Siga o OTD

Marcus D'Almeida Lima 2019 Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 tiro com arco individual masculino

Pan 2019

Prata e vaga em Tóquio: Marcus D’Almeida fecha o tiro com arco

Em Lima, Marcus D’Almeida perde a final do arco recurvo, mas consegue a tão sonhada vaga para os próximos Jogos Olímpicos.

Abelardo Mendes Jr/ rededoesporte.gov.br

Prata e vaga em Tóquio: Marcus D’Almeida fecha o tiro com arco

Na última flecha, Crispin Duenas, do Canadá, acertou um 10 e conquistou o ouro do tiro com arco recurvo dos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019. Marcus D’Almeida acabou com a prata, mas garantiu a vaga brasileira para Tóquio 2020.

+ CONFIRA MAIS SOBRE O ESPORTE

“Mesmo antes de começar o Pan, eu já tinha conversado com a minha psicóloga, que o objetivo era bater o recorde brasileiro e a vaga para Tóquio. E eu consegui ambas, com uma medalha. A vaga por equipes não veio, mas a gente vai trabalhar para isso,” disse Marcus D’Almeida.

E a disputa realizada neste domingo, 11, encerrou o tiro com arco no último dia do Pan de Lima 2019. Marcus D’Almeida começou a final de forma irregular e demorou para entrar na disputa. Já o canadense Crispin Duenas abriu logo 4 a 0 e saiu com uma boa vantagem.

Contudo, Marcus D’Almeida se recuperou e diminuiu a desvantagem para 4 a 2. Na quarta série de tiros, Marquinhos acertou duas flechas no 10, mas Duenas, extremamente inspirado, conseguiu o empate na última flecha, acertando um 10 salvador.

Com o empate na 4ª série de disparos, os arqueiros foram para a 5ª com o placar em 5 a 3. Marcus D’Almeida acertou um 10 e dois 9. Duenas começou com um 10, mas acertou um 8. Contudo, o canadense não se abalou, mirou certeiro, fez um 10 e conquistou mais um empate, o empate que lhe garantiu o ouro: 6 a 4, placar final.

“Eu me sinto muito bem, esse ano eu vim constante, agora é o fim da temporada, só resta o Mundial Militar, chegar nesse auge, eu acho que sou o oitavo do mundo, sinto que todo o trabalho, esforço e sacrifício que a gente vem fazendo valeu a pena”, finalizou o medalhista de prata.

Semifinal

Antes de se garantir na final em Lima e de pegar a vaga para Tóquio 2020, Marcus D’Almeida enfrentou o compatriota Bernardo Oliveira. A disputa foi bem aberta e Bernardo até saiu na frente com um 2 a 0. Contudo, Marquinhos emendou uma série de disparos e fechou com um 6 a 2.

Na briga pelo bronze, Eric Peters, do Canadá, acabou vencendo Bernardo e finalizou com o bronze.

Mais em Pan 2019