Siga o OTD

Pela Seleção, Marta marcou de pênalti contra a Holanda, no empate em 3 a 3 nos Jogos Olímpicos

Tóquio 2020

Marta exalta atuação da Seleção em empate contra a Holanda: ‘Fizemos um bom trabalho’

Depois de jogo muito disputado, Rainha vê boa performance do Brasil e elogia adversárias: “uma das melhores equipes da atualidade”

Marta exalta atuação da Seleção em empate contra a Holanda: ‘Fizemos um bom trabalho’

Uma grande atuação que deixa a Seleção Brasileira bem próxima da classificação para as quartas de final. Para Marta, o duelo contra a Holanda pela segunda rodada dos Jogos Olímpicos de Tóquio teve o alto nível de exigência previsto, mas a Canarinho correspondeu à altura.

+ SAIBA TUDO SOBRE O FUTEBOL NOS JOGOS OLÍMPICOS DE TÓQUIO

Depois do empate por 3 a 3, a Rainha do Futebol avaliou o confronto e aprovou a atuação do Brasil.

“A gente sabia que seria um jogo difícil. Se a gente pensar em tudo que fizemos na partida, acredito que fizemos um bom trabalho. Lógico que temos muito a melhorar, principalmente o gol que tomamos no comecinho. Temos que estar atentas porque, contra uma equipe qualificada como a Holanda, precisamos estar o tempo inteiro ligadas. Mas conseguimos correr atrás e fazer os gols”, disse.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

As vice-campeãs mundiais abriram o placar aos dois minutos, em bela jogada de Vivianne Miedema. A Seleção teve um pênalti anulado pelo VAR e, em seguida, empatou aos 15, com Debinha. Na segunda etapa, a artilheira holandesa voltou a marcar, desta vez de cabeça; porém, três minutos depois, Ludmila sofreu novo pênalti e Marta deslocou a goleira para converter.

O Brasil chegou a virar a partida após Ludmila roubar a bola e driblar a goleira Van Veenendaal, mas a Holanda empatou em boa cobrança de falta da lateral-esquerda Dominique Janssen. Marta vê margem para evolução, mas se orgulha da postura do Brasil em campo, mesmo com a vitória escapando nos minutos finais.

“O jogo foi bastante equilibrado e, no contexto geral da partida, acho que conseguimos desempenhar um bom papel contra uma das melhores equipes da atualidade. Estamos com o sentimento de que podemos fazer muito mais do que isso, mas de que foi um jogo equilibrado e qualquer um dos dois poderia ter saído com a vitória”, analisou.

+ GUIA COMPLETO DOS JOGOS OLÍMPICOS DE TÓQUIO 2020

Com a bola na rede deste sábado, Marta chegou aos 13 gols em Olimpíadas. Ela está bem perto de alcançar a líder Cristiane, com 14, que é a maior artilheira entre homens e mulheres. O plano da Rainha, no entanto, é alçar voos mais altos com as Guerreiras do Brasil coletivamente, antes de qualquer coisa.

“O objetivo é outro. Fazer gols é parte do meu trabalho, fico feliz, mas sempre pensando no coletivo. O individual e os recordes sempre aconteceram naturalmente na minha vida, nunca foi algo forçado. Se tiver oportunidade de fazer mais um ou dois, vou estar sempre fazendo gol pra ajudar minha equipe”, concluiu.

A Seleção volta a campo na próxima terça-feira, às 8h30 (horário de Brasília). Basta um empate contra a Zâmbia no Estádio Saitama para avançar às quartas.

Mais em Tóquio 2020