Siga o OTD

Tiro com Arco

Marcus D’Almeida e Bernardo Oliveira se destacam no Brasileiro

Na abertura do Campeonato Brasileiro de tiro com arco, dupla dominou o qualificatório no arco recurvo

Marcus D' Almeida tenta o pentacampeonato brasileiro de tiro com arco (Reprodução/Instagram)

Marcus D’Almeida e Bernardo Oliveira se destacam no Brasileiro

Os melhores atletas nacionais do tiro com arco estão em Maricá, Rio de Janeiro, para o Campeonato Brasileiro da modalidade. E no primeiro dia de disputas, Marcus D’Almeida, único garantido em Tóquio-2020, e Bernardo Oliveira, da seleção brasileira, duelaram no quali do arco recurvo e terminaram empatados, roubando a cena na competição.

Ambos somaram 674 de 720 possíveis, mas Marcus D’Almeida terminou no primeiro lugar já que acertou no centro do alvo 14 vezes, enquanto Bernardo Oliveira apenas sete. Sendo assim, Marcus, que tenta o pentacampeonato, vai para fase eliminatória como cabeça de chave número 1 e Bernardo como o número 2.

A expectativa no Brasileiro de tiro com arco é que eles se enfrentem na final do arco recurvo. Mas antes de tudo, Marcus D’ Almeida vai pegar Dennis Arruda na primeira rodada. Por sua vez, Bernardo Oliveira pega Rapahel Rego.

Mas além dessa disputa, a competição nacional ainda teve o arco recurvo feminino, o arco composto nos dois naipes e as provas por equipe.

Bernardo Oliveira World Archery tiro com arco marcus d 'almeida brasileiro
Bernardo Oliveira, do tiro com arco (Facebook/bbroliveira)

Suprema

Se no arco recurvo masculino a disputa foi apertada no quali, o feminino foi dominado por Ane Marcelle dos Santos. A atleta olímpica fez 634 pontos de 720 possíveis e passou com folga na primeira colocação para a fase eliminatória do Brasileiro de tiro com arco. Marina Gobbi (592) foi a segunda colocada.

Composto

No quali do arco composto, Roberval Santos (692) e Larissa Oliveira (682) foram os melhores em cada naipe e também serão cabeças de chave em suas respectivas disputas.

Por equipes

No arco recurvo, o Dispara Brasil dominou no masculino, feminino e nas duplas mistas. Com Marcus D’ Almeida e Ane Marcelle dos Santos inspirados, a equipe do Rio de Janeiro foi a melhor em todas as competições por equipes e vai para a fase eliminatória como a grande favorita.

No arco composto, que não tem a disputa feminina, a ALTA (Ass. Londrinense Tiro com Arco) liderou o quali na competição masculina e na mista.

Mais em Tiro com Arco