Siga o OTD

Bia Ferreira, no boxe dos Jogos Mundiais Militares

Boxe

Bia Ferreira e Luiz Fernando Silva vencem estreia no Torneio Strandja

Campeão mundial em 2019 e favorita ao ouro em Tóquio, Bia Ferreira começou muito bem no Torneio Strandja de boxe. Outro brasileiro a vencer foi Luiz Fernando da Silva

Bia Ferreira e Luiz Fernando Silva vencem estreia no Torneio Strandja

Campeã mundial e medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos Lima-2019, Bia Ferreira começou com tudo a temporada. Favorita ao lugar mais alto do pódio na Olimpíada de Tóquio-2020, a boxeadora da categoria 60 kg derrotou Chopra Shashi, da Índia, por decisão unânime dos jurados, na estreia do tradicionar Torneio Strandja, que está sendo disputado na Bulgária. Quem também venceu foi Luiz Fernando da Silva na categoria 69 kg. O brasileiro bateu o turco Necat Ekinci em decisão divida.

De todas as lutas envolvendo brasileiros nesta segunda-feira, a única que sobrou, sem dar chances à adversária foi Bia Ferreira. Consciente do seu potencial, a brasileira dominou completamente a indiana Chopra Shashi. A atuação se refletiu no resultado. Todos os juízes deram vitória para a campeã mundial nos três rounds, totalizando 30 a 27 para Bia com todos os cinco jurados.

+Bia Ferreira é a convidada do talkshow Pode Contar. Ouça!

A vitória de Luiz Fernando Silva foi mais difícil. Três dos cinco juízes apontaram o brasileiro como o vencedor, enquanto um escolheu o turco Necat Ekinci e o outro deu empate.

As vitórias de Bia Ferreira e Luiz Fernando Silva, no entanto, foram as únicas do Brasil no primeiro dia do Torneio Strandja. Hebert Conceição, Jucielen Romeu, Beatriz Soares e Ronaldo da Silva foram eliminados.

Na disputa mais acirrada do dia, Hebert Conceição 75kg encarou um difícil adversário, o armênio Aman Darchinyan. No primeiro round, Hebert enfrentou dificuldades contra o representante da Armênia, que o pressionou em todos os instantes do combate. Com o tempo, o talento do brasileiro prevaleceu e ele conseguiu encontrar a melhor distância efetuando um grande número de golpes precisos.

Ao final, dois juizes deram a vitória para o brasileiro e outros dois deram para o armeno. O quinto juiz considerou a luta empatada. Com isso, nos critérios de desempate, acabaram escolhendo o atleta da Armênia como vencedor do combate.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Jucielen Romeu, da categoria até 57 kg, perdeu para Yodgoroy Mirzaeva, do Uzbequistão. Dos cinco juízes, quatro consideraram a uzbeque como vencedora, enquanto o um deu empate.

Já Beatriz Sousa, na categoria até 69kg, foi derrotada por Karolina Koszewska, da Polônia, que teve a vitória apontada por quatro juízes, enquanto apenas um escolheu a brasileira.

Para completar, Ronaldo da Silva perdeu para o americano Anthony Herrera. Quatro juízes apontaram a vitória do lutador dos Estados Unidos, enquanto apenas um escolheu o brasileiro.

O Torneio Strandja conta com a participação de 220 boxeadores de 32 países. A Bulgária é, neste momento, o centro das atenções para o mundo do boxe. A grande maioria dos atletas que lutarão pelo pódio olímpico, enxergam na competição uma oportunidade de avaliar a sua condição de preparo para Toquio-2020. O mesmo acontece com nossos atletas, que estão há meses treinando pesado para conquistar o maior número de vagas possivel nno Pré-Olímpico, que deve acontecer em maio, na cidade de Buenos Aires.

Mais em Boxe