Siga o OTD

Videomaker brasileiro mostra palco do surfe nos Jogos

Tóquio 2020

Videomaker brasileiro mostra palco do surfe nos Jogos

Pedro Gomes foi até a praia de Shidashita, na província de Chiba, e montou um filme do pico que receberá Medina, Ítalo Ferreira, Tati Weston-Webb e Silvana Lima

O surfe brasileiro certamente será muito bem representado nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Teremos dois campeões mundiais Gabriel Medina, bicampeão no caso, e Ítalo Ferreira, além de Tatiana Weston-Webb e Silvana Lima. Antes deles, porém, outro brasileiro passou pela praia do palco olímpico para registrar em vídeo um dia de ondas por lá. Foi Pedro Gomes, nascido por aqui, mas radicado no Japão.

“Neste verão, quando eu estava livre para fotografar com minha câmera em um belo dia de ondas em Shidashita, peguei os bons momentos dos surfistas locais e profissionais. Simplesmente editei todos os clipes que gravei em um curta-metragem”, explica o autor do vídeo no site pessoal dele.

Shidashita, ou Tsurigasaki Beach, é o nome da praia do surfe onde serão disputadas as baterias dos Jogos Olímpicos. Ela fica a cerca de cem quilômetros de Tóquio, na província de Chiba, costa leste da ilha de Honshu, a maior do arquipélago japonês. Chiba é uma espécie de península localizada na margem direita da baía que banha a capital japonesa.

praia do surfe jogos olímpicos vídeo Shisashita Tsurigasaki Beach
Tsurigasaki Beach (wikimedia commons)

Brasil na estreia olímpica

A janela do surfe nos Jogos Olímpicos de Tóquio começa no dia 25 de junho e se as condições do mar da praia de Shisashita ajudarem, os campeões saem no dia 28. Há, como de praxe, previsão de estender o prazo. Será a primeira edição da modalidade no programa olímpico.

+ João Chianca deseja uma vaga na elite da WSL em 2021

Vale sempre lembrar que Gabriel Medina venceu o circuito mundial de surfe em 2014 e 2018 e foi vice no ano passado, quando o campeão foi Ítalo Ferreira. Entre as mulheres, Silvana Lima foi vice-campeã duas vezes, em 2008 e 2009, já Tati Weston-Webb, doze anos mais nova, fechou o ano passado como a sexta melhor do circuito feminino.

Mais em Tóquio 2020