Siga o OTD

luisa stefani e hayley carter top 5

Tênis

Luisa Stefani sobe e entra no top 5 da temporada com Hayley Carter

Na lista que leva em consideração apenas os resultados obtidos em 2021 até agora, Luisa Stefani e Hayley Carter estão na quinta colocação

(WTA / Divulgação)

Luisa Stefani sobe e entra no top 5 da temporada com Hayley Carter

Com os 305 pontos somados pelo vice-campenato no WTA 500 de Adelaide, Luisa Stefani e Hayley Carter assumiram a quinta colocação no ranking de duplas, que leva em consideração apenas os resultados de 2021. Elas somam ao todo 905 com o também vice-campeonato no WTA 500 de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, mais oitavas do Australian Open e oitavas no WTA de Gippsland Trophy, em Melbourne, na Austrália. Essa classificação leva as oito melhores parcerias para o WTA Finals de Shenzhen, na China, ao final do ano. Em 2020 o torneio não foi realizado por conta da pandemia e as restrições na China.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Além disso, Luisa Stefani voltou para a 30ª. colocação do ranking da WTA, que considera os resultados das últimas 52 semanas e igualou a melhor posição já alcançada na carreira.

Luisa Stefani e Hayley Carter embarcam nesta quarta-feira para a disputa do WTA 1000 de Dubai, nos Emirados Árabes, que começa no domingo e vale 900 pontos no ranking.

CARREIRA

Luisa Stefani, 23 anos, nascida em São Paulo (SP), mora em Tampa, na Flórida (EUA), treinando na Saddlebrook Academy. Cursou a universidade americana de Pepperdine, onde jogou o circuito universitário por alguns anos. Se destacou e optou por trancar a faculdade para disputar o circuito profissional integralmente a partir de meados de 2018. Ganhou destaque nas duplas e começou a colher resultados já em 2019, conquistando um título no WTA de Tashkent, no Uzbequistão, e o vice-campeonato em Seul, na Coréia do Sul, em outubro, com sua então nova parceria, a norte-americana Hayley Carter, terminando o ano perto das 70 melhores do mundo.

Em 2020, conquistou o WTA 125 de Newport Beach, na Califórnia e chegou às oitavas de final do Australian Open. Após a quarentena, comemorou o título do WTA de Lexington, nos Estados Unidos. Terminou o ano como a 33ª do mundo, primeira brasileira no top 40 em mais de três décadas. Começou 2021 com uma final no WTA 500 de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, alcançando o top 30 – a primeira brasileira desde 1976 – e agora chegou à segunda final em Adelaide. Como juvenil, também foi destaque, conquistando vitórias em Wimbledon e se tornando Top 10.

Mais em Tênis