Siga o OTD

Seleção Brasileira Feminina de Rúgbi Yaras Missão Europa COB Portugal Rio Maior Handebol Masculino

Tóquio 2020

Missão Europa recebe seleções de Rúgbi e Handebol em outubro

A chegada das modalidades coletivas para período de treinos marca quarto mês da iniciativa do COB (Comitê Olímpico do Brasil) em Portugal

A seleção feminina de rúgbi chega a Portugal no próximo sábado (3) (Washington Alves/COB)

Missão Europa recebe seleções de Rúgbi e Handebol em outubro

O Complexo Rio Maior Sports Centre, em Portugal, deve receber 50 integrantes em outubro. O programa Missão Europa, iniciativa do COB (Comitê Olímpico do Brasil) receberá no próximo mês as seleções feminina de rúgbi sevens e masculina de handebol. As Yaras desembarcam no dia 3. Já os homens, comandados por Washington Nunes, chegam no dia 30.

+ ‘Não importa o que aconteça, teremos condições de realizar’

“Essa viagem será importante para nos conectarmos com o grupo, pois vamos conseguir conviver juntos todos os dias. Vamos conseguir treinar livres, sem ficar preocupado com outras questões. Teremos um ambiente onde nosso único foco será a performance no campo. Então, tudo que vamos fazer fora do campo, criando hábitos e processos, será fundamental para levarmos aos Jogos Olímpicos”, analisou Will Broderick, técnico da seleção feminina de rúgbi sevens.

“A Missão Europa será importante para manter o padrão de trabalho e observar os jogadores que poderão ser convocados para o Mundial, principalmente depois desse período de inatividade por conta da pandemia. Os que estão na Europa já passaram pela pré-temporada e estão em treinamento. O COB está proporcionando para nós um CT em que conseguimos trabalhar com tudo integrado e de maneira intensa”, afirmou Washington Nunes, treinador da seleção masculina de handebol.

+ Nissan reúne atletas e anuncia renovação do patrocínio até 2021

Marco La Porta, presidente em exercício do COB, reforçou que a entidade não mediu esforços para que os atletas pudessem se preparar visando a Olimpíada. “A Missão Europa é fundamental para que nossos atletas tenham um local para treinar e participar das competições europeias. Inclusive, os resultados que temos tido até agora reforçam a ideia de termos uma base fixa de treinamento na Europa”, comentou o dirigente, que também é chefe de Missão dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020.

Yaras chegam a Portugal neste sábado

William Broderick Yaras Seleção Brasileira Rúgbi CBRu
William Broderick é o técnico da seleção feminina de rúgbi (Ícaro Leal/CBRu/Divulgação)

Assim que chegarem a Portugal, as meninas da seleção de rúgbi farão os exames PCR e sorologia. Depois disso, elas ficarão isoladas até a confirmação do resultado negativo para o coronavírus, o que as libera para as atividades em Rio Maior. A equipe feminina do Brasil se classificou para os Jogos de Tóquio em junho de 2019, após ganhar o título do Pré-Olímpico, em Lima, no Peru.

+ Após falas preconceituosas, CEO da CBRu cai em menos de 24 hrs

Está será a segunda participação do time feminino de rúgbi nos Jogos Olímpicos. Na Rio-2016, as Yaras terminaram em 9º lugar. Ainda em 2019, elas conquistaram pela primeira vez o World Rugby Women’s Sevens Series, o Hong Kong Sevens, garantindo uma vaga na elite mundial do rúgbi. Com o encerramento da Série Mundial antes do previsto, devido à pandemia, o Brasil se manteve na elite para a temporada 2020/21.

Seleção masculina de handebol

Seleção Brasileira Feminina de Rúgbi Yaras Missão Europa COB Portugal Rio Maior Handebol Masculino
O técnico Washington Nunes voltou ao comando da seleção masculina de handebol em agosto (Washington Alves/COB)

A seleção masculina de handebol chega a Portugal depois das Yaras e cumprirá os mesmos protocolos exigidos pelo governo português para o início dos treinos. O período na Missão Europa marcará o primeira encontro de Washington Nunes com os atletas desde que voltou ao comando técnico da seleção.

+ Rogério Moraes marca seis vezes em vitória na Champions

O Brasil se prepara para disputar o Pré-Olímpico Mundial, que ocorrerá entre os dias 12 e 14 de março de 2021, na Noruega. Além da equipe da casa, a seleção brasileira encara Chile e Coreia do Sul em busca de uma das duas vagas disponíveis. Antes do Pré-Olímpico, Washington Nunes e seus comandados competem no Campeonato Mundial, que será disputado no Egito, de 13 a 31 de janeiro.

E foi com o atual treinador que a seleção brasileira de handebol masculino fez uma campanha histórica em 2019, edição que aconteceu na Alemanha e na Dinamarca, terminando na inédita 9ª colocação.

Dados da Missão Europa

Desde o começo da Missão Europa, 16 modalidades já participaram da iniciativa do COB: atletismo, boxe, canoagem slalom, ciclismo BMX, esgrima, ginástica artística, ginástica rítmica, judô, maratonas aquáticas, nado artístico, natação, taekwondo, tênis, tênis de mesa, triatlo e vela.

+ Covid-19 faz time de Ferrugem ser eliminado da Liga Europeia

Essas delegações foram distribuídas em cinco bases em Portugal. A vela ficou em Rio Maior e Cascais, o judô em Coimbra, ginástica artística, ginástica rítmica e ciclismo BMX, em Sangalhos, e o tênis de mesa em Vila Nova de Gaia, além das cidades de Pau (França) e Belgrado (Sérvia).

Em setembro, 100 atletas participaram da Missão Europa. O COB acredita que até dezembro dobrará esse número. Além disso, estuda prorrogar o programa até 2021 caso a situação da pandemia do coronavírus siga prejudicando o treino dos atletas no Brasil.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

“Até o final do ano, devemos contemplar cerca de 200 atletas. E se a situação não estiver melhorando no Brasil, podemos prorrogar até janeiro, fevereiro, o tempo que for necessário para garantir uma boa preparação. Faltando menos de 300 dias para os Jogos, a Missão Europa é um avanço na retomada da preparação com foco em Tóquio”, concluiu La Porta.

Mais em Tóquio 2020