Siga o OTD

Tóquio 2020

Brasil já tem 178 classificados para a Olimpíada de Tóquio

Confira a lista dos atletas brasileiros classificados para a Olimpíada de Tóquio

Vinícius Figueira, do caratê classificado para os jogos olímpicos tóquio 2020 no caratê
Edival Pontes, Ícaro Ferreira e Milena Titoneli serão os representantes do Brasil no taekwondo (CBTKD)

Lista dos atletas brasileiros classificados para a Olimpíada de Tóquio 2020

Atletismo (24 atletas)

Os índices adotados para as provas de atletismo são os mesmos estabelecidos pela IAAF, a federação internacional. Para a maioria das provas, o prazo fixado para que os atletas obtenham os índices é de 2 de maio de 2019 a 29 de junho de 2020. Brasileiros já classificados:

Masculino

Paulo André está classificado no atletismo para a Olimpíada de Tóquio
Paulo André garantiu índice para os Jogos Olímpicos nos 100m rasos (Wagner Carmo/CBAt)

Revezamento 4x100m masculino

Revezamento 4x400m misto

Paulo André Camilo de Oliveira (Pinheiros) – 100 m – 10.04 (0.9) – Vai competir também no 4x100m masculino

Aldemir Gomes Junior (Pinheiros) – 200 m – 20.17 (0.9)

Gabriel Constantino (Pinheiros) – 110 m com barreiras – 13.18 (0.8)

Eduardo de Deus (Orcampi) – 110 m com barreiras – 13.30 (0.7)

Alison Brendom dos Santos (Pinheiros) – 400 m com barreiras – 48.28

Marcio Telles (Orcampi) – 400 m com barreiras – 48.60

Thiago Braz (Pinheiros) – salto com vara – 5,92 m

Augusto Dutra (Pinheiros) – salto com vara – 5,80 m

Alexsandro Melo (Orcampi) – salto triplo – 17,20 m

Almir Cunha dos Santos (Sogipa) – salto triplo – 17.15 (1.0)

Darlan Romani (Pinheiros) – arremesso do peso – 22,61 m

Daniel Chaves (ASA São Bernardo) – maratona – 2:11:10

Caio Bonfim (CASO) – 20 km marcha atlética – 1:18:47

Feminino

Vitória Rosa (Pinheiros) – 200 m rasos – 22.72 (0.4)

Erica Rocha de Sena (Orcampi) – 20 km marcha atlética – 1:27:37

Andressa Oliveira de Moraes (Pinheiros) – lançamento do disco – 65,34 m

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Canoagem Slalom (2 atletas para três vagas)

Ana Sátila está classificada para disputar duas provas na Olimpíada de Tóquio
Ana Sátila vai disputar duas provas na Olimpíada de Tóquio (Jonne Roriz/COB)

Ana Sátila – C1 e K1 feminino

Pedro Henrique Gonçalves – K1 masculino

Canoagem Velocidade (2 atletas)

Isaquias Queiroz e Erlon de Souza, no Mundial de Canoagem de Velocidade, conquistaram a classificação para a Olimpíada de Tóquio
Isaquias Queiroz e Erlon de Souza serão esperança de medalha em Tóquio (Divulgação)

Com a medalha de bronze conquistada no Mundial no C2 100m, os brasileiros Isaquias Queiroz e Erlon de Souza carimbaram o passaporte para Tóquio e estão classificados para tentar ganhar uma medalha olímpica mais uma vez.

Caratê (1 atleta)

Vinícius Figueira, do caratê classificado para os jogos olímpicos tóquio 2020 no caratê
Vinícius Figueira é o primeiro do caratê garantido em Tóquio (reprodução/Instagram/arquivo)

Quarto colocado no ranking olímpico da categoria até 67kg, Vinícius Figueira teve a classificação confirmada para representar o Brasil no caratê nos Jogos Olímpicos de Tóquio depois do cancelamento das etapas de Rabat e Madrid da Premier League.

Futebol Feminino (18 atletas)

seleção brasileira de futebol feminino foi a primeira a se classificar para a Olimpíada de Tóquio
Marta vai liderar o Brasil em mais uma Olimpíada (Créditos: A2M/CBF)

A Seleção Brasileira de futebol feminino garantiu a classificação com a conquista do hexacampeonato da Copa América, em abril de 2018. Para chegar ao título, o Brasil venceu todas as sete partidas que disputou, marcou 31 gols e só sofreu dois na competição que foi disputada no Chile.

Futebol Masculino (18 atletas)

seleção de futebol masculino se classificou para a Olimpíada de Tóquio depois de ganhar de 3 a 0 da Argentina
Seleção masculina vai tentar o bicampeonato em Tóquio (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

A seleção brasileira de futebol masculino se classificou para os Jogos Olímpicos de Tóquio com o vice-campeonato do Torneio Pré-Olímpico, disputado entre janeiro e fevereiro de 2020. A equipe comandada por André Jardim terminou a competição invicta com seis vitórias e dois empates. Na última rodada, os brasileiros carimbaram a faixa da campeã Argentina com uma vitória por 3 a 0.

Ginástica Artística (5 atletas)

Flavia Saraiva, na final do individual geral do Mundial de ginástica artística, quando garantiu a classificação para a Olimpíada de Tóquio
Flávia Saraiva vai disputar em Tóquio a segunda Olimpíada de sua carreira
(Ricardo Bufolin/CBG)

Flávia Saraiva – feminino

Equipe masculina (4 atletas)

Handebol feminino (14 atletas)

seleção de handebol feminino se classificou para a Olimpíada de Tóquio com o título dos Jogos Pan-Americanos
Brasil, de Duda Amorim, se classificou com o título dos Jogos Pan-Americanos de Lima (Abelardo Mendes Jr/ rededoesporte.gov.br)

A Seleção Brasileira de handebol feminino se classificou para a Olimpíada de Tóquio com a conquista do hexacampeonato dos Jogos Pan-Americanos. A medalha de ouro veio com autoridade com uma vitória das brasileiras por 30 a 21 sobre a Argentina.

Hipismo Adestramento (1 atleta)

Brasil só conseguiu classificar um atleta no hipismo adestramento para a Olimpíada de Tóquio
Brasil só terá um atleta no hipismo adestramento na Olimpíada de Tóquio

O Brasil conquistou a vaga por equipes no adestramento ao terminar com a medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos, mas as três vagas da equipe precisavam ser confirmadas no segundo semestre de 2019.

Para isso, ao menos três atletas precisavam alcançar um índice mínimo de 66% na pontuação em competições no segundo semestre. Neste período, somente dois atletas brasileiros (João Victor Oliva e Leandro Lima) atingiram a marca. Desta forma, o Brasil contará apenas com um cavaleiro classificado para disputar a competição individual do adestramento em Tóquio.

Hipismo CCE (3 atletas)

Prata nos Jogos Pan-Americanos classificou a equipe do CCE para Tóquio
(Jose Sotomayor / Lima 2019)

A conquista das três vagas no Conjunto Completo de Equitação veio com a medalha de prata por equipes nos Jogos Pan-Americanos

Hipismo Saltos (3 vagas)

Brasil tem tradição no hipismo saltos em Jogos Olímpicos

A medalha de ouro por equipes nos Jogos Pan-Americanos fez com que três atletas brasleiros fossem classificados para os Jogos Olímpicos de Tóquio.

Maratona Aquática (1 atleta)

Ana Marcela Cunha se classificou para a Olimpíada de Tóquio com quinto lugar no Mundial
Ana Marcela Cunha se classificou para a Olimpíada de Tóquio com quinto lugar no Mundial (Divulgação)

Ana Marcela Cunha conseguiu a classificação para a Olimpíada de Tóquio ao terminar em quinto lugar na prova de 10km da maratona aquática no Mundial de Esportes Aquáticos

Natação (12 atletas)

Prata no Mundial de 2017 traz esperança para o 4x100m livre do Brasil em Tóquio

Com os resultados obtidos no Mundial de Esportes Aquáticos, 12 nadadores brasileiros estão classificados para a Olimpíada de Tóquio nos revezamentos:  4x100m livre masculino (4 atletas), 4x200m livre masculino (4 atletas) e 4x100m medley maculino (4 atletas)

Pentatlo Moderno (1 atleta)

Pentatlo conquista vagas nos Jogos Olímpicos da Juventude
Maria Ieda Guimarães é a única pentatetla classifcada para os Jogos de Tóquio
Maria Ieda Guimarães é a única pentatetla classifcada para os Jogos de Tóquio
(APAR Comunicação)

Maria Ieda Guimarães se classificou para a Olimpíada ao ficar em quarto lugar no pentatlo moderno feminino dos Jogos Pan-Americanos

Rugby Sevens feminino (12 atletas)

Série Mundial de Rugby sevens feminina
Brasil venceu o Pré-Olímpico sul-americano para se classificar para a Olimpíada de Tóquio
Brasil venceu o Pré-Olímpico sul-americano para se classificar para a Olimpíada de Tóquio
(João Neto/Fotojump)

A Seleção Brasileira de rugby sevens feminino conquistou a classificação para a disputa da Olimpíada de Tóquio 2020 ao conquistar o título do Pré-Olímpico sul-americano, disputado em Lima, no Peru, em junho de 2019.

Surfe (4 atletas)

Ítalo Ferreira, campeão da WSL
Atual campeão mundial, Ítalo Ferreira estará em Tóquio (WSL/Cestari SOCIAL)

Os brasileiros Ítalo Ferreira, Gabriel Medina, Tatiana Weston-Webb e Silvana Lima são os atletas classificados no surfe para a Olimpíada de Tóquio. As vagas foram conquistadas no Mundial de 2019.

Taekwondo (3 atletas)

Edival Pontes, Ícaro Miguel e Milena Titoneli  são os atletas brasileiros classificados no taekwondo para a Olimpíada de tóquio
Edival Pontes, Ícaro Miguel e Milena Titoneli estarão na Olimpíada de Tóquio

O Brasil conseguiu três vagas no Pré-Olímpico de taekwondo, disputado em San José, na Costa Rica. Edival Pontes, o Netinho, Ícaro Miguel e Milena Titoneli são os atletas classificados para representar o Brasil na Olimpíada de Tóquio.

Tênis (1 atleta)

João Menezes, na Copa Davis
João Menezes conseguiu a vaga nos Jogos Pan-Americanos (Luiz Candido/CBT)

João Menezes conseguiu a vaga para representar o Brasil no torneio de tênis dos Jogos Olímpicos de Tóquio ao ganhar a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos. Mas, para assegurar 100% sua vaga, o tenista precisa se manter entre os 300 melhores do ranking mundial.

Tênis de Mesa (6 atletas)

Hugo Calderano no Aberto da Áustria de tênis de mesa
Número 7 do mundo, Hugo Calderano é o principal nome do Brasil (ITTF)

A suada vitória de Hugo Calderano na final do torneio individual de tênis de mesa nos Jogos Pan-Americanos assegurou ao brasileiro a vaga para a Olimpíada de Tóquio. Além disso, as equipes feminina e masculina se classificaram ao vencer o Pré-Olímpico Latino-Americano.

Tiro com arco (1 atleta)

Marcus D’Almeida vai disputar sua segunda Olimpíada (Reprodução/Instagram)

Marcus D’Almeida fez história nos Jogos Pan-Americanos ao ganhar a primeira prata do Brasil na modalidade. De quebra, carimbou o passaporte para Lima.

Vela (11 atletas)

Martine Grael e Kahena Kunze - Mundial
Martine e Kahena vão atrás do bi olímpico (Foto: © Pedro Martinez / Sailing Energy)

Finn (1 atleta) – Jorge Zarif conquistou a vaga para a disputa da Olimpíada de Tóquio no Campeonato Europeu de vela, disputado em maio de 2019.

49er FX (2 atletas) – As campeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze garantiram a vaga para o Brasil durante o Mundial de vela, disputado em Aarhus, na Dinamarca, em agosto de 2018.

Laser (1 atleta) – João Pedro Oliveira classificou o Brasil para a Olimpíada de Tóquio ao ficar em 19º. lugar no Mundial de vela, disputado em Aarhus, na Dinamarca, em agosto de 2018, mas quem ficou com a vaga foi Robert Scheidt, que carimbou o passaporte para Tóquio, em fevereiro de 2020, no Mundial de laser.

Nacra 17 (2 atletas) – Samuel Albercht e Gabriela Nicolino garantiram vaga para o Brasil durante o Mundial de vela em Aarhus, na Dinamarca, ao se classificar em quinto lugar para a regata da medalha.

470 feminina (2 vagas) – Fernanda Oliveira e Ana Barbachan conseguiram a vaga para o Brasil no Mundial da classe em agosto de 2019

49er masculina (2 vagas) – Marco Grael e Gabriel Borges conquistaram a medalha de ouro dos Jogos Pan-Americanos e classificaram o Brasil para Tóquio

RS:X (1 vaga)  – Patrícia Freitas

É importante lembrar que a vaga olímpica na vela pertence ao país e não ao atleta. A Confederação Brasileira irá estabelecer o critério para definir o nome dos atletas que irão representar o país na Olimpíada de Tóquio 2020.

Vôlei Feminino (12 atletas)

Brasil e República Dominicana na Copa do Mundo de vôlei feminino
(Divulgação/FIVB)

O Brasil carimbou o passaporte para ir a Tóquio ao vencer Camarões, República Domincana e Azerbaijão no Pré-Olímpico.

Vôlei masculino (12 atletas)

Copa Brasil de vôlei volei nos jogos olímpicos de tóquio 2020
FIVB

Foi suado! No Pré-Olímpico masculino, o Brasil só conseguiu a classificação para os Jogos Olímpicos depois de uma batalha contra a Bulgária. A equipe estava perdendo por 2 a 0 para os búlgaros, mas conseguiu a virada e venceu por 3 a 2.

Vôlei de praia (8 atletas)

Divulgação/FIVB

Brasileiros classificados:

Feminino: Agatha/Duda e Ana Patrícia/Rebecca

Masculino: Bruno Schmidt/Evandro e Alison/Álvaro Filho

Wrestling (3)

Eduard Soghomonyan se classifica para os Jogos Olímpicos

Eduard Soghomonyan garantiu a classificação para a Olimpíada de Tóquio na luta greco-romana na seletiva disputada no Canadá em março. No mesmo torneio, Aline Silva e Laís Nunes se classificaram no wrestling feminino.

Programa

O programa dos Jogos de Tóquio compreende 339 provas em 33 modalidades e acontecerá de 24 de julho a 9 de agosto de 2020. Haverá partidas das rodadas preliminares das competições de futebol e softbol a partir de 22 de julho.

+ CONFIRA O CALENDÁRIO DOS JOGOS DE TÓQUIO

A delegação brasileira em Tóquio, no Japão, deverá ter entre 250 e 260 atletas, um numero bem inferior aos 465 desportistas brasileiros nos Jogos do Rio, em 2016, em que a equipe brasileira foi bem maior por se tratar do país-sede.

Mais em Tóquio 2020