Siga o OTD

Beatriz Ferreira no Mundial de Boxe

Boxe

Bia Ferreira bate antiga algoz que estava engasgada e fatura o Torneio Strandja

Beatriz Ferreira não deu chances à Mira Potkonen, que tinha vencido a brasileira duas vezes antes, e conquistou o bicampeonato do Torneio Strandja

Bia Ferreira bate antiga algoz que estava engasgada e fatura o Torneio Strandja

Em poucos mais de quatro anos como titular da seleção brasileira de boxe, Beatriz Ferreira coleciona 27 pódios em 28 torneios, com 22 medalhas de ouro, entre eles o Mundial e os Jogos Pan-Americanos de 2019, quatro de prata e uma de bronze. No total de lutas, são 116 vitórias e apenas cinco. Invariavelmente a brasileira superou suas algozes depois de perder para elas. Faltava uma. Mira Potkonen, bronze nos Jogos Olímpicos do Rio-2016, que havia vencido os dois encontros entre elas até hoje. Mas, neste sábado, tudo mudou! Bia não deu chances à adversária que estava engasgada, como ela disse no Pode Contar, e venceu por decisão unânime dos jurados e conquistou o bicampeonato do Torneio Strandja de boxe.

Primeira colocada do ranking mundial, Beatriz Ferreira reafirmou na Bulgária que ela é a grande favorita à medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio. A vitória incontestável sobre Mira Potkonen, medalhista olímpica e segunda do ranking, mostra isso.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Beatriz Ferreira dominou a luta desde o começo e se manteve assim durante os três rounds. O reflexo foi que todos os cinco jurados deram vitória de 10 a 9 para a brasileira em todos os assaltos. Foi uma vitória categórica e incontestável sobre a antiga algoz, que se mantém em alto nível mesmo aos 40 anos de idade.

Mas não foi só a vingança sobre Mira Potkonen que mostra a força de Beatriz Ferreira. De toda a trajetória, que contou com vitórias por decisão unânime contra Chopra Shashi, da Índia, Agnes Alexiusson, da Suécia, e Yildiz Esra, da Turquia, a luta mais difícil foi contra a russa Nune Asatrian na semifinal.

Asatrian era a sensação do Torneio Strandja depois de ganhar da campeã mundial de 2018, a irlandesa Kellie Harrington, nas oitavas e da medalha de bronze de 2019, a americana Rashida Ellis nas quartas.

Mas a sensação russa não foi capaz de superar Beatriz Ferreira. Foi uma luta dura, é verdade. Asatrian teve seus momentos de superioridade, mas a brasileira conseguiu a vitória em decisão divivida por três votos a dois dos jurados.

Além da medalha de ouro de Beatriz Ferreira, o Brasil sai do Torneio Strandja com os bronzes de Viviane Pereira, que participou pela primeira vez de uma competição internacional, e de Luiz Oliveira.

A parada mais importante no caminho rumo a Tóquio acontece em maio, na Argentina, onde será disputado o Pré-Olímpicos das Américas, que vai definir quais brasileiros vão disputar a Olimpíada.

Confira abaixo todos os resultados dos brasileiros no Torneio Strandja:

RESULTADOS DOS BRASILEIROS

DataMatchHorário/Resultado
60 kg - Final - Mira Potkonen (FIN) x Beatriz Ferreira (BRA)
Semifinal - 57 kg - Havier Ibanes (BUL) x Luiz Oliveira (BRA)
Semifinal - 75 kg - Viviane Pereira (BRA) x Nadezhda Ryabets (KAZ)
Semifinal - 60 kg - Beatriz Ferreira (BRA) x Nune Asatrian (RUS)
Sergei Iarulin (RUS) x Luiz Oliveira (BRA)
Rabab El Khalfi (MAR) x Viviane Pereira (BRA)
Esra Yildiz (TUR) x Beatriz Ferreira (BRA)
Joel da Silva (BRA) x Berat Acar (TUR)
Narek Manasyan (ARM) x Abner Teixeira (BRA)
Wanderson Oliveira (BRA) x Asadkhuja Muydinkhujaev (UZB)
Agnes Alexiusson (SUE) x Beatriz Ferreira (BRA)
Yevhenii Barabanov (UCR) x Luiz Fernando da Silva (BRA)
Edson Jesus (BRA) x Boora Naveen (IND)
Uladzilau Smiahkikau (BLR) x Abner Teixeira (BRA)
Isaías Filho (BRA) x Oleksandr Khyzhniak (UCR)
Aliaksandr Radzionau (BLR) x Luiz Fernando da Silva (BRA)
Luiz Oliveira (BRA) x Zhorzhik Marutyan (ARM)
Edson Jesus (BRA) x Stilian Hristov (BUL)
Wanderson Oliveira (BRA) x Yurii Shestak (UCR)
Anthony Herrera (EUA) x Ronaldo da Silva (BRA)
Beatriz Soares (BRA) x Karolina Koszewska (POL)
Beatriz Ferreira (BRA) x Chopra Shashi (IND)
Jucielen Romeu (BRA) x Yodgoroy Mirzaeva (UZB)
Hebert Conceição (BRA) x Arman Darchinyan (ARM)
Necat Ekinci (TUR) x Luiz Fernando da Silva (BRA)

Mais em Boxe