Siga o OTD

Ana Sátila prova do K1 feminino Jogos Olímpicos Tóquio

Tóquio 2020

Ana Sátila estreia com 7º tempo no K1 e se garante na semi da canoagem slalom

Com vaga na semifinal, primeira parte da programação de Ana Sátila é concluída com sucesso

Ana Sátila comemora descida na prova do K1 feminino (Créditos: Breno Barros / Rede do Esporte)

Ana Sátila estreia com 7º tempo no K1 e se garante na semi da canoagem slalom

A brasileira Ana Sátila teve um início sólido pela disputa das eliminatórias do K1 feminino na canoagem slalom dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Com o sétimo melhor tempo, a canoísta passou fácil para a semifinal e sem cometer nenhuma penalidade na segunda descida.

Na primeira descida, a canoísta brasileira foi muito bem, ao finalizar a sua volta em 106.22. A atleta acabou punida com dois segundos por conta de um toque no 24º e penúltimo portão da descida, ficando com o tempo de 108.22, que lhe rendeu a quinta colocação na primeira bateria.

Em sua segunda tentativa, Ana Sátila foi ainda melhor, cravou 106s82 e não cometeu nenhuma penalidade. “Não poderia ter sido melhor, consegui melhorar na segunda descida e esse é sempre o nosso objetivo”, comentou eufórica.

+ Confira TUDO sobre a disputa do K1 Feminino nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Nesta primeira eliminatória do K1 feminino, as 24 melhores colocadas avançaram para a semifinal da canoagem slalom. Na sequência, apenas as 10 melhores vão para a disputa das medalhas nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

A competição retorna na madrugada da próxima terça-feira (27), a partir das 2h (horário de Brasília) para a disputa da semifinal do K1 feminino. “Agora é continuar concentrada, manter o foco, descansar o máximo e preparar a cabeça”, completou Ana Sátila.

Ana Sátila k1 feminino tóquio
Ana Sátila em ação na classificatória do K1 (Créditos: Breno Barros / Rede do Esporte)

+ Confira o perfil completo da canoísta

A australiana Jessica Fox, favorita ao ouro, confirmou todas as expectativas, fez 98.46 e foi a única a completar o percurso abaixo de 100.0, uma descida perfeita e que coloca uma pressão enorme nas adversária.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Adaptada e focada

Pepê Gonçalves, atleta do K1 masculino já tinha avisado: “Eu e a Ana Sátila estamos muito bem porque tivemos tempo para treinar”. Fora isso, o canal do Kasai Slalom Centre é muito parecido com o de Deodoro, que serviu de inspiração para os japoneses.

“Estou muito bem adaptada. Estou treinando aqui já tem um tempo e isso é fundamental. Para a semifinal, eu vou sentar com o meu treinador, assistir o vídeo e analisar”. Mas mais do que isso, Ana Sátila tem toda uma programação pronta para ser executada, com cada estratégia de acordo com o momento da competição.

“O primeiro objetivo era avançar para a semifinal. Agora vem uma nova fase. É etapa por etapa. E a próxima etapa é estar entre as 10 que vão para a final”, finalizou.

Mais em Tóquio 2020