Siga o OTD

Laguna Olímpico

COI admite que comunidade esportiva do Afeganistão segue em risco

Entidade diz que ao menos 700 pessoas ligadas ao movimento olímpico afegão, especialmente mulheres e meninas, estão sob ameaça do Talibã

Afeganistão
Atletas do Afeganistão que estiveram em Tóquio-2020 estão em segurança, mas especialmente as mulheres que ficaram no país (Reprodução/Reuters)

O COI (Comitê Olímpico Internacional) reconheceu que ainda é muito grave a situação da comunidade olímpica do Afeganistão após a retomada do poder pelo grupo radical Talibã em agosto. A maior preocupação diz respeito à integridade de mulheres e meninas esportivas. Elas seriam o principal alvo do novo governo, que faz uma interpretação retrógrada das leis islâmicas

Embora tenha trabalhado junto com organizações de direitos humanos para a retirar cerca de 300 pessoas do Afeganistão, a situação segue crítica. O COI estima que ainda existam em torno de 700 pessoas entre atletas, treinadores e outros que apoiam a presença feminina no esporte.

Durante a Assembleia dos Comitês Olímpicos Nacionais (ANOC), Thomas Bach, presidente do COI, voltou a solicitar ajuda para garantir vistos humanitários a todas estas pessoas. “Vamos estabelecer um fundo especial com o Qatar, oferecendo assistência no transporte e distribuição de ajuda”, disse Bach durante a assembleia, ao comentar uma das estratégias para tentar resolver a crise.

+ O blog está no Twitter. Clique e siga para acompanhar
+ Curta a página do blog no Facebook
+ O blog também está no Instagram. Siga

Todos os atletas que competiram na Olimpíada de Tóquio-2020, além de dois que tentam classificação para os Jogos de Inverno de Pequim-2022 foram retirados do país. Todos eles seguirão apoiados pelo programa da Solidariedade Olímpica com bolsas de estudo e treinamento. Segundo James Macleod, diretor do programa de apoio do COI, o foco segue em evacuar do Afeganistão o maior número de pessoas que temam por sua segurança.

A preocupação com a segurança das mulheres e garotas da comunidade olímpica do país aumentou após a execução de uma jogadora da seleção juvenil afegã de vôlei. A jovem Mahjabin Hakimi foi degolada pelo Tailbã no começo de outubro por jogar sem o hijab (véu que cobre o cabelo das mulheres). A informação foi dada por uma ex-treinadora de Hakimi, em entrevista ao jornal “Persian Independent”.

Clique no link e seja você também um apoiador do blog. Ajude a combater a monocultura esportiva no Brasil

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Laguna Olímpico