Siga o OTD

Tóquio 2020

Léo de Deus bate índice e se garante em Tóquio; ‘Cachorrão’ conquista outra vaga

No terceiro dia da Seletiva, Léo de Deus bate índice dos 200m borboleta e Guilherme Costa o dos 800m livre

Natação tem mais dois classificados para os Jogos Olímpicos (Satiro Sodré/SSPress/CBDA)

Léo de Deus bate índice e se garante em Tóquio; ‘Cachorrão’ conquista outra vaga

Na noite dessa quarta-feira (21), dois nadadores brasileiros celebraram bem o feriado de Tiradentes na Seletiva Olímpica Brasileira de Natação. Guilherme Costa manteve a boa fase e conquistou sua segunda vaga olímpica, dessa vez nos 800m livre. Mais tarde, Léo de Deus confirmou o favoritismo e se garantiu na prova dos 200m borboleta dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Com Léo de Deus, a natação brasileira já tem nove nomes garantidos nos Jogos Olímpicos. Seis deles foram conhecidos ontem no segundo dia da Seletiva.

+ Brasil já tem 209 atletas nos Jogos Olímpicos. Confira a lista completa

Ao todo foram quatro provas nessa terça-feira: 800m livre masculino, 200m medley feminino, 200m borboleta masculino e 200m livre feminino.

O Olimpíada Todo Dia preparou um resumo com o que de melhor aconteceu hoje no Parque Aquático Maria Lenk, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Você também pode conferir uma análise de um especialista sobre o que de melhor ocorreu nos dois primeiros dias da Seletiva. Confira!

Cachorrão 100%

As finais do terceiro dia da Seletiva Olímpica Brasileira de Natação começaram bem. Pela primeira vez um brasileiro conquistou a vaga para os Jogos Olímpicos na primeira prova da noite. Quem conseguiu o feito foi o nadador que melhor nadou até aqui no Maria Lenk: Guilherme Costa, conhecido como ‘Cachorrão’.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Na segunda-feira (19), o nadador já havia dado show com direito a recorde Sul-Americano nos 400m livre se tornou o primeiro nadador do Brasil a conquistar o direito de nadar nas piscinas do Japão.

Mais tranquilo hoje, Guilherme Costa fez outra grande prova e cravou 7min50s41, quatro segundos a menos do que o índice de 7min54s51. O tempo feito nessa noite é o décimo melhor do mundo nos 800m em 2021.

Guilherme voltará a nadar o Maria Lenk nessa quinta-feira (22) para tentar o índice de 1500m.

No 3º dia da Seletiva Olímpica  brasileira de natação, Léo de Deus se garantiu nos Jogos Olímpicos de Tóquio e Guilherme Costa obteve sua 2ª vaga olímpica
Léo de Deus bate índice e se garante em Tóquio; ‘Cachorrão’ conquista outra vaga para os Jogos Olímpicos de Tóquio (Satiro Sodré/SSPress/CBDA)

Mais uma na conta

Na terceira prova da noite, Léo de Deus confirmou seu favoritismo. O nadador de 30 anos de Mato Grosso do Sul se classificou para a sua terceira Olimpíada consecutiva ao fazer 1min56s01, tempo inferior ao índice de 1min56s48.

+RECEBA NOTÍCIAS NO NOSSO CANAL NO TELEGRAM OU PARTICIPE DO NOSSO GRUPO DO WHATSAPP

Em Londres 2012, Léo foi à semifinal dos 200 metros costas, terminando em 13º lugar e ficou em 21º lugar nos 200 metros borboleta. Quatro anos mais tarde, Léo repetiu o 13º lugar.

“Fico muito feliz por essa classificação. Não foi fácil, foi difícil se manter treinando e se manter motivado. Gostaria pra falar pra minha esposa e pro meu filinho de oito meses. Todo mundo que é pai sabe o quanto é duro ficar longe. Mas eu sei que posso fazer muito mais,” avaliou Léo de Deus após a prova.

Mulheres seguem sem vaga

As mulheres da natação brasileira seguem sem vagas até o momento na Seletiva. Nas duas provas femininas disputadas nessa quarta, os 200m medley e os 200m livre, ninguém conseguiu superar o índice.

Nathalia Almeida foi quem mais se aproximou do feito. Nos 200m medley, a atleta do Flamengo fez o melhor tempo da vida (2min13s25), mas não bateu o índice de 2min12s56.

A atleta voltou mais tarde para a piscina para os 200m livre, onde nenhuma atleta conseguiu bater o índice. Aline Rodrigues foi a vencedora com (1min59s14), seguida de Larissa Oliveira (1min59s49), ficando dois segundos acima do índice de 1min57s28.

As duas terão mais uma chance de índice no revezamento 4x200m livre feminino, que ainda não tem a vaga assegurada. Hoje o Brasil ocupa a oitava posição do mundo em comparação aos outros países que ainda não garantiram a vaga. A tomada de tempo será completa com Nathalia Almeida (1min59s78) e Gabi Roncatto (2min00s60), terceira e quarta colocadas na prova. Ela será a última prova de amanHã.

No 3º dia da Seletiva Olímpica  brasileira de natação, Léo de Deus se garantiu nos Jogos Olímpicos de Tóquio e Guilherme Costa obteve sua 2ª vaga olímpica
Larissa Oliveira na Seletiva Olímpica Brasileira de Natação. (Satiro Sodré/SSPress/CBDA)

Mais em Tóquio 2020