Siga o OTD

Pan Júnior - Cáli 2021

Giulia Takahashi é prata nas duplas e bronze no individual

Giulia Takahashi e Laura Watanabe perderam a final para as mexicanas Clio Barcelos e Arantxa Aceves. Cuba e Estados Unidos completaram o pódio

Giulia Takahashi Laura Watanabe tênis de mesa medalha de prata duplas Jogos Pan-Americanos Júnior Cáli Cáli-2021
Giulia Takahashi e Laura Watanabe ganharam três de quatro jogos em Cáli (Luiza Moraes/COB/arquivo)

O tênis de mesa do Brasil colecionou mais duas medalhas nos Jogos Pan-Americanos Júnior. Nesta quinta-feira (2), no Coliseo Blanco Multifuncional, em Cali, na Colômbia, a parceria Giulia Takahashi e Laura Watanabe ficou com a medalha de prata no torneio de duplas femininas. Além disso, Giulia conquistou bronze no torneio individual, subindo pela terceira vez ao pódio na competição. Na quarta, ela e Rafael Turrini venceram o torneio de duplas mistas, enquanto Diogo Silva e Turrini ficaram com o bronze nas duplas masculinas.

A primeira medalha do dia veio através da dupla feminina, que já tinha garantido a classificação na véspera. Giulia Takahashi e Laura Watanabe ficaram com a medalha de prata nas duplas femininas do tênis de mesa dos Jogos Pan-Americanos Júnior de Cáli. As brasileiras perderam por 3 a 2 a final contra as mexicanas Clio Barcelos e Arantxa Aceves disputada nesta quinta-feira (2) no Ramon Elias Lopez Coliseum, localizado na cidade colombiana de Palmira. As parciais foram de 6/11, 11/3, 11/7, 6/11 e 11/7.

“Não foi a medalha que eu mais gostaria de ganhar, mas mesmo assim fico feliz por perceber que todo trabalho que fizemos juntas trouxe um resultado. O sentimento que fica é de gratidão por conseguir competir de igual para igual com atletas mais velhas em uma competição como esta e assegurar uma medalha para o nosso país. Amanhã começam os jogos por equipes e espero me sair bem”, disse Laura, de apenas 17 anos.

+ Alencar Chagas e Isabel de Quadros levam ouro no atletismo

Para chegar na grande decisão, Giulia Takahashi e Laura Watanabe venceram três jogos, sendo os dois primeiros por 3 games a 0. A estreia foi contra as costarriquenhas Nicole Mora e Sharon Melissa Arroyo. A seguir, já valendo pelas quartas de final, aplicaram o mesmo placar sobre as chilenas Macarena Mazuela e Valentina Salazar.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

A semifinal, contra Cuba, foi bem mais apertada e a vitória sobre Daniela Carrazana e Karla Perez Gonzalez veio por um apertado 3 a 2, de virada, com 11/7, 7/11, 9/11, 11/9 e 11/9 nas parciais. A prata foi garantida ali. Além das cubanas, o pódio das duplas femininas do Pan de Cáli teve Sarah Jalli e Yi-Shiuan Lin, dos Estados Unidos.

Pouco depois da final de duplas, Giulia teve novo encontro com Arantxa na disputa da semifinal individual. A brasileira já havia vencido a norte americana Sarah Jalli, no início da tarde, por 4 a 2 (4/11, 12/10, 7/11, 11/8, 11/6 e 11/9), pelas quartas de final. A semifinal prometia um duelo de altíssimo nível.

Assim foi. Na maior parte do jogo, a diferença no placar não ultrapassou dois pontos. Como na parcial inicial. Giulia teve dois set points, não fechou, mas depois conseguiu a vitória por 12 a 10. No segundo, Arantxa teve pequena vantagem e empatou o confronto.

Giulia teve a grande chance no terceiro set, quando abriu 5 a 1, esteve vencendo até quase o final e acabou sofrendo a virada, o que a desestabilizou na partida. Ela foi dominada na quarta parcial, reagiu na quinta e chegou a ter a igualdade em 9 a 9, mas não conseguiu evitar a derrota, por 4 a 1 (12/10, 8/11, 9/11, 6/11 e 9/11).

“Não foi o resultado que eu esperava. Mas tenho que manter a cabeça erguida, pois amanhã tem mais”, disse Giulia, já se referindo aos duelos de equipes.

Turrini e Laura caem nas quartas

Além de Giulia, outros dois brasileiros jogaram nesta quinta pelos torneios individuais, ambos caindo nas quartas de final. No feminino, Laura Watanabe foi superada pela cubana Daniela Carrazana, por 4 a 1 (6/11, 5/11, 11/8, 6/11 e 7/11), enquanto Rafael Turrini foi derrotado pelo canadense Jeremy Hazin, por 4 a 2 (9/11, 9/11, 11/7, 6/11, 11/4 e 5/11), no masculino.

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Pan Júnior - Cáli 2021