Siga o OTD

Tóquio 2020

Usando os cinco jogos, Brasil vence Sérvia e está nas quartas no tênis de mesa

4h01 e cinco jogos. Foi isso que o Brasil precisou para vencer a Sérvia nas oitavas de final do tênis de mesa masculino em Tóquio 2020. Os brasileiros enfrentam a Coreia do Sul nas quartas

Wander Roberto COB

Usando os cinco jogos, Brasil vence Sérvia e está nas quartas no tênis de mesa

Foi muito mais sofrido do que o esperado, mas o Brasil avançou na chave de equipes masculina no tênis de mesa nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Na madrugada deste domingo (1), o time formado por Hugo Calderano, Gustavo Tsuboi e Vitor Ishiy precisou dos cinco jogos e mais de 4h de duelo, mas superou a Sérvia por 3 jogos a 2 e se garantiu nas quartas de final da competição. No duelo por uma das vagas na semifinal, os brasileiros terão a Coreia do Sul pela frente.

O duelo contra a Coreia do Sul por uma das vagas nas quartas de final da disputa por equipes masculinas dos Jogos Olímpicos de Tóquio está programado para acontecer nesta segunda-feira (2), às 2h30.

-Confira TUDO que você precisa saber sobre o tênis de mesa nos Jogos Olímpicos de Tóquio

O confronto

Abrindo a série de partidas nas oitavas de final do tênis de mesa, Gustavo Tsuboi e Vitor Ishiy tiveram pela frente Zsolt Peto e Marko Jevtovic. No confronto, após um começo igual, os sérvios cresceram e assumiram o placar. Sacando bem, Peto e Jevtovic seguiram na frente e fecharam a parcial em 11 a 7.

No segundo set, os sérvios erraram os três primeiros pontos e o Brasil fez 3 a 0. Com a diferença no marcador, os brasileiros passaram a aproveitar todas as chances e fizeram 7 a 3. Em seguida, os representantes da Sérvia melhoraram e empataram o marcador em 7 a 7. Na hora da definição, Peto e Jevtovic mantiveram o ritmo, assumiram a marcador e, com um erro dos brasileiros, fizeram 11 a 9, abrindo 2 a 0 no confronto.

-Em sua 3ª final olímpica, Bruno Fratus conquista o bronze nos 50 m nado livre

Precisando da vitória para o duelo seguir, Tsuboi e Ishiy começaram com tudo o terceiro set e abriram 7 a 3. Contudo, mais uma vez, os sérvios cresceram, trouxeram a diferença para 8 a 7 e forçaram o pedido de tempo. No retorno para a mesa, os brasileiros retomaram o ritmo e fecharam a parcial em 11 a 8.

Com a vitória no set anterior, Gustavo e Vitor conseguiram manter o ritmo e abriram 3 a 0 na parcial. Atrás do placar, Peto e Jevtovic passaram a errar menos e viraram o marcador para 4 a 3. Na sequência, brasileiros e sérivos passaram a trocar pontos e a diferença seguiu a favor da Sérvia. Na hora da definição, Peto e Jevtovic erraram menos e abriram diferença, com 9 a 6. Com a vantagem, a dupla sérvia manteve o ritmo, fez 11 a 8 e fechou a partida em 3 sets a 1.

Hugo Calederano sofre, mas vence no individual

Na primeira partida de simples do confronto por equipes no tênis de mesa, Hugo Calderano, que foi até as quartas de final no torneio de simples em Tóquio, teve pela frente Dimitrije Levajac. O primeiro set de partida foi equilibrado. Com o sérvio buscando a definição rápida dos pontos, a parcial de abertura foi disputada ponto a ponto. Desta forma, quem errasse menos na reta final levaria a melhor e o brasileiro aproveitou de três erros de Levajac para fechar em 11 a 8.

Gaspar Nobrega/COB

Assim como aconteceu na parcial anteiror, Dimitrije e Calderano fizeram uma primeira parcial bem equilibrada. Disputando ponto a ponto, os dois atletas não permitiram que o adversário colocasse uma vantagem no placar a primeira metade do set. Na segunda parte, Levajac melhorou e fez 10 a 8. Com as costas na parede, Calderano cresceu e igualou em 10 a 10. No “vai a dois”, o sérvio errou menos, fez 13 a 11, e empatou o confronto.

+ SIGA OS BASTIDORES DOS JOGOS NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK DO OTD

Após a derrota no segundo set, Hugo Calderno começou com tudo e abriu 5 a 0. Dimitrije cresceu atrás do marcador e cortou a diferença para 5 a 3. Vendo o oponente melhorar, o brasileiro voltou a ditar o ritmo do confronto e fez 9 a 4. Na frente do placar, Calderano não teve problemas em fazer 11 a 5.

Precisando da vitória no set para seguir vivo, o atleta da Sérvia começou melhor e fez 6 a 3. Neste momento, Hugo Calderano voltou a crescer e buscou a partida, fazendo 9 a 9. Na hora da definição, Levajac aproveitou de alguns erros do brasileiro e conseguiu a vitória em 12 a 10, forçando o quinto set. Nele, o representante do Brasil foi melhor do começo ao fim, abriu vantagem e fez 11 a 5, fechando o duelo em 3 sets a 2.

Gustavo Tsuboi sai atrás, busca reação, mas é derrotado

No duelo contra Marko Jevtovic, Gustavo Tsuboi não teve vida fácil no primeiro set. Apesar de um começo bom, o brasileiro viu o adversário crescer na devolução de saques e assumir o placar. Na reta final, o sérvio abriu vantagem no marcador e fechou em 11 a 8. Na segunda parcial, os dois atletas mantiveram o equilíbrio até o 6 a 6. Neste momento, o jogador da Sérvia aproveitou alguns erros e fez 9 a 7. Tsuboi tentou buscar a reação na reta final e voltou a errar. Desta forma, Marko fez 11 a 8 e abriu 2 sets a 0 no jogo.

Na terceira parcial, Gustavo Tsuboi começou mal e viu o adversário fazer 4 a 1. O brasileiro cresceu logo em seguida e igualou o placar em 5 a 5. O equilíbrio se manteve até a reta final, quando Tsuboi cresceu. Sabendo alongar os pontos, o atleta do Brasil forçou os erros do oponente e fechou em 11 a 8, seguindo vivo no duelo.

-Robert Scheidt termina em oitavo sua sétima participação em Jogos Olímpicos

Gaspar Nobrega/COB

Embalado com a vitória na parcial anterior, Gustavo começou com tudo e abriu 5 a 1. Com a diferença no placar, Tsuboi controlou o ritmo, fez 11 a 5 e forçou o quinto e decisivo set. Nele, Gustavo e Marko conseguiram seguir confirmando o saque e mantendo o equilíbrio na maior parte do tempo. Desta forma, o “vai a dois” foi a alternativa para definir o vencedor. Neste momento, Marko Jevtovic errou menos e fechou em 15 a 13, colocando a Sérvia em vantagem na série de duelos mais uma vez.

Hugo Calderano joga cinco sets e força o jogo 5

Em sua segunda partida do dia, Calderano enfrentou Zsolt Peto. Diferente do que aconteceu em sua primeira partida do dia, o brasileiro começou partindo para cima e tendo o controle das ações. Desta forma, Calderano controlou o ritmo e saiu com a vitória no primeiro set, com 11 a 9. Na segunda parcial da partida, o representante do Brasil foi dominante. Sem deixar dúvidas de que era superior, Hugo fez 11 a 4 e abriu 2 a 0 no duelo.

Na terceira parcial, Peto começou melhor e abriu uma vantagem. Contudo, aos poucos, Hugo Calderano cresceu e deixou a desvantagem em apenas um ponto, com 7 a 6. Com a vantagem, o mesatenista da Sérvia seguiu na liderança e fechou em 11 a 9. No quarto set, os dois mesatenistas disputaram ponto a ponto a parcial. Na reta final, o sérvio foi melhor e fechou em 11 a 9, forçando o último e decisivo.

Wander Roberto/COB

-Ana Patrícia e Rebecca derrubam chinesas e vão às quartas de final

Na quinta parcial, Zsolt Peto começou liderando o placar e fazendo 3 a 1. Atrás do placar, Calderano cresceu. Com uma sequência de 6 a 0, o brasileiro virou o marcador e abriu vantagem, fazendo 7 a 3. Na reta final, o atleta da Sérvia cresceu e chegou a encostar, com 9 a 8. Contudo, Calderano voltou a abrir e fechou em 11 a 8. Com a vitória, o Brasil forçou a quinta partida.

Vitor Ishiy

Depois da vitória de Hugo Calderano, Vitor Ishiy foi para a sua primeira partida de simples no tênis de mesa em toda a Olimpíada. Contra Dimitrije Levajac, o brasileiro se impôs no primeiro set, abriu vantagem logo no começo e fez 11 a 6. No segundo, após um início igual, Ishiy voltou a crescer, abriu uma diferença e repetiu o 11 a 6.

Na terceira parcial, Levajac foi para o tudo ou nada e conseguiu liderar o placar na maior parte do tempo. Arriscando e buscando a definição dos pontos, o sérvio cresceu e chegou a ter o set point. Contudo, Vitor Ishiy melhorou no momento certo e conseguiu a igualdade em 10 a 10. No “vai a dois”, o brasileiro aumentou o ritmo, conseguiu a virada, fechou em 14 a 12 e confirmou a vitória do Brasil.

Mais em Tóquio 2020