+91kg masculino

Jogos Pan-Americanos – Lima 2019 – Boxe – +91kg masculino

Chances do Brasil

Cosme Nascimento (azul) atuando em terras brasileiras

Cosme Nascimento será o boxeador do Brasil na competição. A vaga para os Jogos Pan-Americanos de Lima 2019 veio através dos resultados na Classificatória das Américas, realizada em abril, na Nicaraguá.

Durante a campanha, Cosme acabou não vencendo o cubano Pero Dainier. A luta terminou ainda no segundo round por RSC-i. O árbitro interrompeu o combate por conta de um corte no supercílio do brasileiro, que não pôde prosseguir. Apesar da derrota, Cosme Nascimento confirmou a classificação para o Pan.

Local da competição

Coliseu Miguel Grau – Villa Deportiva Regional, Callao

Local: Lima

Capacidade: 5.000 torcedores

A estrela dos Jogos

González enfrentando Riddick Bowe na semifinal de 1987

O grande destaque da modalidade é o cubano Jorge Luis González, mais um atleta do país com melhor retrospecto no boxe em todos os tempos nos Jogos Pan-Americanos. Logo nas primeiras duas edições com a categoria +91kg (Caracas 1983 e Indianápolis 1987), o atleta faturou o bicampeonato e iniciou a trajetória vitoriosa de Cuba, que ainda triunfou outras três vezes até ter a hegemonia quebrada em Santo Domingo 2003.

Nossos pódios

Rafael Lima (vermelho) foi derrotado por venezuelano em Toronto 2015

Ao longo da história da categoria +91kg, que iniciou a trajetória somente em Caracas 1983, o máximo que o Brasil conquistou nos Jogos Pan-Americanos foi a medalha de bronze. Na verdade, os pugilistas brasileiros atingiram este feito em quatro oportunidades, com a última acontecendo justamente em Toronto 2015. Na ocasião, Rafael Lima avançou às semifinais e assegurou a recompensa. Antes, Carlos Barcelete (Indianápolis 1987), Claudio Silva (Winnipeg 1999) e Antônio Nogueira (Rio de Janeiro 2007) já haviam garantido o bronze.

Medalhistas

Ano Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze
1983 Jorge Luis González 
Cuba
Eloy Loaiza 
Venezuela
Tyrell Biggs 
EUA
1987 Jorge Luis González 
Cuba
Lennox Lewis 
Canadá
Carlos Barcelete 
Brasil
Riddick Bowe 
EUA
1991 Roberto Balado 
Cuba
Harold Arroyo 
 Porto Rico
Elio Ibarra 
Argentina
Terry Campbell 
Canadá
1995 Leonardo Martínez Fiz 
Cuba
Jean-François Bergeron 
Canadá
Romulo Cuarez 
Venezuela
Lance Whitaker 
EUA
1999 Alexis Rubalcaba 
Cuba
Davin King 
EUA
Claudio Silva 
Brasil
Manuel Azar 
Argentina
2003 Jason Estrada 
EUA
Michel López Núñez 
Cuba
Sébastian Ceballo 
Argentina
Victor Bisbal 
 Porto Rico
2007 Robert Alfonso 
Cuba
Óscar Rivas 
Colômbia Colômbia
Didier Bence 
Canadá
Antônio Nogueira 
Brasil
2011 Ítalo Perea 
Equador
Juan Hiracheta 
 México
Isaia Mena 
Colômbia Colômbia
Gerardo Bisbal 
 Porto Rico
2015 Lenier Pero 
Cuba
Edgar Muñoz 
Venezuela
Cam F. Awesome 
EUA
Rafael Lima 
Brasil

Quadro de medalhas

Ordem País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze Total
1  Cuba 7 1 0 8
2  EUA 1 1 4 6
3  Equador 1 0 0 1
4  Canadá 0 2 2 4
5  Venezuela 0 2 1 3
6  Porto Rico 0 1 2 3
7  Colômbia 0 1 1 2
8  México 0 1 0 1
9  Brasil 0 0 4 4
10  Argentina 0 0 3 3