Siga o OTD

#5fatos que você não sabia sobre Luisa Borges, do nado artístico

Nado Artístico

#5fatos que você não sabia sobre Luisa Borges, do nado artístico

No quadro do OTD, conheça 5 curiosidades sobre a atleta Luisa Borges, do nado artístico. Assista!

É tradição aqui no Olimpíada Todo Dia: quarta-feira temos o quadro 5 fatos e, hoje, temos um dos grandes nomes do nado artístico, Luisa Borges. Ela foi medalha de ouro no dueto no Sul-Americano de 2014. Participou dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016 e vai nos contar algumas curiosidades sobre a sua vida. Assista ao vídeo!

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

OUTROS VÍDEOS EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE:

+ Playlist #5fatos

+ MISSÃO EUROPA: Time Brasil retorna às atividades!

+ Playlist OTD Cultural

+ A preparação para Tóquio 2020

MAIS INFORMAÇÕES SOBRE LUISA BORGES:

Luisa Borges, do nado artístico, na arte do 5 fatos, 5 curiosidades, quadro do Olimpíada Todo Dia
Luisa Borges, do nado artístico, na arte do 5 fatos, quadro do Olimpíada Todo Dia

Pré-Olímpico de nado artístico é adiado para maio por causa da pandemia

A Federação Internacional de Natação (FINA) marcou uma nova data para o Campeonato Pré-Olímpico de nado artístico. Antes marcado para 2020 e adiado por conta da pandemia da COVID-19 para março deste ano, o Pré-Olímpico, agora, será entre os dias 1 e 4 de maio, em Tóquio, no Japão. A divulgação aconteceu no site oficial da entidade (veja aqui).

O Brasil participará do Pré-Olímpico de nado artístico com o dueto formado por Laura Miccuci e Luisa Borges, com Maria Bruno como reserva. As atletas seguem em treinamento no Rio de Janeiro, sob comando da técnica Twila Cremona. Leia mais!

Luisa Borges defende dueto misto e fala sobre empoderamento

nado artístico, antigo nado sincronizado, é uma modalidade tradicional dos Jogos Olímpicos. No entanto, ela também é tradicionalmente feminina. Hoje, no programa das Olimpíadas, não há provas masculinas e sequer provas mistas. Mas isso vem mudando desde 2015, quando o dueto misto estreou em Campeonatos Mundiais e o movimento pela inclusão dos homens no esporte passou a crescer a cada dia. Uma das adeptas é Luisa Borges, da seleção brasileira feminina.

“Achei mega legal essa união, porque o esporte é para todo mundo, independente de gênero, de tudo. Se você quer fazer, você pode. E essa troca tem sido bem legal. Em Kazan, foi o primeiro Mundial que teve dueto misto e todo mundo amou! Pessoal gritando na arquibancada, foi lindo, de arrepiar. E a gente viu o quanto isso motivou o esporte a continuar. Os meninos precisam tem espaço e eu falo isso como minha luta também”, destacou Luisa em live com o Olimpíada Todo Dia. Leia mais!

Mais em Nado Artístico