Siga o OTD

Natação

Pumputis e Lanza estão em Tóquio; Cachorrão faz 3º índice e pede música

Caio Pumputis E Vinícius Lanza carimbam passaporte nos 200m medley e ‘Cachorrão’ supera a marca dos 1500m livre

Caio Pumputis e Vini Lanza carimbam passaporte; Cachorrão pede música no Fantástico (Satiro Sodré/SSPress/CBDA)

Sextou em ritmo japonês para mais dois nadadores do Brasil. Nessa sexta-feira (23), no sexto dia da Seletiva Olímpica brasileira de natação, Caio Pumputis e Vinícius Lanza carimbaram seus passaportes para nos Jogos Olímpicos de Tóquio na prova dos 200m medley masculino. Além dos dois, Guilherme Costa manteve a excelente fase e conseguiu o índice para disputar sua terceira prova no Japão.

+ Brasil já tem 214 atletas nos Jogos Olímpicos. Confira a lista completa

Com Caio e Vinícius, a natação brasileira chega a 16 atletas confirmados na Olimpíada.

Ao todo foram cinco provas nessa sexta-feira: 200m costas masculino, 100m livre feminino, 200m peito feminino e 1500m livre masculino.

O Olimpíada Todo Dia preparou um resumo com o que de melhor aconteceu hoje no Parque Aquático Maria Lenk, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Você também pode conferir uma análise de um especialista sobre o que de melhor ocorreu nos dias anteriores da Seletiva. Confira!

Quatro estilos no Japão

Nos 200m medley masculino, Caio Pumputis e Vinícius Lanza foram os dois primeiros classificados do dia. Ambos bateram o índice de 1min59s67 e farão suas estreias em Jogos Olímpicos.

Caio Pumputis havia batido na trave duas vezes durante a Seletiva. Mesmo abalado por não ter conseguido o índice nos 200m peito, o nadador do Minas foi para cima fez 1min58s53.

“Tirei um peso grande das costas. Semana toda na ansiedade. Mas é bom porque já vamos nos preparando para os Jogos Olímpicos. Tive que virar a chave. Os 200m peito eu passei, mas senti no fim. Sabia que tinha mais uma chance e fui com tudo,” contou Caio.

Vinicius Lanza foi o segundo na prova 1min59s58, nove centésimos abaixo do índice. Em 2016, Vini venceu a Seletiva e com um tempo abaixo do índice, mas acabou não indo por conta de melhores tempos de seus competidores.

“Só alegria. O objetivo era fazer esse índice, não importa o tempo. O peso de ser seletiva única é grande. Com certeza vamos fazer algo muito melhor lá em Tóquio. Nos 200m vim em uma constância muito grande. Amadureci muito desde 2016,” avaliou Vinícius.

Caio Pumputis e Vini Lanza estão em Tóquio; Cachorrão faz 3º índice e pede música (Satiro Sodré/SSPress/CBDA)

Dejavu

Um é pouco, dois é bom, três é melhor ainda.Guilherme Costa, também conhecido como Cachorrão, obteve seu terceiro índice na Seletiva brasileira, dessa vez nos 1500m livre.

Melhor nadador da seletiva até aqui, Guilherme Costa manteve os 100% de aproveitamento nas piscinas após encerrar as atividades do dia nadando os 1500m em 14min59s21, abaixo dos 15min00s99

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

“Achei a prova muito boa, melhor que os 800m livre. Era importante pra mim nadar abaixo dos três índices, em especial os 1500m que foi a minha primeira prova, a prova que me deu tudo,” comentou Guilherme Costa após a prova.

Guilherme Costa bate terceiro índice para os Jogos Olímpicos de Tóquio (Satiro Sodré/SSPress/CBDA)

Essa doeu

Nos 100m livre, um mísero centésimo deixou Larissa Oliveira de fora da prova individual em Tóquio. A nadadora do Flamengo fez 54s39, um centésimo acima do índice. Ana Carolina Oliveira ficou em segundo com 54s89.

+ Ana Marcela Cunha vira 1ª do país a bater índice na piscina e águas abertas

Larissa Oliveira já vinha nadando bem na Seletiva Olímpica. A nadadora do Flamengo fez um bom tempo nos 200m livre e na tomada de tempo abrindo o revezamento 4x200m, mas não conseguiu a vaga para a prova já havia passado perto nos 200m livre.

Outras provas

Nos 200m costas, Léo de Deus venceu a Seletiva com 1min58s74, tempo superior aos 1min57s50 do índice. Gabriel Fantoni foi o segundo com 2min02s34. Na quarta-feira o atleta havia conquistado a vaga nos nos 200m borboleta. Em Londres 2012, Léo foi à semifinal dos 200 metros costas, terminando em 13º lugar Quatro anos mais tarde, Léo repetiu o 13º lugar.

Nos 200m peito feminino, uma das provas mais fracas da natação brasileira atualmente, nenhuma nadadora conseguiu chegar perto do índice de 2min25s52. Gabrielle Assis da Silva foi quem mais se aproximou com 2min29s76.

No 5º dia da Seletiva Olímpica brasileira, Etiene Medeiros, Larissa Oliveira, e Caio Pumputis garantiram vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio
Léo de Deus Durante a Seletiva (Satiro Sodré/SSPress/CBDA)

Classificados

Com os classificados de hoje, a natação já tem 16 nomes em 11 provas diferentes. Confira uma lista com todos os que já estão classificados para os Jogos Olímpicos de Tóquio

  • 100m livre masculino: André Calvelo, Pedro Spajari
  • 4x100m: André Calvelo, Pedro Spajari, Breno Correia e Marcelo Chierighini
  • 4x200m: Fernando Scheffer, Breno Correia, Luiz Altamir Melo e Murilo Sartori
  • 100m costas: Guilherme Guido e Guilherme Basseto.
  • 200m borboleta: Léo de Deus.
  • 200m medley: Caio Pumputis e Vinícius Lanza
  • 100m peito: Felipe Lima.
  • 1500m: Beatriz Dizotti e Betina Lorscheitter (que ainda pode perder a vaga para Viviane Jungblut)
  • 400m, 800m e 1500m livre: Guilherme Costa

100m masculino

O dia não foi só de notícias boas para o Brasil. Em comunicado através do site, a CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos) confirmou que André Calvelo, o vencedor dos 100m livre na Seletiva,

De acordo com a maior entidade da natação mundial, Calvelo foi suspenso provisoriamente de maneira imediata. Na prova dos 100m livre, Calvelo venceu com 48s15 e Pedro Spajari ficou em segundo lugar. Ambos garantiram vaga na prova individual e no revezamento 4x100m livre.

Ainda de acordo com a entidade, todos os resultados de Calvelo na Seletiva Olímpica estarão suspensos provisoriamente até decisão em contrário. O teste foi feito fora de competição, no dia 18 de março.

O nono colocado nas eliminatórias, Gabriel Santos, será convocado para um tomada de tempo oficial válida para as Olimpíadas de Tóquio nesse domingo. Gabriel havia ficado de fora da final e foi um dos representantes do revezamento do 4x100m medalhista de prata no Mundial da Hungria em 2017. Dois anos depois, Gabriel foi flagrado no doping e não pode competir.

No domingo, Gabriel precisará nadar abaixo de 48s87, marca feita por Felipe Ribeiro, quinto colocado na final dos 100m livre.

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Natação