Siga o OTD

Marcus D'Almeida Brasileiro Tiro com Arco Atletas Olímpicos

Tiro com Arco

Com vaga em Tóquio, Marcus D’Almeida busca penta brasileiro

Marcus D’Almeida busca mais uma vitória no Brasileiro, que contará com mais cinco atletas olímpicos no Rio de Janeiro

Marcus D'Almeida participou da cerimônia de abertura nesta quarta-feira (11) (Divulgação)

Com vaga em Tóquio, Marcus D’Almeida busca penta brasileiro

Classificado para os Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2021, Marcus D’Almeida, de 22 anos, será a principal atração da 46ª edição do Campeonato Brasileiro de Tiro com Arco. Atual campeão nacional, em 2019, o arqueiro carioca começa a competir nesta quinta-feira (12) a partir das 13h30. O evento acontecerá na cidade de Maricá, no Rio de Janeiro, e contará com a participação de mais cinco atletas olímpicos.

+ #5fatos que você não sabia sobre Giulia Takahashi

O ano de 2020 foi diferente para os atletas de todas as modalidades, com alguns meses de isolamento social por causa da pandemia do coronavírus e uma retomada gradual com a volta dos eventos esportivos. Apesar disso e de uma outra adversidade de última hora, Marcus D’Almeida sonha com a conquista do pentacampeonato brasileiro de tiro com arco.

+ Vasco vence o Avaí na ida das quartas da Copa do Brasil Sub-20

“Com certeza foi tudo diferente. Um ano de muito treino e pouca competição. Então, a gente ainda está voltando a esse modo ativo. Lógico que meu objetivo é buscar o meu melhor. Tive alguns problemas nessa reta final, com meu equipamento dando problema. Precisei recorrer a um equipamento que nunca atirei e vou atirar a primeira vez nesse campeonato”, disse o arqueiro em entrevista ao Olimpíada Todo Dia.

Principais adversários

Marcus D'Almeida e seus companheiros da equipe Dispara Brasil (Divulgação) Brasileiro de Tiro com Arco Atletas Olímpicos
Marcus D’Almeida e seus companheiros da equipe Dispara Brasil (Divulgação)

“Vamos ver o que vai dar. Sou tetracampeão brasileiro e espero buscar esse penta. Vou entrar na linha pra isso, mas com algumas dificuldades maiores esse ano tanto por causa da ausência desse modo competitivo quanto pela adversidade com meu equipamento”, completou Marcus D’Almeida. Ele também comentou sobre o que espera do Brasileiro deste ano e seus principais rivais.

+ Natália lidera em pontos e Dínamo Moscou vence pela Liga Russa

“O Brasil está evoluindo bastante o nível dos eventos. Portanto, a cada torneio a gente tem uma surpresa, com algum competidor novo que está aparecendo, treinando e mostrando seu potencial. Espero uma competição com qualidade superior em comparação com a do ano passado e meus principais adversários são os da seleção: Bernardo, Edson, Gustavo e Daniel”, concluiu Marcus D’Almeida.

Seis atletas olímpicos em ação

Após os treinos oficiais e a cerimônia de abertura, ambos realizados nesta quarta-feira (11), o Brasileiro começa com as rodadas classificatórias tanto do Recurvo Feminino quanto do Masculino. Além de Marcus D’Almeida, o evento terá os atletas olímpicos Daniel Rezende Xavier, Bernardo de Souza Oliveira, Ane Marcelle dos Santos, Sarah de Oliveira Nikitin e Marina Canetta Gobbi.

+ Brasileiros na Europa vencem em 5 ligas nacionais diferentes

Nascido em Belo Horizonte, Daniel Xavier, de 38 anos, competiu em Londres-2012, ficando em 51º, e na Rio-2016, terminando em 53º. Já Bernardo Oliveira, de Brasília e com 27 anos, disputou a Rio-2016, assim como Ane Marcelle dos Santos, 26, do Rio de Janeiro, Sarah Nikitin, 31, de São Paulo, e Marina Canetta Gobbi, 31, de São Paulo. Eles ficaram, respectivamente, em 45º, 26ª, 50ª e 54ª posição nos Jogos do Rio.

Ver essa foto no Instagram

“Tem que ter fé aqui sim, tem que insistir Humilde, só assim para progredir enfim Quero juntar assim com os manos E protestar o preconceito daquele jeito Eu sei que vou traçar os planos Cantar pras minas e os manos Eu não me escondo Eu me emociono Me levantando como deve ser” -Sabotage, Um bom lugar Campeã brasileira individual e equipe 2019. Muito, muito, muito obrigada por todas energias positivas, torcida, e pelas companias dentro e fora da linha de tiro….🙏 Que todos nossos momentos de dificuldade, nos façam mais fortes. Tudo é trabalho. Muito trabalho… “Obrigada” é só o que consigo pensar pra essa competição!!! @cdafab @fab_oficial @onbodyevolution @riccardo_rambo @grazzi_favarato @claudiomaradei.mfe @luizgustavorosa @saletetcoelho @nemisabeh @evandro_archery @mrarcher10 @fivicskorea #bolsaatleta @solracjsp #fab @circulosp @sahnikitin @acm_bra

Uma publicação compartilhada por Marina Canetta (@marina.canetta) em

Marcus D’Almeida venceu em 2019

O evento será realizado na sede da CBTArco (Campeonato Brasileiro de Tiro com Arco), em Maricá (RJ). As disputas contarão com 89 atletas separados entre 23 equipes e acabarão no sábado (14). Na 45ª edição, em 2019, Marcus D’Almeida ficou com o ouro, Bernardo Oliveira, com a prata, e Edson Jin Sun Kim, com o bronze, no Recurvo Masculino.

+ Covid coloca Corinthians no caminho do Santos no Paulista

Já no feminino, Marina Canetta Gobbi, foi a primeira colocada, Ane Marcelle dos Santos, a segunda, e Sarah Nikitin, a terceira. Marcus D’Almeida, assim como os outros cinco citados, também tem experiência olímpica, já que esteve na Rio-2016 e ficou em 34º lugar. Ele também ganhou a medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos de Lima-2019, conquista que o garantiu em Tóquio.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

“Olímpicos” no Campeonato Brasileiro e suas equipes:

Recurvo Masculino (RM)

  • Daniel Rezende Xavier – Pampulha Iate Clube
  • Marcus Vinicius D’Almeida – Dispara Brasil
  • Bernardo de Souza Oliveira – Ass. Tiro com Arco de Brasília

Recurvo Feminino (RF)

  • Ane Marcelle dos Santos – Dispara Brasil
  • Marina Canetta Gobbi – Dispara Brasil
  • Sarah de Oliveira Nikitin – Círculo Militar de São Paulo

Mais em Tiro com Arco