Siga o OTD

Torneio do Pré-Olímpico

Tóquio 2020

Pré-Olímpico de basquete masculino #1: favoritos saem na frente

Os jogos do primeiro dia do Pré-Olímpico de basquete masculino foram sem surpresas, com vitórias de equipes europeias

Jonas Valanciunas foi o cestinha da vitória do Lituânia sobre a Venezuela. Foto: FIBA.

Pré-Olímpico de basquete masculino #1: favoritos saem na frente

Os quatro torneios do Pré-Olímpico começaram nesta terça (29), nas cidades-sede de Split, Belgrado, Kaunas e Victoria. O campeão de cada uma destas chaves ganhará sua passagem para os Jogos Olímpicos de Tóquio, para disputar a concorrida medalha de ouro do basquete masculino. 

Confira abaixo como foi a terça nos torneios do Pré-Olímpico de Split, Belgrado e Kaunas.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Pré-Olímpico de Split

Na chave de Split, na Croácia, Alemanha e México se enfrentaram na manhã desta terça, (29), na Spaladium Arena. A partida foi vencida pela Alemanha por 82 a 76, em um confronto válido pelo primeiro jogo do grupo A.

O destaque individual do jogo foi o ala-armador do México, Francisco Cruz, com 30 pontos, 7 rebotes e 6 assistências. Pelo lado da Alemanha, que saiu vitoriosa, se destacou o também ala-armador Joshiko Saibou, que terminou a partida com 17 pontos, 5 rebotes e 2 assistências.

Além de Alemanha e México, o grupo A conta com a presença da Rússia. Os dois primeiros colocados avançam para a semifinal junto aos dois melhores do grupo B que conta com Brasil, Croácia e Tunísia.

Sobre o grupo B, Brasil e Tunísia fizeram a abertura da chave na tarde desta terça (29), também na Spaladium Arena. Com tranquilidade, a seleção brasileira levou a melhor no placar de 83 a 57.

O principal nome da partida foi o ala Vitor Benite, que teve números finais de 15 pontos, 4 rebotes e 2 assistências. Pelo lado tunisiano, o destaque ficou por conta do armador Oussama Marnaoui, que anotou 13 pontos e pegou 4 rebotes.

Próximos jogos do Pré-Olímpico de Split:

Grupo A

·         México x Rússia – quarta (30), às 11h30.

·         Rússia x Alemanha – quinta (1), às 11h30.

Grupo B

·         Brasil x Croácia – quarta (30), às 15h00.

·         Croácia x Tunísia – quinta (1), às 15h00.

Pré-Olímpico de Belgrado

Já na chave de Belgrado, na Sérvia, a República Dominicana enfrentou os donos da casa, na tarde desta terça (29), no único jogo do dia, realizado na arena Aleksandar Nikolic Hall. Com placar de 94 a 76, a Sérvia venceu com tranquilidade a partida válida pelo grupo A.

O destaque do jogo ficou para o pivô sérvio Boban Marjanovic, que foi responsável por 18 pontos, 10 rebotes e uma eficiência de 27. No lado dominicano, o ala-armador Victor Liz anotou 16 pontos e pegou nove rebotes.

Além de Sérvia e República Dominicana, o grupo A conta com a presença das Filipinas. Os dois primeiros colocados avançam para a semifinal junto aos dois melhores do grupo B, que serão Itália e Porto Rico.

Vale relembrar que Senegal e Nova Zelândia desistiram da disputa do Pré-Olímpico por conta da pandemia de Covid-19 e dos altos custos de viagens à Europa. Apesar disso, apenas as Filipinas entraram no lugar da Nova Zelândia.

Próximos jogos do Pré-Olímpico de Belgrado:

Grupo A

·         Sérvia x Filipinas – quarta (30), às 15h15.

·         Filipinas x República Dominicana – quinta (1), às 15h30.

Grupo B

·         Itália x Porto Rico – quinta (1), às 11h30.

Pré-Olímpico de Kaunas

O primeiro dia dos torneios do Pré-Olímpico, desta vez em Kaunas, na Lituânia, teve a vitória da Polônia e dos anfitriões do torneio. A seleção lituana contou com nomes da NBA como Domantas Sabonis e Jonas Valanciunas. A sede desta chave, a cidade de Kaunas, é a segunda maior do país e um importante centro econômico lituano.

A seleção da Polônia venceu Angola por uma larga diferença de 19 pontos – 83 a 64. A.J. Slaughter jogou por 28 minutos e dessa forma fez 16 pontos para a equipe polonesa.

Entretanto, o cestinha da partida para a equipe vencedora foi Mateusz Ponitka, com seis pontos a mais que Slaughter. A.J., nascido nos EUA, em Kentucky, possui dupla cidadania, assim podendo defender a seleção polonesa.

Finalmente, para Angola, os pontos vieram sobretudo das mãos de Yanick Moreira, que em seus 24 minutos em quadra cravou 27 pontos. O pivô faz parte do plantel do AEK Atenas.

Em seguida, os donos da casa venceram a Venezuela no último jogo do dia em Kaunas, por 76 a 65. A partida teve total dominância da Lituânia – a Venezuela em nenhum momento assumiu a liderança do placar.

Jonas Valanciunas, que nos EUA defende o Memphis Grizzlies, foi o marcador para a seleção, anotando 20 pontos. Em contrapartida, outra estrela da liga estadunidense presente na equipe, Domantas Sabonis, fez 12 pontos. Mantas Kalnietis, entretanto, teve a mesma pontuação em quadra do astro do Indiana Pacers, jogando por 18 minutos – Sabonis ficou em quadra por 23.

A Lituânia usou como arma de ataque, sobretudo, os rebotes. Valanciunas agarrou 11 deles, sendo oito defensivos. Ao todo, a seleção lituana teve um boxscore de 41 rebotes – apenas 11 deles foram defensivos. Por outro lado, a Venezuela teve, no total, dez a menos. Os torneios do Pré-Olímpico, dessa forma, continuam até o próximo domingo (4).

Próximos jogos do Pré-Olímpico de Kaunas:

Grupo A

·         Venezuela x Coreia – quarta (30), às 13h30.

Grupo B

·         Angola x Eslovênia – quarta (30), às 10h30.

Por Alice Barbosa e Lucas Ardito.

Mais em Tóquio 2020