Siga o OTD

Na virada de 2019 para 2020, os atletas brasileiros passaram a ficar ainda mais focados nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio, inicialmente marcados para este ano. Os competidores que já tinham vaga garantida traçaram como meta a continuidade da preparação para o evento. Já os que não estavam classificados definiram como objetivo a conquista do direito de participar da competição.

Esportes

Relembre os feitos relevantes dos atletas brasileiros em 2020

O Olímpiada Todo Dia fez uma retrospectiva dos momentos mais marcantes do Brasil neste ano. Recorde cada um deles conosco

Henrique Avancini é o líder do Ranking UCI em 2020 (Bartek Wolinski/Red Bull Content Pool)

Relembre os feitos relevantes dos atletas brasileiros em 2020

Na virada de 2019 para 2020, os atletas brasileiros passaram a ficar ainda mais focados nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio, inicialmente marcados para este ano. Os competidores que já tinham vaga garantida traçaram como meta a continuidade da preparação para o evento. Já os que não estavam classificados definiram como objetivo a conquista do direito de participar da competição.

+ Aurélio Miguel pede tombamento do Ibirapuera a órgão federal

Entretanto, a pandemia do coronavírus forçou a mudança de planos, principalmente após o adiamento da Olimpíada e da Paralímpiada de 2020 para 2021. Antes de a doença se alastrar pelo mundo ocorreram feitos relevantes de atletas brasileiros em janeiro e fevereiro. No dia 24 de março, o COI (Comitês Olímpico Internacional) e o IPC (Comitê Paralímpico Internacional) anunciaram o adiamento dos Jogos de Tóquio.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Na sequência do ano ocorreram fatos importantes em abril e julho, mas fora das disputas. O retorno dos eventos foi gradual e, a partir de julho, os atletas brasileiros voltaram a competir com conquistas e momentos marcantes de agosto a dezembro. Apesar das dificuldades de 2020, os competidores do país se superaram a alcançaram marcas expressivas.

Relembre com o OTD o que rolou de mais relevante

Veja os atletas brasileiros que se destacaram em 2020. Começamos com Jane karla, em janeiro (World Archery/Divulgação)
Veja os atletas brasileiros que se destacaram em 2020. Começamos com Jane karla, em janeiro (World Archery/Divulgação)

Janeiro

No primeiro mês de 2020, Jane Karla alcançou o recorde mundial indoor no tiro com arco composto paralímpico pela terceira vez seguida. Na fase classificatória do Torneio de Nimes, na França, a brasileira cravou 582 pontos, superando em cinco a própria marca obtida em meados de dezembro de 2019 em Roma. Ela atirou 60 flechas e acertou 42 na mosca, valendo 10 pontos cada. As outras 18 valeram nove cada.

Fevereiro

Lauro Chaman se destacou no Campeonato Mundial de Ciclismo de Pista Paralímpico, realizado no Canadá. O competidor da classe C5 conquistou uma medalha de prata na prova de perseguição da Omnium, o bronze na disputa de Scratch e mais uma prata na somatória de todas as provas da Omnium, que é a reunião de quatro diferentes disputas, sendo que cada uma tem a sua premiação própria e a soma de todas também garante uma medalha.

Abril

Tetracampeão paralímpico da bocha, Dirceu Pinto faleceu em virtude de problemas cardíacos. O atleta ganhou quatro medalhas de ouro na modalidade, nos Jogos de Pequim-2008 e Londres-2012, na competição de simples e duplas. Ele também faturou uma prata por equipes na Rio-2016 e foi duas vezes campeão mundial, em 2010. O esportista competia na classe BC4, para atletas cadeirantes que não recebem assistência durante os jogos.

Destaque em abril, Ícaro Miguel é mais um dos atletas brasileiros com feitos relevantes em 2020  (Marcos Limonti/Uaifoto)
Destaque em abril, Ícaro Miguel é mais um dos atletas brasileiros com feitos relevantes em 2020 (Marcos Limonti/Uaifoto)

Na atualização do ranking mundial, o mineiro Ícaro Miguel, que luta na categoria até 87 kg, se tornou o primeiro atleta brasileiro a liderar a lista. Em março deste ano, ele alcançou a meta que traçava desde os 10 anos quando se classificou para os Jogos Olímpicos de Tóquio depois de chegar à final do torneio Pré-Olímpico Pan-Americano realizado em Heredia, na Costa Rica.

Julho

Campeã mundial e dos Jogos Pan-Americanos de Lima-2019, Bia Ferreira está na liderança do ranking mundial divulgado pela AIBA (Associação Internacional de Boxe) na categoria até 60 kg. O primeiro lugar coroou um ano de 2019 espetacular da brasileira. Implacável, a boxeadora foi campeã mundial, campeã pan-americana e campeã do Strandja, tradicional evento de boxe realizado na Bulgária.

Bia Ferreira está na lista dos atletas brasileiros que brilharam em 2020 (Jonne Roriz/COB)
Bia Ferreira está na lista dos atletas brasileiros que brilharam em 2020 (Jonne Roriz/COB)

Agosto

Luisa Stefani está fazendo história no tênis feminino. Depois de conquistar o título no WTA de Lexington, a tenista se tornou a primeira brasileira da modalidade desde 1989 a estar no top 40 do mundo. Ainda em 2020, a jogadora foi campeã de simples e duplas da Supercopa BRB de Tênis, evento organizado pela CBT (Confederação Brasileira de Tênis), e realizado no Iate Clube de Brasília. Ela também fez boas campanhas nos Grand Slams de Roland Garros e US Open.

Setembro

O ano de 2020 foi marcante para Damiris Dantas. Na WNBA, a ala-pivô se colocou entre as melhores brasileiras da história da liga de basquete dos Estados Unidos. A atleta da seleção brasileira teve as melhores médias da carreira, com quase 13 pontos (12,9). Em um jogo, ela fez 28 e alcançou a sua melhor marca em uma partida oficial e sexta maior de uma jogadora do Brasil na WNBA. Ainda em 2020, ela jogou o Campeonato Paulista pelo Vera Cruz Campinas e foi campeã, anotando um duplo-duplo na final, com 27 pontos e 16 rebotes.

Bruno Soares se sagrou campeão da chave de duplas do US Open. Ao lado do croata Mate Pavic, o brasileiro derrotou na final o holandês Wesley Koolhof e o croata Nikola Mektic. Essa foi a quarta conquista do tenista em Nova Iorque, nos Estados Unidos. O mineiro já havia ganhado as duplas masculinas em 2016 e as duplas mistas duas vezes, em 2012 e 2014. Ainda em 2020, ele foi vice-campeão em Roland Garros nas duplas masculinas.

Ágatha e Duda foram as rainhas da praia deste ano. A dupla brasileira conquistou o título do King of the Court 2020, evento de vôlei de praia que foi disputado em Utrecht, na Holanda. As duas precisaram ganhar de cinco times na decisão, superando Ross e Day (Estados Unidos), Heidrich e Vergé-Deprê (Suíça), Keizer e Meppelink (Holanda), e as irmãs Van Driel (Holanda). A dupla ainda fechou o ano no topo do ranking do Circuito Brasileiro.

Ágatha e Duda estão entre os atletas brasileiros com destaque neste ano (William Lucas/Inovafoto/CBV)
Ágatha e Duda estão entre os atletas brasileiros com destaque neste ano (William Lucas/Inovafoto/CBV)

Outubro

Entrando para a história. Depois de ser essencial para a melhor campanha da história do San Pablo Burgos na Liga ACB (Campeonato Espanhol), Vitor Benite fez mais. O ala da seleção brasileira foi fundamental para a conquista da Champions League de basquete contra o AEK Athenas, na vitória por 84 a 75. Na decisão, o jogador teve uma atuação consistente, com 11 pontos, um rebote e três assistências.

Maior nome da história do Brasil no MTB, Henrique Avancini chegou à almejada liderança do ranking mundial. Com a atualização após resultados da Copa do Mundo e do Mundial, o brasileiro subiu uma posição e superou o suíço Nino Schurter, atual campeão olímpico. Em Nova Mesto, na República Tcheca, o ciclista fez história ao vencer pela primeira vez uma etapa da Copa do Mundo de mountain bike. Ainda em 2020, ele confirmou o favoritismo e foi campeão brasileiro de ciclismo mountain bike

Na Etapa de Alhandra, em Portugal, da Copa do Mundo, Jéssica Ferreira foi medalha de ouro na classe PTWC feminina, enquanto no PTS5 masculino, Ronan Codeiro ficou com a prata. Ela venceu a prova com 1h06min28s, à frente da italiana Rita Cuccuru, medalha prata, e da francesa Mona Francis, bronze. Já ele ficou em segundo, atrás do espanhol Jairo Lopez, que completou a prova em 57min05s.

Na etapa de Liubliana da Copa do Mundo de canoagem slalom, Pepê Gonçalves fez história. O atleta brasileiro conquistou as inéditas medalhas de ouro no K1 Extreme e o bronze no K1 masculino. Na Eslovênia, o canoísta confirmou o favoritismo no K1 Extreme. Já no K1 masculino, ele melhorou sua colocação e terminou em terceiro, apenas 0s93 atrás do campeão Isak Ohrstrom, da Suécia. Ele teria sido ouro se não fosse uma penalização de dois segundos.

Novembro

Em Pau, etapa francesa da Copa do Mundo de canoagem slalom, Ana Sátila dominou as adversárias na final e sagrou-se campeã na canoa feminina (C1). Antes disso, a brasileira já havia conquistado o título em Liubliana, na Eslovênia, e marcou uma conquista inédita para o Brasil na modalidade. Na França, ela fez uma descida quase limpa, tomou apenas dois segundos de penalidade e cravou o tempo de 115s39.

Ana Sátila (foto) e Pepê Gonçalves são os competidores brasileiros em destaque na canoagem slalom (Bence Vekassy)
Ana Sátila (foto) e Pepê Gonçalves são os competidores brasileiros em destaque na canoagem slalom (Bence Vekassy)

Dezembro

O favorito venceu e se sagrou campeão brasileiro de futebol feminino. Em partida realizada na Neo Química Arena, em São Paulo, o Corinthians, melhor time ao longo do ano de 2020, fez 4 a 2 no Avaí Kindermann com gols de Gabi Nunes, Gabi Zanotti (2x) e Vic Albuquerque. Além do título nacional, o Timão conquistou o bicampeonato do Paulistão ao vencer a Ferroviária por 5 a 0, na Fonte Luminosa, em Araraquara.

Duda Amorim é hoje a atleta mais importante do handebol brasileiro. Detentora de prêmios como MVP do mundial, melhor defensora da Champions League e melhor defensora do mundo, a atleta agora briga pelo reconhecimento de melhor defensora da década, prêmio organizado pelo site Handball Planet. Assim como nas temporadas 2016, 2017 e 2019, a atleta foi escolhida a melhora defensora da Champions League 2019/20. Duda Amorim somou 11.029 votos, uma das únicas três que superaram os 10 mil.

Duda Amorim, do handebol, completa a lista de esportistas brasileiros com destaque em 2020 (COB/Divulgação)
Duda Amorim, do handebol, completa a lista de esportistas brasileiros com destaque em 2020 (COB/Divulgação)

Mais em Esportes