Siga o OTD

Matheus Santos Carneiro da Cunha

Matheus Cunha – futebol masculino – Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Ficha TécnicaMedalhas
Nascimento: João Pessoa/PB
Idade: 22 anos (27/05/1999)
Altura: 1,84m
Clube: Hertha Berlin/ALE

Matheus Santos Carneiro da Cunha, mais conhecido como Matheus Cunha, é atacante do Hertha Berlin, da Alemanha, e representará a seleção brasileira de futebol masculino nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

+ CONFIRA TUDO SOBRE O FUTEBOL NOS JOGOS OLÍMPICOS DE TÓQUIO 2020

Futsal na Paraíba e chegada ao Coxa

Destaque desde cedo, Matheus Cunha começou em outra modalidade muito conhecida dos boleiros pelo Brasil. Foi no futsal do Esporte Clube Cabo Branco, de João Pessoa, sua cidade natal, que ele deu os primeiros chutes. Se destacou aos 11 anos e prontamente chamou a atenção de um empresário em Pernambuco, o levando para começar sua trajetória no Coritiba.

Em 2017, enquanto defendia o sub-19 do Coxa, o atacante participou da Dallas Cup, tradicional torneio fundado em 1980 que reúne diversas equipes de categorias de base ao redor do mundo. Na ocasião, o clube paranaense chegou às semifinais ao passar por Real Salt Lake (EUA), Chivas Guadalajara (MEX) e Manchester United (ING) na fase de grupos. Caiu para o FC Dallas, dono da casa, por 2 a 1.

Matheus Cunha - futebol masculino - Jogos Olímpicos de Tóquio 2020
Matheus Cunha com a camisa do Coritiba durante a disputa da Dallas Cup, em 2017. (Foto: Twitter/@DallasCup)

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Um bom desempenho na competição internacional poderia abrir os olhos de gigantes do futebol mundial. Foi assim que Matheus carimbou o passaporte rumo ao Velho Continente. Atraiu a atenção de uma liga menor, mas que serve como porta de entrada em busca dos grandes times.

Formação na Europa e sucesso na Suíça e na Alemanha

Logo após a Dallas Cup, fechou com o Sion, da Suíça. Ali se profissionalizou como jogador ainda na primeira temporada (2017/18). Apesar de passar pouco tempo no país, apenas um ano, foi o suficiente para provar o seu valor. Em 33 partidas realizadas, foram 10 gols anotados. Alto e com bom poder de definação, naturalmente conquistou o seu espaço na Europa.

Com a abertura da janela de transferências, foi cogitado em outros países, em centros bem maiores. Matheus Cunha sabia que tinha crescido rapidamente e que poderia alcançar oportunidades maiores. Na Bundesliga recebeu a oportunidade de brilhar ainda mais. Em junho de 2018, assinou por cinco anos com o RB Leipzig, gestão promissora que almeja virar uma das potências do futebol alemão e europeu em um futuro próximo.

Matheus Cunha - futebol masculino - Jogos Olímpicos de Tóquio 2020
Depois do Sion, Cunha começou a sua trajetória no futebol alemão com a camisa do RB Leipzig. (Foto: Bundesliga)

+ CONFIRA TUDO SOBRE AS PARTIDAS DA SELEÇÃO MASCULINA NOS JOGOS OLÍMPICOS DE TÓQUIO 2020

Depois de uma primeira temporada com oito gols em 39 partidas, o brasileiro perdeu espaço no elenco na metade da segunda. Foram apenas 13 atuações na equipe, que liderava o nacional até então naquela edição. Para seguir jogando e mostrando a sua qualidade, passou a defender as cores do Hertha Berlin a partir de agora.

Apesar de fechar com um clube mais modesto, tanto técnica quanto financeiramente, a escolha pareceu ser a correta. Somando todo o período na capital alemã, registra boa média de gols e de atuações. Às vésperas dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, ter regularidade se torna fundamental e o ponto mais importante.

Maior artilheiro do ciclo olímpico

Matheus Cunha é mais dos nomes de peso que o Brasil terá no futebol masculino no Japão. O ciclo para a Olimpíada, no entanto, não começou agora. É um percurso que vem desde 2019, incluindo até o Torneio de Toulon, na França. E de lá para cá, ainda que a lista de jogadores acabe mudando com frequência a cada convocação, ele sempre esteve lá para balançar as redes. Marcou presença em grande parte do caminho trilhado pela seleção.

Matheus Cunha - futebol masculino - Jogos Olímpicos de Tóquio 2020
Presente desde o começo, Matheus Cunha é o maior artilheiro do ciclo olímpico do Brasil. (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Ao todo, o centroavante colocou 18 bolas na rede desde o início do projeto. Contra os Emirados Árabes no último teste antes dos Jogos, anotou dois gols e valorizou os números expressivos com a Amarelinha: “Graças ao time que tenho essa média boa de gols. Apesar de mudar os jogadores, de sempre ter convocações novas, é um grupo sempre muito qualificado e a gente está sempre muito unido para que essas coisas aconteçam em prol da equipe.”

Em 2021

Desde que desembarcou em Berlim para defender as cores do Hertha, Cunha registra 39 partidas (28 na última temporada) e 13 tentos (8 na última temporada). Sendo assim, em 2021, vive o melhor momento no clube e a maior média de gols da carreira. Desempenho animador para André Jardine e companhia.

Matheus Cunha - futebol masculino - Jogos Olímpicos de Tóquio 2020
Destaque do Hertha Berlin, Matheus Cunha vive melhor médida de gols da carreira antes de representar a seleção em Tóquio 2020. (Foto: Instagram/mathcunha_)

O treinador, inclusive, certamente acompanhou a trajetória do jogador e o colocou na primeira lista divulgada com os convocados para os Jogos Olímpicos, em junho. Posteriormente, em função de lesões e desfalques, outros nomes surgiram. Matheus Cunha segue como titular absoluto. Do começo ao final, espera representar o Brasil da melhor maneira possível e buscar a segunda medalha de ouro da história do país na modalidade.