Siga o OTD

Pan 2019

No salto por equipes, Brasil é ouro e vai a Tóquio 2020

Time Brasil de Saltos conquista o ouro nos Jogos Pan-Americanos pela sexta vez e se garante nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Alexandre Loureiro/COB

No salto por equipes, Brasil é ouro e vai a Tóquio 2020

O Time Brasil de Saltos fez bonito na disputa por equipes dos Jogos Pan-americanos 2019 em Lima, Peru. Nesta quarta-feira (7), o quarteto brasileiro formado por Marlon Modolo Zanotelli, Eduardo Menezes, Rodrigo Lambre e Pedro Veniss faturou o ouro e a vaga nos saltos por equipe para Tóquio 2020.

O Brasil perdeu apenas 12.39 pontos na 2ª rodada. Os mexicanos acabaram na segunda colocação, com 22.97 pontos perdidos. Completando o pódio, os Estados Unidos levaram o bronze, perdendo 23.09 pontos. Já a equipe canadense ficou no quarto lugar, com 30.21 pontos perdidos.

Como a equipe norte-americana de saltos já tinha se garantido em Tóquio 2020 com o título do Mundial, o grupo canadense também irá para os próximos Jogos Olímpicos. A disputa do salto por equipes em Lima garantia três vagas aos primeiros colocados, mas o Canadá se beneficiou já que os EUA entraram na disputa garantidos para Tóquio.

E o último cavaleiro brasileiro a se apresentar foi Pedro Veniss, que, mesmo não precisando zerar o percurso, fez conforme manda o figuro e se apresentou sem nenhuma penalidade. “A gente estava trabalhando muito duro para sair com essa medalha e com essa vaga. Estava uma atmosfera incrível, e esse ouro é muito merecido para todo mundo. Por 12 anos sonhei em sentir isso tudo novamente – falou Pedro Veniss, que já tinha vivido essa mesma experiência em 2007, quando os Jogos Pan-Americanos foram realizados no Rio de Janeiro.

Com o ouro na prova de saltos por equipes, o hipismo chega a três medalhas e três vagas para Tóquio 2020. Os brasileiros já tinham se garantido no adestramento, com um bronze, e no Concurso Completo Equestre (CCE), com uma medalha de prata.

“Nós nos dedicamos muito por essa medalha, não é um trabalho só de agora. Deixamos o Brasil para morar fora e ter chance de conquistar algo como essa medalha. É muito especial estar aqui e aproveitar essa chance única”, completou Eduardo Menezes.

Individual

As competições do salto agora seguem para a disputa individual, onde 35 cavaleiros e amazonas irão disputar as medalhas. Contudo, somente três dos quatro brasileiros irão competir, e Eduardo Menezes, 16º colocado, teve que ficar de fora.

Mas Pedro Veniss, 1º colocado, Rodrigo Lambre, 3º, e Marlon Zanotelli, 5º, estarão na briga pelas primeiras colocações.

Mais em Pan 2019